Skip to main content

O que fazer em Nova Veneza

Nova Veneza é um município muito charmoso localizado a 25 km de Criciúma, sul de Santa Catarina. É um pedaço da Itália no Brasil, pois foi colonizada por italianos do norte e a maioria dos habitantes atuais ainda é composta de descendentes destes italianos.

A cidade mantém viva a cultura italiana na arquitetura, culinária, costumes, dialeto ainda falado por muitos moradores locais, tradições e músicas.

É uma cidade pequena e pacata, o que faz ainda ser mais agradável o passeio diante da correria do dia-a-dia.

Então, vamos ao roteiro?

O que fazer em Nova Veneza?

Gastronomia:

Essa delícia de cidade, em todos os aspectos, é a capital catarinense da gastronomia italiana de Santa Catarina. Não deixe de provar a maravilhosa polenta com fortaia de lá, bem como os outros quitutes italianos, deixando um espacinho para os doces e o sorvete. E a gastronomia é um ponto tão forte da cidade, que publicamos um post completo de onde comer em Nova Veneza com preços (leia aqui).

Praça Humberto Bortoluzzi:

Estacione seu carro ao lado da praça central, Praça Humberto Bortoluzzi, e caminhe por lá, tirando belas fotos. É uma praça linda e gostosa, com bancos onde se pode sentar e esquecer o tempo. Nesta praça há a Roda d’água – monumento em homenagem às famílias colonizadoras, com placas onde estão gravados os sobrenomes das famílias que fundaram a antiga colônia Nuova Venezia – uma gôndola doada e trazida de Veneza, na Itália, situada em um lago artificial e um coreto – espécie de palco antigo. Todas essas atrações são gratuitas.

Aproveite o passeio pela praça e se delicie com um sorvete italiano na Gheppo. Perceba que você parece ter voltado no tempo e descanse neste pequeno pedaço de paraíso.

Ponte dos namorados:

Inaugurada em dezembro de 2016, esta ponte simpática de pedestres atravessa o rio que corta o centro da cidade. Nela, há lugar para os apaixonados deixarem seus cadeados fechados, jogando a chave no rio e, assim, selando o amor eterno. Fica ao lado da Sorverteria Gheppo, bem próxima da Praça Humberto Bortoluzzi, na Rua Cônego Miguel Giacca.

Museu do Imigrante:

Próximo da praça, na Rua Cônego Miguel Giacca, tem o Museu do Imigrante, numa bela edificação, aliás, uma das mais antigas da cidade, construída na última década do século XIX, onde já abrigou a Prefeitura Municipal, a Câmara dos Vereadores, um clube social, uma igreja, a casa paroquial e um jardim de infância. A atração é gratuita.

Casas de Pedra:

Pegue a Rua Dr. Carlos Gorini e siga por uma estrada de chão, a Via Centenária, até chegar nas Casas de Pedra – belas construções tombadas como patrimônio histórico nacional e patrimônio histórico arquitetônico do estado de Santa Catarina. Foram construídas no final do século XIX utilizando uma técnica trazida pelos primeiros colonizadores, que utilizavam basicamente pedras e barro. Para entrar nas casas, o visitante deve pagar R$ 5,00 por pessoa.

Festa da Gastronomia e Carnevale di Venezia:

Na segunda quinzena de junho, anualmente, é realizada na cidade a Festa da Gastronomia, onde também ocorre o Carnevale di Venezia, nos moldes da festa também realizada em Veneza, na Itália, onde os participantes usam roupas exuberantes e belíssimas máscaras. Eles capricham mesmo no visual e há roupas e máscaras incríveis.

A cidade lota, vá preparado e com paciência, mas a festa é bonita e com muitas opções gastronômicas da região. Uma delícia de festa.

Barragem do Rio São Bento:

Aproveite que você está em Nova Veneza e conheça a Barragem do Rio São Bento – construída para abastecer os municípios da redondeza e que se transformou em um ponto turístico. Está localizada perto do costão da Serra do Mar, em Siderópolis e é um belo cartão postal natural. Da Praça Humberto Bortoluzzi, pegue a  Rua dos Imigrantes e dirija aproximadamente 8km até chegar na barragem.

Pórtico:

E, finalmente, na entrada e na saída da cidade, tire fotos do Pórtico de Entrada. Erguido em pedra de basalto (mesmo material muito usado na construção da primeiras moradias da região), tem símbolos de grande valor artístico e cultural, como o leão de bronze que foi um presente enviado da Região do Vêneto, na Itália. Saiba mais aqui.

Como chegar: venha até Criciúma, município situado no sul de Santa Catarina. Do centro de Criciúma, suba a Rua Álvaro Catão e no topo, na rótula, vire à esquerda na Av. Luis Lazarin que logo adiante se transforma na Rodovia José Spilere, seguindo pela mesma rodovia até o centro de Nova Veneza.

Quando visitar: o ano todo. Como nas demais cidades do Sul, as quatro estações são bem definidas, com um inverno com dias bem frios e verões com dias bem quentes.

Onde se hospedar em Nova Veneza:

Fizemos uma seleção de hotéis (é só clicar aqui) ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, podes escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais te agrada. Escolha teu hotel clicando nele e finalize a reserva. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo. Boa estada!

Site da Prefeitura Municipal.

Agora que sei que você adora Santa Catarina, vai amar ler também:

O que fazer em Criciúma (aliás, vizinha de Nova Veneza)

O que fazer em Garopaba

O que fazer em Laguna

Roteiro por Florianópolis – Cacupé, St. Antônio de Lisboa e Sambaqui

Agora que você já sabe o que fazer em Nova Veneza, quer ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 🙂

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste post.

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através deste link, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

o que fazer em nova veneza santa catarina

Abraço

 

 

 

 

 

 

Assista Nova Veneza em 1 minuto e nossos demais vídeos na seção Vídeos e Vlogs lá no cabeçalho:

SalvarSalvar

16 thoughts to “O que fazer em Nova Veneza”

  1. Que lugar maravilhoso! De encher os olhos com tanta beleza e paz que transmite pelas fotos! Uma excelente dica para ser incluída na lista de passeios e descobertas pelo nosso país.
    Nosso Brasil é deslumbrante, cheio de vida, cores e diversidade!
    Parabéns pelo espaço dedicado a enriquecer o nosso dia-a-dia!

  2. Ótima matéria! A melhor que já li sobre a região!
    Só faltou a vinícola borgo, que é um belíssimo castelo de pedra que tem vinhos, licores, geleias e etc.
    Também faltou o Aguaí santuário ecológico que é o único café colonial na região aberto ao público sem necessidade de reserva ou grupo, também é um dos únicos locais que oferece diversas atrações de lazer como trilhas, tirolesa, pedalinho, caiaque, Rapel…
    E uma correção, infelizmente a Dolce Vita acabou fechando.

      1. Obrigada pelo esclarecimento, mas como fica na região, um próximo do outro, para o turismo é interessante que todos cresçam juntos. Mas legal saber um pouco mais.

    1. Olá Marilia, tudo bem? Eu gosto muito do Veneza, que fica bem no centrinho de Nova Veneza. É um restaurante que vou desde criança. Mas o do Fefê também é muito bom, o Il Caminho. Também ouço falar muito bem do Guellere. Abraço e boa polenta!!!

  3. Sobre o comentário de Mapa na Mão, para que as informações sejam transmitidas corretamente, o RESTAURANTE GHELLERE situa-se também em Siderópolis, e não em Nova Veneza, o que lamentavelmente é informado erroneamente por muitos sites e órgãos de turismo.

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: