Skip to main content

A cidade mais alemã do Brasil – o que fazer em Pomerode

Quando namorávamos, meu esposo trabalhou uns meses em Pomerode, lá no início dos anos 90. E naquela época eu já ouvia falar de lá e morria de vontade de conhecer a cidade mais alemã do Brasil. E não é que só agora matei a vontade? Mas não matei bem matada, porque adorei a cidade e já estou com vontade de voltar. É uma delícia, uma graça, e aqui conto o que fazer em Pomerode, Santa Catarina, em um roteiro de 1 dia.

O que fazer em Pomerode, nosso roteiro:

Pórtico do Imigrante:

Como viemos de Jaraguá do Sul pela SC 416, ao chegarmos em Pomerode, fomos recepcionados pelo Pórtico do Imigrante – uma réplica em tamanho natural do Portal de Stettin, região que foi capital da Pomerânia. Foi construído para homenagear os imigrantes colonizadores que fundaram a cidade.

Localização: Rua Presidente Costa e Silva, 980.

Atração gratuita.

Portal Sul:

Já quem vem pela SC 418, encontra ao chegar à cidade, o Portal Turístico Sul ou Portal Sul para os íntimos, talvez. Um lindo portal em estilo enxaimel para já dar o gostinho da belezura de lugar que encontrarás ao entrar. Logo atrás do portal há uma simpática pracinha.

Localização: Acesso Jorge Lacerda, 821, Centro.

Atração gratuita.

Rota do Enxaimel:

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Rota do Enxaimel é um caminho com edificações neste estilo. Inclusive, em Pomerode, encontra-se o maior acervo de edificações em estilo enxaimel fora da Alemanha. E a rota encanta não só pelas suas lindas casas, mas também pela paisagem. Nela está também o cemitério mais antigo do município, o Cemitério dos Imigrantes, em frente à Igreja Luterana de Testo Alto.

Mas que raios é esta história de estilo enxaimel que já li umas vezes neste post? Logo ali mais abaixo eu te conto.

Teatro Municipal:

Bem no centrinho, entre outras construções antigas, históricas e belas, está o Teatro Municipal. Ao lado dele, o Museu Pomerano e também o Centro Cultural com lojinhas de artesanato. E olha só que legal: na época da Páscoa, entre o Teatro Municipal e o Museu Pomerano, é montada a Osterbaum. Não sabes o que é? Vou falar então um pouco mais no próximo tópico.

Localização: Rua Hermann Weege, 111.

Osterbaum:

Quase não pude acreditar que, quando fomos até lá neste ano, em 1º de maio, a Osterbaum ainda estava montada, lindamente nos aguardando. Trata-se da Árvore da Páscoa, ou seja, uma árvore com galhos secos toda decorada com casquinhas de ovos pintadas. O costume veio da Alemanha e a Osterbaum de Pomerode é a maior do mundo com mais de 80 mil casquinhas naturais de ovos. É linda demais. Vale a pena visitá-la na época da Páscoa. Informe-se antes o período em que ela fica montada na cidade, caso faças questão de apreciá-la.

Museu Casa do Imigrante:

Infelizmente, no dia em que fomos, feriado do Dia do Trabalho, o Museu Casa do Imigrante estava fechado. Mas o local em si, por fora mesmo, é uma graça. Casa em estilo enxaimel, açude, roda d’água, um belo jardim e até uma academia ao ar livre nas proximidades. Dentro do museu, que não vimos, há um patrimônio deixado pelo imigrante Carl Weege, composto por móveis antigos e decoração típica, de acordo com o mapa turístico.

Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 12h e das 13h às 17h.

Localização: Rua Vidal Ferreira, 956. Em frente da casa passa a Rua Frederico Weege.

Museu do Marceneiro:

O Museu do Marceneiro fica na Rua Alfredo Hoge, 525, e conta a história da empresa familiar de móveis, a Móveis Behling. No local há uma loja com peças de madeira, como facas, utensílios para cozinha, decoração entre outros, um rio atrás e uma roda d’água no andar de baixo. Atração gratuita.

Praça Torgelow:

Inaugurada em 2010, foi construída em comemoração aos 180 anos de imigração alemã em Santa Catarina. Conta com esculturas de bronze feitas pelo artista de Lages-SC, José Batista, representando personagens e objetos em tamanho natural que simbolizam os imigrantes alemães.

Situa-se ao lado do Zoo e em frente ao Centro Cultural, na Rua Hermann Weege, Centro.

Estilo enxaimel:

Conforme prometido, aí vai o significado. Trata-se de um estilo de construção totalmente artesanal, onde as paredes são montadas com hastes de madeiras encaixadas entre si, sem a necessidade de pregos. Entre as hastes de madeira, colocam-se pedras ou tijolos. Geralmente, os telhados são bem inclinados devido às características climáticas europeias.

Em Pomerode com crianças:

Um minuto de silêncio, por favor… Obrigada! Agora vou te contar o motivo da tristeza: começou a chover e também já não tínhamos mais tempo para visitar o Zoo Pomerode e a Vila Encantada. E olha que não sou mais criança! Mas ouvi falar que esse Zoo é bem legal e por isso estou chorando agora (brincadeira, mas que dá vontade, ah dá).

O Zoo Pomerode abre todos os dias, das 8h às 18h e o ingresso custa R$ 33 o adulto e R$ 16,50 para estudantes e professores.

A Vila Encantada, que é o primeiro parque de dinossauros de Santa Catarina, funciona de quarta a sexta das 8h às 18h (bilheteria fecha às 17h), sábados, domingos e feriados das 9h às 19h (bilheteria fecha às 18h). Na foto abaixo estão os horários das atrações. Adultos pagam R$ 25, crianças até os 12 anos, estudantes (com carteirinha com foto) e a partir de 60 anos (com RG) pagam R$ 20.

Bom,  nós não fomos, mas o pessoal do Malas & Malinhas, do Trilhas e Cantos e do Descansa na Volta foi e deixo aqui os links para que tu conheças melhor as atrações:

Zoo Pomerode, por Malas & Malinhas

Vila Encantada, por Malas & Malinhas

Zoo Pomerode, por Por aí com os Pires

O blog Trilhas e Cantos escreveu sobre o que fazer com crianças em Blumenau e região e incluiu o Zoo

O blog Descansa na Volta fala de Blumenau, do Beto Carrero e de Pomerode, incluindo as 2 atrações do tópico

Nugali Chocolates:

Há uma chocolateria por lá que fabrica seus próprios chocolates, desde a amêndoa do cacau. Na verdade, é uma das únicas marcas brasileiras a fabricar seu chocolate desde o início da produção. A Nugali Chocolates fica na Rua XV de Novembro em uma simpática, perfumada e deliciosa loja.

Gastronomia:

Há uma boa variedade de restaurantes com comidas típicas alemãs e também de outros tipos, pizzarias e confeitarias. Nós almoçamos na Confeitaria e Restaurante Torten Paradies (Rua 15 de Novembro, 350 – Centro), onde é servido um buffet variado a quilo no almoço, e café colonial à tarde. Nesta confeitaria também irás encontrar cucas alemãs deliciosas. Eu tratei de comprar para trazer para casa uma de morango, uma de nata e uma de abacaxi.

E bem próximo, em Jaraguá do Sul, podes conhecer e provar as delícias do Café Colonial Strudel Haus. Eu contei aqui como foi nossa experiência nesta loucura de café colonial. Confere e me conta se não dá vontade de ir correndo! Hum, hami, hami…

Onde se hospedar em Pomerode:

Fizemos uma seleção de hotéis (é só clicar aqui) ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, você pode escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais agrada você. Escolha o seu hotel clicando nele e finalize a reserva. E use esta mesma pesquisa para qualquer outra cidade da sua viagem. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo. Boa estada!

Nesta viagem nos hospedamos em Jaraguá do Sul. Neste post contei detalhes do Hotel Nelo onde nos hospedamos em Jaraguá do Sul. Eu recomendo este hotel pelo ótimo custo-benefício. Clique aqui para ver as tarifas e também fazer a tua reserva. A distância entre as duas cidades é de aproximadamente 35 km.

Como chegar:

DE CARRO: quem vem pela BR 101 pelo norte de Santa Catarina, é melhor pegar a BR 280 no viaduto de acesso a Jaraguá do Sul. Quem vem do sul, pode pegar a BR 470, entrando, sentido Blumenau, no acesso a Navegantes.

DE AVIÃO: a 75 km há o Aeroporto Internacional de Navegantes, que fica no município de mesmo nome. Este aeroporto recebe voos de diversas cidades do Brasil. E em Florianópolis, você pode pousar no Aeroporto Hercílio Luz, que fica a 179 km de distância, com voos de Porto Alegre, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Chapecó, Brasília, Buenos Aires.

Quando ir:

Nós fomos no outono e o clima estava bem agradável. O sul do Brasil costuma ter as estações bem definidas. Logo, no verão é calor e no inverno, frio. Mas esta é uma cidade gostosa para passear o ano inteiro. Esta região de Santa Catarina têm praias maravilhosas. Balneário Camboriú, por exemplo, fica a 84 km de distância. Nossa amada Bombinhas, a 125 km. E Itapema, outra maravilhosa cidade, a 99 km. Assim, podes vir para Pomerode no verão e também dar um pulinho no litoral. E no inverno, ah, este é um momento gostoso para provar as delícias da região e se aconchegar neste recanto alemão do sul do Brasil. Se queres conhecer a Osterbaum, escolha um período próximo da Páscoa.

Atendimento ao turista:

No Portal Turístico Sul fica o atendimento ao turista. Funciona diariamente das 8h às 18h. Aproveite para pegar o mapa da cidade. No mesmo local há uma loja de souvenirs e artesanato.

A Márcia do Casa de Doda deixou neste link o calendário de eventos de 2017. Ainda dá tempo de aproveitar muitas coisas boas por lá.

Espero que curtas nosso roteiro por este encanto de cidade do Vale Europeu Catarinense. E quando fores lá, me conta como foi nos comentários, combinado?

E como estás vindo para Santa Catarina, que tal ler sobre outros locais lindos por aqui para conhecer? Dá uma conferida:

Guia completo de Meia Praia

O que fazer em Bombinhas – praias

O que fazer em Blumenau – roteiro de 1 dia – aproveite, é bem perto de Pomerode!

Um dia na Serra do Rio do Rastro

Tudo o que você precisa saber para ir a Florianópolis

 

Agora que já sabes o que fazer em Pomerode, Santa Catarina, quer nos ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para planejar sua viagem! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 🙂

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste postPreço ótimo de acordo com nossas pesquisas.

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através deste link, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

o que fazer em pomerode

SalvarSalvar

24 thoughts to “A cidade mais alemã do Brasil – o que fazer em Pomerode”

  1. Nossa. A cada post seu vejo que não conheço nada dessa região. Imagina do Brasil! Muito legal poder conhecer lugares diferentes pelo seu olhar.

  2. Que gracinha que é Pomerode, nunca tnha ouvido falar! Acho surreal essas cidades do sul que parecem ter saído da Europa. Ainda preciso explorar essa região tão única do Brasil 🙂

  3. Para conhecer tudo que “A cidade mais alemã do Brasil” tem a oferecer indico a Pomerode Jeep Tour. São passeios a bordo de uma viatura militar guiados por um Turismólogo bilingue (alemão/português) especializado na Cultura, História e Tradição.
    Também trabalhamos com trilhas ecológicas e cachoeiras.
    Segue o contato: 47 9 9150 0003

    1. Obrigada pela dica, Ronald. Aproveito para sugerir a você que compartilhe este post, peça aos seus amigos para também compartilhar, para que outras pessoas sintam o desejo de ir até Pomerode e o turismo bombe por aí. Abraço.

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: