Skip to main content

Malas – novas regras de franquia de bagagem

A ANAC, Agência Nacional de Aviação Civil, editou novas regras de franquia de bagagem, que entraram em vigor em 29 de abril de 2017, deixando as cias aéreas livres para estabelecerem suas próprias normas no que diz respeito às bagagens. Antes, todas as cias aéreas que operavam no Brasil eram obrigadas a despachar gratuitamente até uma mala de 23 kg por pessoa nos voos nacionais e até duas de 32 kg por pessoa nos voos internacionais. Agora, cada empresa estabelece a sua regra, mas deve, ao menos, permitir que todos os passageiros levem uma bagagem de mão de até 10 kg sem custo algum.

Disseram para nós que esta regra seria benéfica ao consumidor, visto que, carregando menos peso, a aeronave gastaria menos combustível e ofereceria, por conseguinte, tarifas mais baratas aos clientes. Vemos isso nos EUA e Europa, por exemplo. Lá é comum encontrar passagens baratas em cias low cost que cobram pela alimentação e bagagem para ter preços competitivos. Mas aqui, como sempre ou como na maioria das vezes, a coisa não é tão simples assim.

E dou um exemplo: meu esposo comprou passagens para São Paulo há uns 4 meses atrás com direito a bagagens sem custo, uma vez que a compra foi efetuada dias antes da nova norma entrar em vigor, e pagou mais barato do que uma cotação feita semana passada, também para São Paulo, mas agora, sem direito a levar malas sem custo. Viu só? Temos a prova de que esse benefício ainda não está tão claro para nós, consumidores. Um desabafo… Agora vamos às regras:

Novas regras de franquia de bagagem das cias aéreas:

Então, mas já que agora nos empurraram mais esta (e veja bem, não sou contra esta nova norma, desde que aqui também sejam oferecidas passagens com bons preços), vamos às regras de cada cia aérea para que tenhas noção de antemão do que vais pagar a título de franquia de bagagem e até se prevenir de gastos futuros mais elevados.

FRANQUIA DE BAGAGEM NA LATAM:

Ao fazer uma compra de passagem pelo site da Latam, escolhendo seu destino, as datas de ida e volta e o número de passageiros e clicando em procure seu voo, uma tela similar a da foto abaixo aparecerá. Perceba que há três tipos de tarifas: a light, a plus e a top. Na light, com tarifas menores, não tens direito a despachar malas sem pagar taxa por isso. Na plus podes levar uma bagagem despachada de 23 kg sem custo adicional. E na top, duas peças de 23 kg sem custo.

Quem é mais phyno e possui os cartões LATAM Fidelidade Black, Black Signature e Platinum pode levar uma bagagem adicional, de até 23kg, independente da tarifa que compre, sem custo.

Caso compres a tarifa sem franquia de bagagem, ou seja, a com valor menor que não te dá direito a levar bagagem sem custo, poderás pagar as seguintes taxas por suas bagagens de até 23 kg cada:

NO BRASIL:

a) Adquirindo a franquia de bagagem junto com a compra da passagem:

  • 1ª peça: R$ 30
  • 2ª peça: R$ 50
  • 3ª peça em diante: R$ 80

b) Adquirindo antes da viagem pelo site ou central de vendas da Latam:

  • 1ª peça: R$ 50
  • 2ª peça: R$ 80
  • 3ª peça em diante: R$ 110

c) Adquirindo no aeroporto (loja ou balcão):

  • 1ª peça: R$ 80
  • 2ª peça: R$ 110
  • 3ª peça em diante: R$ 200

INTERNACIONAL:

Partindo do Brasil para a América do Norte, Europa, África e Oceania, o passageiro tem direito a despachar duas malas de 23 kg cada na cabine econômica, sem custo adicional. Para o Caribe, uma peça de até 23 kg (voos para Cancun seguem as regras para a América do Norte).

Para maiores informação, clique neste link da Latam.

FRANQUIA DE BAGAGEM NA GOL:

Simulando a compra de uma passagem pela Gol, escolhendo seu destino, as datas, o número de passageiros e clicando em compre aqui, aparecerá uma tela igual a da foto abaixo com opção de três tarifas – a flexível, onde é possível despachar uma mala sem custo de até 23 kg, a programada, onde também poderás despachar uma mala de até 23 kg gratuitamente, e a light, tarifa menor, mas sem direito a despachar bagagem sem custo.

Comprando a tarifa menor, ou seja, a light, em caso de despacho de bagagens, vais pagar:

NO BRASIL:

a) Comprando a franquia de bagagem nos canais digitais:

  • 1ª peça: R$ 30
  • 2ª peça: R$ 50
  • 3ª até a 10ª peça: R$ 60 cada

b) Comprando no balcão de check-in:

  • 1ª peça: R$ 60
  • 2ª peça: R$ 100
  • 3ª até a 10ª peça: R$ 120

INTERNACIONAL:

a) Comprando nos canais digitais:

  • 1ª peça: U$ 10
  • 2ª peça: U$ 30
  • 3ª até a 10ª peça: U$ 45

b) Comprando no balcão de check-in:

  • 1ª peça: U$ 20
  • 2ª peça: U$ 60
  • 3ª até a 10ª peça: U$ 90

Os clientes Smiles das categorias prata, ouro e diamante possuem vantagens nas franquias. Para saber mais, acesse este link da Gol.

FRANQUIA DE BAGAGEM NA AZUL:

Fazendo a compra da passagem pelo site da Azul Linhas Aéreas, ao colocar o destino, as datas e o número de passageiros, abrirá o valor das tarifas como no quadro abaixo:

Note que na linha, Detalhes do voo, há a tarifa mais Azul e a tarifa Azul. Colocando o mouse no i, aparecerá a informação sobre as bagagens. Adquirindo a passagem da tarifa mais Azul, podes despachar uma mala de até 23 kg sem pagamento de extras.

Já comprando a tarifa mais baixa, a Azul, caso despaches objetos, pagarás:

BRASIL:

a) Adquirindo pelo site, call center ou aplicativo:

  • Uma peça de até 23 kg: R$ 30

b) Adquirindo no aeroporto:

  • Uma peça de até 23 kg: R$ 50

INTERNACIONAL:

a) Para os Estados Unidos e para a Europa, o passageiro da classe econômica tem o direito de levar até duas peças de 23 kg cada sem custo adicional.

b) Para a América do Sul e Caiena, o passageiro, adquirindo passagem mais Azul, tem o direito de despachar uma bagagem de até 23 kg gratuitamente.

Caso leve mais bagagem, pagará como excesso de bagagem. Leia aqui neste link da Azul maiores informações, inclusive a relação dos valores disponíveis para excesso.

FRANQUIA DE BAGAGEM NA AVIANCA:

Por enquanto, continua sem custo adicional uma bagagem de 23 kg para cada passageiro nos voos nacionais e nos voos internacionais, depende de cada país ou região. Aqui neste link da Avianca podes ter maiores informações.

CIAS INTERNACIONAIS:

Em várias delas ainda é permitido despachar malas sem custo. Neste link da American Air Lines, podes conferir as regras desta empresa aérea, que em muitos casos, admite uma mala de até 23 kg sem custo. A Air France também permite uma bagagem de até 23 kg sem custo para voos internacionais na classe econômica (saiba mais). Na KLM a franquia gratuita é também de um item de até 23 kg. Já a TAP, a partir de setembro, possibilitará o despacho gratuito de bagagens em algumas tarifas (confira aqui). Na Iberia, voos com destinos a Madri permitem o despacho de 2 malas de até 32 kg cada. Já voos com parada em Madri por um dia ou mais, uma mala de até 23 kg.

Concluindo: verifique a franquia de bagagem de cada cia aérea ao comprar suas passagens para voos internacionais, pois cada uma possui sua política.

Tens alguma dica ou maiores informações sobre franquia de bagagens? Deixe para nós nos comentários.

Já que estás de viagem marcada e arrumando as malas, não deixe de ler também:

Bagagens, o que pode e o que não pode

Malas, seja econômico até nisso (com check-list de inverno)

O que vestir no frio intenso em uma viagem

 

Agora que já sabes quanto vais pagar por suas malas, podemos ajudar na economia das tuas viagens  com estes links a seguir para as reservas:

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste postPreços ótimos – experiência própria.

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através deste link, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

Não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão, seu blog de viagens:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

E já conhece a nossa loja virtual? Dá só uma olhada: nossa loja virtual – tua loja de viagens.

Você pode salvar este texto no teu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

novas regras de franquia de bagagem

Michela

31 comentários em “Malas – novas regras de franquia de bagagem

  1. Essas regras sõ vieram para complicar a vida dos passageiros, uma vez que existem diferenças de uma empresa para outra. Além do que dificilmente veremos a compensação no preço das passagens!

  2. Lamentavelmente a cada dia que passa as coisas pioram pro nosso lado! Quando eles disseram que o preço iria cair eu dei risada… e claro que não caiu! Adorei o post! Ainda não voei depois da mudança e quero ver como vou me adaptar em breve. 🙂 Valeu pelo post!

  3. O triste foi ver que, como a gente já suspeitava , o preço das passagens não baixou por conta das mudanças.
    Obrigada por partilhar as especificações, a gente tem que ficar mesmo de olho agora para não levar prejuízo!

  4. Super útil o post, parabéns. Tive mta dificuldade c isso qdo fui pro Brasil agora e fizemos vários voos internos com cias diferentes, principalmente pq tinhamos itens de bebe para despachar. Não consegui informaçoes em lugar nenhum qto a isso, acredita?

  5. Eu ainda não me conformei com estas novidades, mas fazer o que.. =( Bom, de todo jeito, Michela, parabéns pelo post! Realmente com estas mudanças o assunto fica ainda mais complicado e muita gente acaba se confundindo na hora de preparar a mala. Fora que ninguém merece gastar dinheiro atoa por conta de não estar a par da nova legislação né?

  6. É, as coisas estão mudando! Tá ficando um pouco parecido com o que temos vivido aqui pela Ásia, e dessa forma, viajamos com o mínimo possível… Mas sempre pagamos por uma parte de bagagem extra… é complicado!

  7. Parabéns pelo post! Super completo! Após as mudanças, eu fiquei positivamente surpresa de ver a diferenciação de tarifas… como está sendo praticada uma mais baixa para as passagens sem franquia de bagagem, conseguimos ir acompanhando se tivemos benefício mesmo na mudança ou não….

  8. Viajamos recentemente mas tínhamos comprado nossas passagens antes das novas normas, entretanto percebemos muitos passageiros confusos com o tamanho das malas e com o peso. Seu post vai ajudar muitos leitores a não ficarem perdidos com as malas.

  9. Não tava sabendo que o preço tava subindo horrores na hora de despachar, eu acho que essa regra foi só pra tirar dinheiro do consumidor já que a passagem continua o mesmo preço, o jeito é tentar em viagens curtas se contentar com os 10 kg pra fugir da tarifa.

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: