Skip to main content

O que fazer em Bombinhas – praias

Ah Bombinhas… Só um pouquinho… Deixa primeiro eu suspirar antes de começar a escrever… Bom, agora já recomposta, rsssss, vamos lá. Falar de Bombinhas para mim é um prazer, pois este é um dos lugares que mais amo na vida. É tanta beleza em um só lugar que fica até difícil começar um post de o que fazer em Bombinhas. E são tantas atrações, que resolvi dividir o post em três. Neste vou falar das praias. Neste aqui falei das trilhas. No terceiro, falei sobre as demais atrações deste pedacinho de paraíso catarinense, na postagem intitulada o que Bombinhas tem além das praias? Confira todos e fique por dentro!

Praias em Bombinhas:

Praia de Bombas:

Bombas é a primeira praia do município de Bombinhas e também uma das com melhor infraestrutura. Fica logo após Porto Belo e é uma de nossas preferidas por sua ótima infraestrutura, por ter a avenida principal mais espaçosa e por ser a de mais fácil acesso, até mesmo por ser a primeira praia.

Na beira do mar, ao menos em uma parte da praia, pois a construção ainda não acabou, há um calçadão para caminhada e na primeira rua após o mar, que é a Av. Leopoldo Zarling (a principal da praia), há também um calçadão com ciclovia.

O mar é um pouco calmo (dependendo do vento, às vezes tem mais onda), a areia clarinha, e há muitos bares, restaurantes e vendedores na orla. Há também muita opção de diversão no mar, como aluguéis de caiaque e banana boat.

Não deixe também de caminhar pela Av. Leopoldo Zarling à noite, durante a temporada de verão, pois é uma delícia! Há muita gente caminhando, lojas abertas até tarde, sorveterias, lanchonetes, pizzarias, restaurantes, enfim, é uma avenida bem movimentada e divertida para se aproveitar no final do dia, após muito mar o dia todo.

Praia do Ribeiro:

Na Praia do Ribeiro só se chega por trilha. No próximo post vamos mostrar como fazer. É uma pequena enseada entre as praias de Bombas e Bombinhas, com pedras e linda demais. A brincadeira começa na trilha, onde vais encontrar uma bela vegetação e também lindas vistas do mar.

Não há bares, restaurantes ou lanchonetes, pois é uma pequena enseada com acesso um pouco mais limitado.

VAIS ADORAR LER TAMBÉM: Roteiro por Florianópolis.

Bombinhas:

Também conhecida como o centro da cidade, possui ótima infraestrutura, como a de Bombas, porém com ruas mais estreitas. Há também lojas, bares, restaurantes, lanchonetes, sorveterias, mercado, hotéis e pousadas, e caminhar por sua rua principal, a Av. Vereador Manoel dos Santos, à noite apreciando o movimento e o comércio é uma delícia.

A praia é uma enseada menor que a de Bombas, com areia muito branca, mar calmo com poucas ondas e uma ótima infraestrutura de diversão, com aluguel de caiaque, pranchas e outros equipamentos para brincar no mar.

Ah, para que não haja confusão (como muitos fazem), Bombinhas é o nome do município, mas a praia do centro também tem o mesmo nome da cidade.

Praia do Embrulho e Lagoinha:

A Praia do Embrulho e a da Lagoinha são grudadas e simplesmente lindas demais! Eu adoro a Lagoinha, pois possui mar muito calmo e por ter pedras na beira do mar, alguns lugares formam pequenas piscinas com peixinhos que você pode apreciar alugando um snorkel.

Na Praia da Lagoinha há um restaurante (colocamos a foto do cardápio logo ali abaixo para que tenhas ideia de preços) que funciona de outubro a abril e no verão há aluguel de snorkel, stand up e caiaque e uma petiscaria que aluga material para mergulho com snorkel.

A Praia do Embrulho fica à esquerda da Lagoinha (de quem olha para o mar), onde há um trapiche. Nela também há pedras, bancos sob árvores em frente ao mar, um verdadeiro recanto de pura beleza. Não na beira do mar, mas na rua logo acima, há bares com lanches, petiscos, sucos e um hostel.

Praia da Sepultura:

Outra pequena enseada que mais parece uma pintura, daquelas dignas de uma nobre moldura e de ser colocada em local de destaque na casa, ou melhor, em uma galeria de arte. Mar lindo e calmo, com algumas pedras onde podes te sentar e apreciar a maravilhosa obra da criação. Da Praia da Sepultura dá para avistar Bombas e Bombinhas e há também na água, alguns barquinhos de pescadores que conferem um charme ainda mais especial ao local.

A praia não é muito bem estruturada, mas tem um barzinho junto ao local onde se aluga caiaque e um bar em frente ao mar, o Ohana (cardápio logo abaixo), onde são vendidos petiscos, bebidas e açaí. Há também uma trilha que sai a partir da Praia da Sepultura, que vais adorar conhecer no próximo post.

Há estacionamentos no acesso a esta praia, onde são cobrados R$ 10 o dia, mas aqui vai uma dica mão de vaca: se tiveres sorte e chegar cedo, na praia ao lado, a do Retiro dos Padres, há alguns lugares na via pública e também em frente ao mar gratuitos.

Praia do Retiro dos Padres:

Mais um recanto em meio à natureza. É também uma pequena enseada de mar calmo e possui ponto de mergulho, assim como suas vizinhas, a da Sepultura e a da Lagoinha.

Nesta praia encontrarás o Restaurante Retiro dos Padres, que experimentamos e contamos tudo aqui. Leia e saboreie cada detalhe. Mas não deixe de visitar in loco, pois vale a pena.

Há estacionamento público gratuito, mas se não conseguires vagas, há também estacionamento pago a R$ 10 o dia.

Praia de Quatro Ilhas:

Sabes o por quê deste nome? Porque da praia se consegue avistar 4 pequenas ilhas. A Praia de Quatro Ilhas tem um mar com poucas ondas, mas dependendo da direção do vento, fica mais agitado. É também uma enseada e tem vegetação preservada nas dunas, tanto que há passarelas para chegar ao mar.

Não tem a mesma infraestrutura de Bombas ou Bombinhas, mas há alguns restaurantes na beira do mar, sorveterias e bares na primeira rua.

Mariscal:

A Praia do Mariscal é a maior de Bombinhas, embora também seja uma enseada, só que das grandes. Tem mar mais agitado e é a queridinha dos surfistas. Tem boa infraestrutura com mercado, restaurantes, farmácias, lojas, pousadas, hotéis e apartamentos para alugar.

A natureza, no mar, é mais intocada, com dunas repletas de vegetação e passarelas de madeira para chegar à areia.

Nesta página, a Mariscal_Bombinhas_SC, há vídeos e fotos incríveis de Mariscal. Dá uma olhada e me conta se não é lindo demais!

VAIS ADORAR LER TAMBÉM: Tudo o que você precisa saber para ir a Florianópolis.

Praia de Canto Grande:

A Praia de Canto Grande tem menos infraestrutura, mas está literalmente grudada à de Mariscal, que tem uma boa estrutura. É uma praia com casas de moradores e veranistas e mar com mais ondas, como sua vizinha Mariscal.

Praia da Conceição:

Passe pela Praia de Canto Grande e após uma pequena península de pedra, chegarás à Praia da Conceição. É um lindo pedacinho de praia com pedras e ar sossegado. Sem muita infraestrutura, é um recanto em forma de pequena enseada.

Praia da Tainha:

Esta foi uma das agradáveis descobertas desta viagem. Eu nunca tinha ido à Praia da Tainha, apesar das inúmeras vezes em que fui ao município. Não estou exagerando ou brincando – é um pedaço do paraíso perdido em Bombinhas. Pouca infraestrutura, mas há bares e petiscaria, aluguel de caiaques (R$ 15), de equipamento para mergulho e de equipamento para pesca. Há estacionamento por R$ 10 o dia. Trata-se de uma pequena enseada de mar calmo e areia um pouco mais granulada.

O acesso se dá por uma estrada de chão a partir da Praia da Conceição. A estrada em sim já é uma delícia, com muita vegetação e lindas vistas. Só evite usá-la em dia de muita chuva, pois há várias subidas e a estrada pode dificultar um pouco a viagem.

A Praia da Tainha é o típico lugar para se perder e torcer para não ser encontrado.

VAIS ADORAR LER TAMBÉM: O que fazer em Laguna, SC.

Praia de Zimbros:

Mar muito calmo repleto de barquinhos de pescadores. A Praia de Zimbros possui menos infraestrutura, mas conta com pousadas, bares e restaurantes. É uma praia mais tranquila, para aqueles que buscam sossego. Dona de uma paisagem bucólica inesquecível, é linda demais.

Praia do Cardoso e Praia da Lagoa:

Aqui, mais descobertas memoráveis deste passeio. Estas duas praias são desertas e só há acesso a elas através de trilha (desta trilha também falaremos no próximo post).

Paisagens incríveis, mar calmo, lugar mais calmo ainda, nada de infraestrutura e visões de encher os olhos.

Bom, estas foram as praias onde fomos recentemente. Bombinhas ainda possui outras. Sugiro que ao chegar em Bombas, procure pelo Centro de Atendimento ao Turista na Av. Leopoldo Zarling, e pegue mapas da região. Lá constarão todas as praias e também atrações.

Ah, um detalhe um pouco triste: a maioria das fotos foram tiradas em dias nublados – é, não tivemos muita sorte neste feriadão. Então, podes imaginar que os cenários das fotos com um solzão e céu azul são dignos de cinema, não é mesmo?

Se tiveres dúvidas de qual praia escolher, ou conheces outra praia incrível, deixa um comentário que vou adorar receber.

VAIS ADORAR LER TAMBÉM: O que fazer em Garopaba, SC.

Onde ficar:

Bombinhas é bem servida de hotéis, pousadas e apartamentos para alugar. Podes procurar no Booking ou no Google por hotéis e pousadas ou até mesmo por imobiliárias, caso prefiras alugar um apartamento, casa ou sobrado. Tenho duas sugestões de locais onde ficamos e gostamos muito:

EM BOMBAS: Bombinhas Summer Beach Hotel e Spa. Fica bem no início da praia, no costão de Bombas, e é uma ótima sugestão de hotel. Sobre ele contei tudo neste post – confira!

EM BOMBINHAS: Bombinhas Praia Apart Hotel. Contei tudo sobre este apart hotel neste post. Dá uma olhada e fique com mais vontade de ir a este lugar maravilhoso.

Quando ir:

Bombinhas é um lugar de natureza exuberante e muito bonito e por isso, vale visitá-la em qualquer estação do ano. No entanto, se você faz questão de um banho de mar, prefira a primavera e melhor ainda, o verão, pois as águas no sul costumam ser frias nas outras estações do ano. Mas saibas que no verão a cidade é muito agitada e lotada, com congestionamento em vários momentos do dia.

Minha dica: para entrar ou sair da cidade, vá muito cedo e saia bem tarde, pois as filas costumam ser grandes e demoradas. E vá com paciência, sabendo que valerá a pena.

Quanto ao comércio em geral, no verão funciona a todo vapor e abre até tarde. No inverno, muitas lojas e restaurantes não abrem.

As atrações nas praias, como aluguéis de caiaques, pranchas, stand up, etc, não funcionam no inverno.

Como chegar:

Bombinhas está localizada no litoral norte de Santa Catarina. Na BR 101, Km 155, entre no viaduto em direção a Porto Belo e siga pela SC 412 até chegar em Bombas, a primeira praia de Bombinhas.

DE AVIÃO: em Florianópolis há o Aeroporto Hercílio Luz. Bombinhas fica a 73 km de Florianópolis. Dali, pegue a BR 101, sentido norte. Em Navegantes, a 69 km de Bombinhas, há o Aeroporto Internacional de Navegantes. Dali, pegue a BR 101, sentido sul.

Agora que você já sabe o que fazer em Bombinhas e já conhece as suas praias, não deixe de conhecer Santa Catarina, incluindo no roteiro este pedaço de paraíso. Nós podemos ajudar na economia da viagem, através destes links:

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui.

Todos os sites acima, Booking, Rentalcar e Real Seguro Viagem, fazem cotações em diversas empresas, garantindo assim, melhores preços e opções para todos os gostos e gastos.

Não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão, seu blog de viagens:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

Michela.

15 comentários em “O que fazer em Bombinhas – praias

  1. Ai deixa eu suspirar também! O sul do Brasil tem praias belíssimas, uma pena que os brasileiros não conheçam pois sempre tendem em viajar para o Nordeste. Ótimo post, completissimo. Parabéns

    Bjs
    Dani Bispo
    Abolonhesa.com

  2. Que demais! Quero muito dedicar um tempo nesse próximo ano para explorar melhor essa região do Brasil. Uma pena não ter tanto tempo para conhecer melhor meu próprio país, tão lindo 😀 Abraço!

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: