Skip to main content

O que fazer em Berlim em 2 dias – Alemanha

Vou confessar: Berlim não estava nos meu planos recentes de viagem ou sonho de consumo para visitar. Mas como nossa passagem promocional por pontos tinha como chegada e partida Frankfurt, na Alemanha, incluímos Berlim no roteiro da nossa viagem à Europa deste ano. E vou te contar, a escolha foi acertadíssima. Berlim é uma delícia de cidade. Um livro de história a céu aberto. Gostamos muito, mas muito mesmo, que deixo agora nosso roteiro de o que fazer em Berlim em 2 dias para que tu também comeces a planejar uma viagem para lá rapidinho.

O que fazer em Berlim em 2 dias:

Primeiro dia:

Reichstag:

Reichstag é o parlamento alemão. Ali são tomadas as mais importantes decisões do país, sobretudo por adotar a Alemanha o regime de governo parlamentarista. Agendamos nossa visita gratuita ao domo do Reichstag ainda no Brasil neste site. Chegamos 20 minutos antes do horário marcado (deverás marcar um horário e respeitá-lo), demos nosso nome e informamos nosso horário ao atendente, que conferiu na lista, e entramos antes mesmo da hora marcada, sem problemas. Passamos pela segurança – raio-x – subimos por um elevador controlado por uma ascensorista, nos dirigimos a um balcão para pegar nossos audioguias (há em português de Portugal) e iniciamos nossa subida pelas rampas do domo, guiados pelo audioguia que aciona sozinho a cada ponto.

No final da visita audioguiada, tomamos um delicioso chocolate quente no café do domo.

Terminada a visita, saímos para fotos do parlamento do lado de fora.

Portão de Brandemburgo:

Do Reichstag caminhamos até o portão de Brandemburgo (em alemão, Brandenburg) que fica muito próximo e é um dos pontos turísticos mais lindos de Berlim, pelo menos, eu achei. À noite voltamos para vislumbrar a obra de outra forma e para fotos noturnas.

Ilha dos Museus:

Do portão de Brandemburgo pegamos transporte público até a ilha dos museus. Digitamos no Google Maps o nome de um museu do complexo, o Pergamon, para sabermos qual linha de metrô usar.

Este é um local com 5 museus de arquitetura belíssima: o Bode – Museum, o Pergamon Museum, o Alte National Galerie, o Neues Museum e o Altes Museum. Acabamos não entrando em nenhum porque já estava anoitecendo, mas segundo pesquisa da nossa roteirista Ester (filha), rsss, o Pergamon parece ser mais interessante.

Catedral de Berlim:

Também na região da Ilha dos Museus fica a Catedral de Berlim. Linda demais!! Olhe só as fotos abaixo. Dá para subir na cúpula, mas a entrada não é gratuita.

E a região em si é muito bonita, com o rio, pontes e belas construções. Neste local, bem na margem oposta de onde está a Catedral, fica o museu DDR que parece ser bem legal por mostrar como era a vida dos moradores da Alemanha Oriental. Uma pena não ter dado tempo de ir (chorando agora…).

Memorial do Muro de Berlim:

Já era noite e estava fechado o Memorial do Muro de Berlim. Porém, caminhamos pelo local onde ficava o cemitério Sophien Parish Cemetery. Forte demais estar ali e presenciar toda esta história um tanto recente de um muro que separou famílias, vidas. Neste local há partes do muro e estacas sinalizando por onde ele passava.

Alexanderplatz:

Esta praça é muito badalada e eu gostei porque há bastante gente caminhando, um pequeno protesto começando, enfim, parece ser o coração da cidade, mesmo com o frio ardido que estava fazendo. É nela que fica a torre de TV, um ponto turístico famoso, e lojas com preços convidativos como a Decatlon (loja de produtos esportivos e roupas para o frio com ótimo preço), a Primark com ótimos preços também, a TKK Max, a mesma TJ Max americana (da qual falei neste post), além de lojas de departamento, centros comerciais, restaurantes, cafés, souvenirs, enfim, a praça mais famosa de Berlim.

Segundo dia:

Memorial do Holocausto:

O Memorial do Holocausto fica bem próximo do Portão de Brandemburgo. São blocos de concreto de variados tamanhos, construídos em memória dos judeus mortos na Europa. Há ainda uma sala subterrânea chamada de Local da Informação, ou Ort der Information, onde há documentos sobre a perseguição e o extermínio de judeus e biografias de vítimas do holocausto.

Um local para uma profunda reflexão e respeito.

Potsdamer Platz:

O Potsdamer Platz é um local da cidade com partes do Muro de Berlim ainda de pé, fotos e muita história. Foi ali que descobrimos que eles mantiveram no chão a marca do que um dia foi o muro e por onde ele passava na cidade.


Topografia do Terror:

Da Potsdamer Platz caminhamos até o museu Topografia do Terror, local onde ficava o centro da Gestapo. Hoje abriga uma mostra que conta a trajetória nazista, bem como seus planos até a derrota. A entrada é gratuita. Bem em frente ao local fechado onde fica o museu, há uma parte do Muro de Berlim e ruínas da escola usada pela Gestapo.

Checkpoint Charlie:

A fronteira americana do quinhão tomado da Alemanha pelos Estados Unidos. Conforme vemos na foto abaixo, a Alemanha foi dividida em quatro: o setor francês, o inglês e o americano na parte ocidental e o soviético na oriental. O Checkpoint Charlie ficava na fronteira entre a Alemanha Oriental e a Ocidental no setor americano e era um ponto de controle dos EUA. No local há um pequeno museu gratuito, o Checkpoint Charlie BlacBox e no outro lado da rua, bem onde funcionava o ponto de controle, 2 homens vestidos de soldados americanos para fotos (eles cobram, heheheh).


Gedächtniskirche:

Gedächtniskirche ou Igreja Memorial Imperador Guilherme, é uma igreja que foi bombardeada na segunda guerra mundial e propositalmente não restaurada até hoje, sendo assim, transformada em um memorial da guerra. Incrível e impactante. Imperdível a visita e sua entrada é gratuita.

Kurfurstendamm:

Kurfurstendamm é a rua onde ficam lojas de grife como Hugo Boss, Tommy Hifilger, Rolex, Michael Kors, entre outras. É muito bonita e movimentada e também conta com lojas de departamento e shopping center. É nesta rua que fica a Gedächtniskirche – a atração anterior.

Onde nos hospedamos:

Neste post contei os detalhes do hotel onde nos hospedamos em Berlim pelas três noites que por lá ficamos. Foi uma ótima escolha pela qualidade e também pelo preço. Aqui você consegue conferir as tarifas e também reservar este hotel, como fizemos.

No inverno:

Fomos em fevereiro, inverno em Berlim. Estava muito frio. Na verdade, foi o local onde mais sentimos frio nesta viagem. Mas isto não impossibilitou nossos passeios. Claro que sempre atrasa um pouco, mas verifique neste post o que levar numa viagem com frio intenso.

O que não fizemos por falta de tempo e/ou dinheiro (rsssss), mas que estava nos planos e fica como sugestão:

  • Entrar em algum museu na Ilha dos Museus (ou em todos, caso prefiras e ames museus);
  • Subir na cúpula da Catedral de Berlim;
  • Visitar o museu DDR (bem próximo da catedral);
  • Subir na torre de TV na Alexanderplatz;
  • Entrar no Memorial do Muro de Berlim (gratuito);
  • Ir na rua Muhlenstrasse, onde há a maior parte do muro preservada (East Side Gallery);
  • Ir ao Parque Tiegarten.

Nao deixe de conferir os outros roteiros por lugares lindos desta Eurotrip. Olha só estas fotos:

O que fazer em Bruxelas

O que fazer em Bruges

O que fazer em Amsterdam

O que fazer em Copenhague

Onde se hospedar em Berlim:

Caso queiras escolher outro hotel que não o que usamos para nos hospedar e do qual falei mais acima, fizemos uma seleção de hotéis em Berlim (é só clicar aqui) ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, podes escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais te agrada. Escolha teu hotel clicando nele e finalize a reserva. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo. Boa estada!

 

E ainda tem mais por vir. Te inscrevas no nosso blog ali na coluna da direita colocando teu nome e e-mail e não perca nadinha de nada.

Agora que você já sabe o que fazer em Berlim em 2 dias, quer nos ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para planejar sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 🙂

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste post.

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através deste link, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

Michela

39 comentários em “O que fazer em Berlim em 2 dias – Alemanha

    1. Nossa, imagino a correria Angela! Mas é legal né? Eu também gostei muito e a Letícia amou as aulas de história a céu aberto, heheheh. Beijos.

  1. Tal como vocês, não é uma cidade que me atraía muito. Mas o vosso post mudou a minha perspetiva. Adorei a foto da Igreja Memorial Imperador Guilherme, fez-me lembrar a linda igreja do Carmo em Lisboa, que foi deixada semi-destruída para recordar o grande terremoto.
    O céu de chumbo ajudou a dar uma atmosfera dramática à visita.
    Abraço

  2. Legal seu post sobre Berlim, tenho muita vontade de conhecer esse lugar. Olhando de relance a foto da catedral, me parecia a Notre Dame de Paris vista do Sena. Impressionante também o cuidado dos alemães com sua história, para que seus mal feitos não caia no esquecimento. Parabéns, muito bom!

  3. O roteiro está ótimo, recheado de dicas impostantes e linda imagens, fiquei babando aqui com o chocolate quente no café do domo. Parabéns pelas lindas postagens!

  4. bahh não pude ver a igreja pq estavam reformando acredita?? -_- vou de novo este ano, acho q vai dar certo desta vez! gostei como deixou compacto, apesar de alguns estarem longe, o metro de Berlim é muito eficiente e chega rapidinho

  5. Caramba que post bacana!! Tenho muita vontade de conhecer Berlim e depois de ver esse roteiro fiquei com mais vontade ainda. Muito legal essa ilha dos museus, parece ser lindo.

  6. Eu amei conhecer Berlim. É uma cidade que me surpreendeu muito também! Um dos museus que curti muito foi o DDR, por ser interativo e mostrar muitas curiosidades e o dia a da da Alemanha oriental! Vale a pena a visita!

  7. Comigo foi o contrário, Berlim sempre esteve na minha lista rs
    Amo história, então sempre quis conhecer a cidade. Quando fui adorei o Parlamento! A 40 min de trem de Berlim, em Oranierburgo (acho que é assim que escreve rs), tem um campo de concentração muito interessante. Eu fui e adorei.

  8. Brelim é incrível!
    Também visitei a cidade no inverno, por isso reservei mais dias para ela. Atrações que mais gostei foram: o Parlamento que nos dá uma visão bacana da cidade e como você mostrou, o audio guia vai explicando tudo. E do campo de concentração Sachsenhausen que fica em Oranienburg.

    Excelente post para que tem pouco tempo e quer desfrutar do melhor da cidade, parabéns!

  9. Tive o prazer de conhecer Berlim no ano passado e fiquei apaixonada por aquele lugar. Pena que não consegui ver tudo, mas espero voltar em breve e seu roteiro vai ser muito útil!! 🙂

  10. Amo Berlim e achei o roteiro muito bom para dois dias básicos na cidade. Berlim é uma cidade moderna, linda é muito barata para turistar

    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

  11. Olá! Conheço Berlim e posso afirmar que suas dicas são realmente excepcionais! Eu incluiria também um pulinho em uma das boates, a vida noturna pulsa ao extremo. Eu conheci uma tal de Matrix, não sei se existe ainda, mas foi um dos melhores night clubs que já visitei na Europa. Parabéns pela matéria!

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: