Skip to main content

Como ter uma viagem de avião mais confortável

Já conhece a seção “Viajante de Primeira” aqui do blog? Nosso objetivo com ela é ajudar a quem tem pouca experiência com viagens, ou mesmo quem já a tenha mas esteja sempre querendo aprimorar a arte de viajar (nós estamos a todo momento!), a se tornar expert no ramo! Estamos preparando muitos posts legais sobre como montar uma viagem do zero, mas por enquanto fique com o post que minha mãe já escreveu sobre arrumação de malas e com esse aqui, sobre como tornar viagens de avião um pouco mais dignas! haha 🙂

  1. O ar do avião costuma ser muito seco. Tem quem não sinta, mas eu sinto muito. Para driblar isso, sempre levo comigo um soro fisiológico de 100 mL (maior do que isso não entra no avião!) que aplico nas narinas de tempos em tempos, um creme hidratante também pequeno para aplicar nas mãos e um hidratante labial potente. Principalmente o soro se tornou indispensável para mim, porque minhas narinas ardiam muito com o ar seco, chegando a me acordar de dor. E não faz mal, então pode usar sem medo!

    IMG_3657
    Bendito soro fisiológico! (Não, não rolou patrocínio, mas estamos aceitando, viu, LBS? hahaha)
  2. Por muito tempo viajei sem um travesseiro de pescoço, mas agora que tenho um estou apaixonada! Ele ajuda bastante a cabeça a não cair no meio de uma soneca. Claro, não faz milagres, mas para um voo longo acho que compensa o investimento. Os travesseiros de pescoço não são unânimes – muita gente diz que não gosta de ter que ficar carregando pra lá e pra cá, mas não considero esse um grande problema já que dá pra carregar pendurado no braço tranquilamente e dá para comprar aqueles que têm as duas pontas amarradas, podendo levá-lo na alça da mala -, então te aconselho a, se quiser testar, investir em um baratinho. Em rápida pesquisa na internet achei alguns modelos bem baratos nos sites do walmart e do ponto frio 😉

    IMG_3658
    Esse daí é bendito também!
  3. Cuidado com o ar gelado da cabine! Para quem é friorento como eu, todo cuidado é pouco. Viaje de calça, a não ser que o voo seja curto ou que não sintas tanto frio. Outra dica é, se está indo para lugar frio, já deixe o casaco grosso fora da mala para usar a bordo. Parece exagero, mas já passei frio mesmo com casacão e cobertor. Uma echarpe para cobrir os ombros ajuda bastante também. E, claro, atenção ao conforto das roupas. Viaje com o que te deixa confortável. Tem quem ame calça jeans, já eu prefiro calças de tecidos moles.
  4. Faça inúmeras tentativas de posição para dormir! Só eu sinto um gelo na espinha quando olho para a poltrona do avião em um voo longo e me dou conta de que aquela ali será a minha cama pelas próximas horas? hahahah. Bom, minha dica é: arranje uma posição confortável e invista! Mude os pés de lugar, a cabeça, as pernas. Se a pessoa que estiver do lado for conhecida, melhor ainda! Dá pra se apoiar no ombro do amigo, por exemplo. Eu, depois de muito me mexer, encontrei uma posição que funciona muito bem para mim, consigo dormir bem por algumas horas: me abaixo um pouco no assento (pra não ficar tão reta na poltrona) e coloco os pés apoiados no bolsão do assento da frente, onde costumam ficar aquelas revistas e os cartões com informações de segurança. Acredito que essa posição funcione para mim porque fico mais horizontalizada 🙂 Colocar uma mochila no chão para apoiar os pés costuma me fazer sentir mais confortável também!
  5. Atenção com o sapato com que for viajar! Aí depende de cada um: leve em consideração que a cabine é fria, que talvez o teu pé inche e se vai querer tirar o sapato durante o voo. Explico: a sapatilha tem a vantagem de ser super fácil de tirar e colocar, sendo uma vantagem para quem como eu gosta de viajar sem sapato, já que, se precisar ir ao banheiro por exemplo, não é uma chatice ter que ficar vestindo. Além disso, por não ser um sapato totalmente fechado, acaba não apertando os pés inchados. A parte ruim é que o frio do avião pode causar um desconforto na parte descoberta do pé. Mas, se o avião disponibiliza cobertor ou não sentes tanto frio, te joga! 😉 Já o tênis e a bota são ótimos para quem quer manter os pés quentinhos durante o voo ou não vê tanto conforto na sapatilha, como a minha mãe. Outra opção é a rasteirinha, que acredito que seja uma boa opção em voos curtos que saem de ou vão para lugares quentes. Claro, falei aqui de opções para mulheres, né?!
  6. Não leve muitas coisas para o avião. É chato ter que ficar juntando tudo ao final do voo e o risco de deixar para trás algo que tenha caído para debaixo do banco é grande. Eu costumo levar uma mochila com tudo o que eu preciso dentro por três motivos: por ela caber debaixo do banco da frente, o que faz com que eu não precise disputar espaço com os outros passageiros nos bagageiros da cabine; porque me sinto mais segura, afinal, minha mochila fica junto de mim – infelizmente já li um relato de uma pessoa que teve pertences roubados de sua mala de bordo -; e por ela servir como apoio para o meu pé. Além disso, a algibeira que eu costumo levar em viagens ajuda muito nessa hora, porque é uma coisa a menos para eu me preocupar. Meu dinheiro e passaporte estão seguros ali comigo. Quando levo algo fora da mochila, como o meu travesseiro de pescoço já citado, guardo na minha cabeça quantas “coisas” preciso pegar no final do voo. Exemplo: se estou levando uma mochila, um travesseiro de pescoço e um livro, gravo que preciso procurar 3 coisas ao final do voo. Isso me ajuda muito 🙂

    IMG_3659
    Algibeira (ou porta documentos, como preferir). É fácil de encontrar, lembro de ver na Le Postiche e na revistinha da Avon. Esse eu ganhei de uma casa de câmbio!
  7. Se estiver com mala de bordo, tente pegar o começo da fila! Nunca vi muito sentido em ficar esperando um tempão na fila do embarque se todo mundo vai entrar no avião do mesmo jeito, mas a fila toma sentido se estás com mala de bordo. Costuma ser bem difícil achar lugar nos bagageiros quando todo mundo já entrou no avião, tendo que ficar mexendo em malas alheias para achar um lugar para a tua bagagem. De novo a minha mochila se torna grande amiga, pois posso embarcar quando a fila já diminuiu sem medo, hehe.
  8. Leve seus próprios fones de ouvido. Os fones de ouvido fornecidos a bordo não costumam ser dos melhores, então pode valer a pena levar os seus se quiser assistir a um filme, por exemplo.
  9. Essa parece boba, mas vale lembrar: cuidado com o penteado! Viajar de cabelo solto é melhor, porque ninguém merece um volume atrás da cabeça durante o voo, né?
  10. Se não vai dormir e não haverá entretenimento a bordo como filmes, leve algo que goste de fazer. Um livro bem tranquilo, uma revista, um tablet ou celular com um jogo. Boa parte das aeronaves já permite voar com o celular ligado, desde que esteja no modo avião 🙂
  11. Essa é clássica: ande pelo avião quando estiver acordado. É até perigoso ficar tanto tempo sentado, principalmente para os grupos de risco a desenvolver trombose. Isso é algo sério, já que a formação de trombose durante o voo não é algo raro. Aproveite os passeios para ir ao banheiro e principalmente para ir até os comissários para pedir um copo de água. É importante se hidratar.
  12. Escolha bem o horário que vai ao banheiro! Já enfrentei filas demoradas para conseguir entrar no toalete por ir no “horário de pico”. Depois das refeições e logo antes da chegada os banheiros costumam ter mais movimento, então se puder se planeje para ir fora desses horários para não ter que ficar esperando 😉 Ah, ir ao banheiro logo antes de embarcar, ainda no aeroporto, pode ajudar a diminuir o número de idas ao banheiro do avião 🙂
  13. Essa também tem relação com banheiro: algumas companhias (das que voei até hoje, apenas a Tam o fazia) dão um kit de bordo, e em alguns desses kits vem um par de meias. Acho ótimo colocar aquelas meias para ir ao banheiro sem ter que colocar o sapato 🙂
  14. Escolha o horário de voo que mais te grada. Quanto a voos intercontinentais, prefiro os noturnos, porque, dormindo, o tempo passa bem rápido, e mesmo o mais insone dos seres costuma dormir um pouco. Em voos diurnos o teu corpo não está programado para dormir, tendo que caprichar no entretenimento. Também curto a ideia de chegar ao meu destino e já sair pra bater perna por ser dia. Mas isso varia de pessoa para pessoa, porque tem gente que prefere algumas horas de tédio em troca de uma noite decente de sono. Vai de cada um!

É isso! Essas dicas são pessoais e fui compilando com o tempo. Como disse, pessoais, o que não quer dizer que vão funcionar para ti! De qualquer forma, ficam aqui as minhas, porque se funcionar para uma pessoa já fico feliz! Vale a pena experimentar as que te interessam. Adquira experiências e compartilhe suas próprias dicas, inclusive aqui nos comentários para gente testar também! 🙂

Bom, como sei que gostas de viajar, como eu, vais amar de ler também:

Como trocar pontos TAM por passagens

Viajando de avião pela primeira vez

Como escolher hospedagem

Agora que já tens dicas para viajar com mais conforto de avião, quer nos ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links abaixo para planejar sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 🙂

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste postCom certeza, ótimos preços.

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através deste link, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

 

 

 

 

 

 

Casos queiras compartilhar no Pinterest, é só pinar a foto abaixo:

viagem de avião mais confortável

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar

5 thoughts to “Como ter uma viagem de avião mais confortável”

  1. Parabéns pelo texto! Excelente post! Dicas muito valiosas! Só um detalhe: eu sou super calorento, então eu passo é calor nos vôos hahaha mas depende de cada pessoa.

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: