Skip to main content

Lições das fortalezas da Ilha de Santa Catarina

(Post do Blog Garapi) – Em janeiro de 2007, participei de um passeio de scuna com minha família, em Florianópolis, um programa de férias que recomendamos. O barco saiu da Beira-Mar Norte da Ilha de Santa Catarina e seguiu até a Ilha de Anhatomirim, passando pela Fortaleza de Santo Antônio de Ratones, com uma curta parada em Governador Celso Ramos, para o almoço. Minhas filhas gostaram muito do banho de mar, da aproximação dos botos no trajeto de volta e de estar com os avós. Para mim, o que mais chamou a atenção no passeio foi a visita às fortalezas restauradas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

De acordo com informações do site da UFSC, o Projeto Fortalezas da Ilha de Santa Catarina foi criado pela Universidade Federal com o objetivo de restaurar e revitalizar as fortificações construídas pelos portugueses no século 18 para proteger a Ilha de Santa Catarina. Hoje estão totalmente restauradas as fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim (1739 – Ilha de Anhatomirim), São José da Ponta Grossa (1740 – Ilha de Santa Catarina) e a de Santo Antônio de Ratones (1740 – Ilha de Ratones Grande). As três fortificações ficam abertas à visitação durante o ano todo. O visitante, além de ter contato com os prédios históricos tombados em 1938, pode visitar dezenas de exposições e ter contato com a flora, fauna e as belezas naturais da Baía Norte da Ilha de Santa Catarina.

Leia mais

Caso queira salvar este post no seu Pinterest para inspiração, pine a foto abaixo:

ilha de anhatomirim fortalezas

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: