Skip to main content

Onde comer em Campos do Jordão – Restaurante Dona Chica

Truta é um dos pratos mais típicos de Campos do Jordão. O peixe de água doce é facilmente encontrado na cidade, e ir até lá é uma ótima oportunidade para provar uma bela truta. Sendo assim, comer uma truta foi um dos primeiros programas que eu decidi que faria na cidade. Começou então minha saga para escolher onde comer em Campos do Jordão, até que cheguei ao Restaurante Dona Chica.

Fui com grandes expectativas ao restaurante, e isso é péssimo. Eu sou uma pessoa que cria muitas expectativas, então sempre tenho que controlá-las para não sair decepcionada de algum lugar caso tudo não ocorra como eu tinha imaginado. Mas, ufa, parece que o Dona Chica adivinhou todas elas e as superou! Hahaha.

 

Também podes curtir:

Tour autoguiado de arquitetura no Centro de SP – como funciona?

Tour pelo Edifício Matarazzo, em SP: gratuito e nota 10!

Onde comer barato no aeroporto de Guarulhos, com fotos do menu

 

Onde comer em Campos do Jordão – Dona Chica Restaurante

Começando pelo ambiente: o Dona Chica é localizado no Horto Florestal de Campos do Jordão, um parque do qual eu não esperava muito, mas que também me surpreendeu positivamente. É um parque lindo, enorme, super bem cuidado, com várias opções de recreação como trilhas, aluguel de bikes, arvorismo… E o Dona Chica está lá, no meio, combinando muito bem com a proposta do parque. Comentei com meu namorado que esse tipo de parque costuma carecer de boas opções de alimentação – geralmente há aquela lanchonete ou restaurante com preços exploradores, comida de qualidade duvidosa e sem personalidade. O Dona Chica, não: é mesmo aquele restaurante que vale o deslocamento até o parque apenas para apreciá-lo e que vai além do parque, sendo uma ótima opção de onde comer em Campos do Jordão!

O ambiente do restaurante é simples, como devia ser. Convidativo, colorido. Mas o melhor, além da comida, é claro, está do lado de fora do restaurante, sob as árvores: redes e sofás! Eu e meu namorado frequentemente pontuamos que vários restaurantes deviam possuir uma área para descanso pós refeição. Há alguns restaurantes nos quais se vai apenas pela refeição, se saindo em seguida, mas há vários em que o momento combina com uma estada no local mais alongada, acompanhada daquele cochilo pós almoço. Isso é a cara do Dona Chica, e nossa, quando vimos aquelas redes, a gente se olhou e riu: alguém tinha adivinhado nossos pensamentos, hahaha.

 

Onde comer em Campos do Jordão: Dona Chica Restaurante

 

 

Área de brinquedos do Dona Chica

O atendimento é educado, gentil. Não há como não se sentir bem recebido.

O restaurante possui uma proposta que o diferencia do lugar comum: privilegiar os ingredientes locais, de forma a evitar o desperdício, e fazer uso consciente de tudo que passa pelo restaurante. Dessa forma, é privilegiado o uso de garrafas de vidro em detrimento das de plástico; o uso de jogos americanos nas mesas, facilmente higienizáveis, dispensando a lavação frequente, como seria com toalhas de tecido; óleo de cozinha e lixos inorgânicos são reciclados e etc.

O menu, obviamente, vai ao encontro dessas especificações. Ele é enxuto, facilitando a escolha (apesar de que há muitas opções deliciosas, e eu só não tive dificuldade para escolher – como sempre tenho, gasto quase mais tempo com o menu na mão do que na própria refeição – porque sabia que ia querer a truta), e os ingredientes locais realmente estão lá, como estrelas.
As entradas são muito convidativas. Por sermos convidados do local, fomos servidos com um mix de um pouco de algumas entradas do menu – adoro! Estavam lá o peixinho da horta (que de peixinho não tem nada! Na verdade ele é uma folhinha – uma PANC, planta alimentícia não convencional – à milanesa e bem crocante) acompanhado de um chutney de cebola delicioso e bem apimentado, o bolinho de pinhão (adoro como a culinária jordanense usa bastante o pinhão!), o bolinho de truta (meu preferido, perfeito), o mugango, que eu também não conhecia, que também é uma PANC que lembra bastante um pepino, e que veio em um molho muito saboroso à base de mostarda), e algumas pimentas. Tudo muito saboroso. Recomendo o bolinho de truta em especial, e o peixinho da horta, que me surpreendeu com sua crocância. Ótima opção para vegetarianos!

 

Mix de entradas (elas estão disponíveis isoladamente e em porções maiores no menu)

 

Close no bolinho de pinhão. Dá para notar que tava bem crocante, né?

Nos foram servidas também algumas fatias de uma fruta da qual eu nunca tinha ouvido falar (e eu quase não gosto de experimentar comidas novas), o tomate de árvore! Come-se apenas a polpa, que o namorado disse lembrar uma goiaba – apesar de ser bem difícil de descrever. É um pouco doce, um pouco cítrica, bem saborosa.

 

Tomate de árvore

De prato principal, pedimos a truta grelhada com molho de alcaparras. De cara, quando vi que a truta veio sem limões acompanhando, já pedi para que a simpática garçonete trouxesse alguns limões. Não como peixe sem limão, parece que está faltando algo. Mas quando eu coloquei o peixe na boca, juro, o tempero estava tão marcante, tão especial, que eu dispensei o limão pela primeira vez na minha vida, hahaha!! Queria sentir aquele tempero especial. Muito, muito, muito bom messsmo. Acompanham todos os pratos principais arroz, feijão carioca (adoro), salada, farofa de pinhão e batata gratinada aos 3 queijos. Tudo bem feito, mas eu tenho que chamar a atenção para a batata gratinada: boa demais!! Achei muito criativo esse acompanhamento e estava perfeita, deliciosa mesmo.

Duas trutas inteirinhas e a batata gigante gratinada! (Era gigante mesmo)

 


De sobremesa, pedimos uma cheesecake de tomate de árvore e um brigadeiro de capim santo. Quando eu falei que ia pedir um brigadeiro de capim santo, o namorado fez uma cara de “não boto fé”, mas eu sabia o que tava fazendo, haha. Perfeito, o brigadeiro!! Macio, lisinho, e com um gostinho no fundo de chá delicioso. O namorado não é nem um pouco fã de chá e adorou, admitiu o erro com o preconceito na primeira colherada, foi bem engraçado hahaha. A cheesecake também estava saborosa, bem cremosa, e a calda de tomate era uma delícia. Mas eu preferi meu brigadeiro, haha! Por mais sobremesas como essa, que valorizam o que é nosso (quer sobremesa mais brasileira do que o brigadeiro?), brincando com os sabores.

 

Cheesecake com calda de tomate de árvore

 

Já com saudades desse brigadeiro

 

Vai dizer que não é uma sobremesa fotogênica! Haha

Pedi ainda um suco de frutas vermelhas. De novo, muito bem feito: era fruta pura, sem enganação.

Achei os preços do Dona Chica muito justos. A comida era extremamente bem preparada e deu para notar que não era nem um pouco aquele tipo de lugar que engana o cliente ao servir algo com qualidade diferente do que promete, sabe? O que infelizmente é bem comum em Campos do Jordão e outras cidades turísticas. Sem falar que as porções eram enormes. Eu e meu namorado somos ótimos de garfo (juro. Nível vergonha alheia ahhaha) e só não sobrou da truta, do resto sobrou. Os pratos servem duas pessoas e da truta grelhada em especial posso falar: serve bem duas pessoas com fome ou até três sem muito apetite. Coloquei abaixo algumas fotos do menu, de forma que possas ter noção dos preços praticados nessa opção de onde comer em Campos do Jordão.

 

 

Seguindo a proposta de servir e priorizar alimentos da região, o Dona Chica tem um pequeno armazém maravilhoso, onde todos os produtos (exceto por uma marca de arroz) são da Serra da Mantiqueira. Há desde geleias e chutneys (inclusive o de cebola, bem saboroso) até cervejas, passando inclusive por algumas frutas como o tomate de árvore e até um queijo grana padano!! Dá para comprar inclusive à granel, em lascas! Achei maravilhoso!

 

Produtos do armazém do Dona Chica

No fim, a visita ao Dona Chica foi ainda mais agradável do que eu esperava. A soma de comida muito bem feita + ingredientes de qualidade + proposta sustentável + clima delicioso do Horto + redes para a sesta é imperdível. Recomendo fortemente a visita ao Dona Chica!

 

Serviço:

Dona Chica Restaurante

Avenida Pedro Paulo Filho, Horto Florestal

(12) 3663 3953

Não é necessário fazer reserva

 

Onde se hospedar em Campos do Jordão:

Fizemos uma seleção de hotéis (é só clicar aqui) ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, você pode escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais agrada você. Escolha o seu hotel clicando nele e finalize a reserva. E use esta mesma pesquisa para qualquer outra cidade da sua viagem. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo. Além de uma ótima opção de onde comer em Campos do Jordão, agora tens boas opções de onde se hospedar na cidade. Boa estada!

Agora que já sabes dessa ótima opção de onde comer em Campos do Jordão, quer nos ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para planejar sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 🙂

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste post. Tem preços ótimos!

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através deste link, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

onde comer em campos do jordao sao paulo

 

Espero que tenham curtido conhecer essa opção de onde comer em Campos do Jordão!

 

 

 

 

 

 

Este não é um publieditorial. O Mapa na Mão fez uma parceria com o Restaurante Dona Chica para que os leitores pudessem conhecer essa opção de onde comer em Campos do Jordão, porém a opinião acima relatada é independente, pois nossas avaliações são livres e expressam nosso ponto de vista.

SalvarSalvar

12 thoughts to “Onde comer em Campos do Jordão – Restaurante Dona Chica”

  1. Hmmm! Já me ganhou na primeira foto com a rede!!! Também preciso voltar correndo em Campos do Jordão pra conhecer e experimentar essas maravilhas! Esse post deu água na boca!

  2. Comida gostosa, valorizando os ingredientes locais (consciência ambiental) e ainda em contato com a natureza?! Tem como não curtir?!

    Eu fiquei doida para experimentar estas coisas diferentes que você menciona. Um monte delas nunca ouvi falar e tudo me pareceu com uma cara ótima. Desejei com muitas forças!!!! rsrsrs Nem sou fã de doces, mas aquele brigadeiro de capim santo… avemaria!!!!!

    1. Pois então! Juntou muitas qualidades em um restaurante só!! Quando der um pulinho em Campos tenta ir lá, haha! Simmm, meu namorado também não é muito fã e amou! É um doce super diferente!

    1. Fico feliz que tenhas gostado da dica, Francisco!! Pois é, o Dona Chica, por estar fora da rota dos restaurantes mais famosos, é desconhecido por muita gente, o que é uma pena, porque é imperdível! Abraço!!

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: