Skip to main content
furto-de-malas-como-evitar

Furto de malas na área restrita dos aeroportos: como evitar

Outro dia estava conversando com uma amiga (oi, Isa!) e ela me contou que não fazia ideia de que havia tanto furto a objetos dentro de malas no próprio aeroporto, na área onde nossas malas deviam estar seguras, no trajeto do despacho da bagagem (quando tu a entregas no balcão de check-in) até o porão de bagagens do avião. Pois é, não deveria, mas furto de malas acontecem.

Naqueles momentos,mala é de responsabilidade da empresa aérea, e deveria voltar às nossas mãos do mesmo jeito que foi… Mas, infelizmente, muitas vezes isso acontece de forma diferente, e alguns funcionários mal intencionados abrem propositalmente as malas para furtar o que há dentro.

É algo tão ridículo e absurdo que já me estressou durante um tempo! Hoje eu me protejo, evitando que isso aconteça, e que isso estrague alguns minutos da minha viagem. Quer saber como evitar ou dificultar esses furtos? Vem que te conto!

 

Outros posts sobre arrumação de malas que podem te ajudar:

Bagagens – o que pode e o que não pode

Arrumando as malas: seja econômico até nisso (checklist de inverno)

Novas regras de franquias de bagagem no Brasil

O que vestir em um frio intenso em uma viagem

Quando acontece o furto de malas?

Bom, primeiro, é necessário saber que também não é incomum o furto de malas inteiras quando se está no saguão do aeroporto (naqueles momentos de descuido, quando não se está olhando a mala porque se está na fila para pagar a casquinha do Mc Donald’s, hahah). Então, enquanto não tiver despachado sua mala ainda, todo cuidado é preciso. Quando eu cochilo no aeroporto, é sempre em cima da própria mala, hahha.

Outra coisa que pode acontecer é sua mala ser extraviada enquanto está em poder da companhia aérea. Falo um pouco disso abaixo. Mas o furto de malas do qual estamos falando aqui nesse post é de objetos dentro da tua mala. Esses furtos acontecem quando a mala está a cargo da cia aérea, depois de tu tê-la despachado no balcão de check-in e antes de ela chegar no porão de bagagens do avião – uma área que é restrita a funcionários.

Então, sim, quem pratica esses furtos são alguns funcionários mal intencionados. Já li sobre passageiros também terem praticado esses furtos, mas, para isso, eles teriam que entrar nessas áreas restritas – bandidagem pura. Isso quer dizer que tuas malas podem estar desprotegidas nesse caminho, mas dá para fazer alguns truques que dificultam o furto, já que, muitas vezes, os bandidos têm pouco tempo para furtar ou precisam ser discretos – então as malas mais desprotegidas serão visadas.

Evitando o furto de malas – dicas:

1. NUNCA, JAMAIS, leve bens de valor na mala.

Dinheiro, joias, qualquer tipo de eletrônico… Isso tem que ir na mão, contigo! De preferência na tua bolsa ou mochila pessoal, mas se não couber, te planeja para levar uma mala de bordo para levar especialmente esse artigo! Mas também cuide muito das dimensões da mala de bordo para não correr o risco de chegar no check-in e a empresa obrigar você a despachá-la. Ah, e se levar mala de bordo, coloca cadeado nela. Já ouvi falar de furtos dentro do próprio avião! Ainda mais agora, em que mais gente tem viajado com mala de bordo por conta das restrições de bagagem, tem sido bem comum que não haja lugar para a tua mala logo acima da tua poltrona e tu tenhas que colocar ela um pouco longe de ti. Ninguém viaja com a cabeça virada para conferir se a mala está segura durante todo o voo, né? Então fecha ela com um cadeado para a viagem ser mais tranquila.

Mas, voltando ao papo de segurança: gente, isso é MUITO sério! Independente de todas as dicas que vou dar aqui, quando um cara vê que tem uma câmera fotográfica ou algo do tipo dentro da mala, ele vai se arriscar para tentar pegar. Então não, nunca leve, sob nenhuma hipótese na mala depachada. Mas, mesmo não levando essas coisas de mais valor, vez ou outra levamos malas visadas por levar, por exemplo, maquiagens, sapatos novos, perfumes (que precisam ser despachados caso tenham mais de 100 ml ou não caibam naquele saco plástico)… Então, vale prestar atenção às outras dicas.

2. Contrate um seguro viagem:

Seguro viagem é essencial, gente. Primeiro porque ele é obrigatório para boa parte dos países para onde viajamos. Isso significa que, caso te peçam a apólice de seguro na entrada do país (nunca nos pediram, mas pode acontecer) e tu não tiver, eles podem te barrar. Segundo porque, como o nome mesmo diz, é um seguro! Ninguém sai de casa esperando coisas ruins acontecerem, mas a verdade é que sair de casa é estar sujeito a tretas.

Caso ocorra o extravio da tua mala, ou seja, ela não chegue ao teu destino, o seguro fica responsável pela busca dela, e isso se torna muito mais tranquilo do que ficar ligando para a cia aérea para ficar cobrando a mala ou o ressarcimento – porque sim, é teu direito, mas é um saco ter que ir atrás! Já falamos nesse post aqui sobre seguro viagem. Para contratar um seguro viagem com valor interessante, clique aqui.

3. Olhar a bagagem assim que sai da esteira de bagagem:

Tens direito de reclamar devido a um furto de objetos dentro da tua mala para a cia aérea enquanto ainda estiver no aeroporto, teoricamente em qualquer ambiente, mas preferencialmente ainda na área de desembarque (no site de algumas cias diz que fora da área de embarque também vale, mas eu não arriscaria… Sempre olho ainda dentro da área).

Quando carrego produtos mais visados dentro da mala – como roupas ou sapatos novos, ou mesmo quando acho que a mala está um pouco desprotegida -, sempre abro a mala logo que ela sai da esteira, ainda na área de desembarque. Confiro se o que é de mais valor está ali e sigo viagem. Sim, é chato, mas já aconteceu com uma tia minha de ela só dar falta de produtos extraviados quando já tinha chegado em casa, e a cia aérea disse que não poderia fazer mais nada, porque ela já estava fora do aeroporto.

4. Cadeado de mala, sempre! 

Um bom cadeado é básico. Eu recomendo comprar um com abertura para a chave da TSA. Explico: em viagens para os EUA, é bem comum que a TSA, agência de segurança americana, abra as malas para inspecionar quanto à segurança do que está viajando nas malas daquele avião (não tem nada a ver com cobrança de impostos, gente! Não confundam! E no geral eles avisam quando abrem, deixando um bilhete dentro da mala).

Se for um cadeado comum, sem essa abertura para a chave, eles vão estourá-lo, sem dó nem piedade (e, dali para a frente, a tua mala vai sem cadeado, desprotegida). Se for um cadeado com essa abertura, eles abrem com a chave especial que eles têm, olham o que têm que olhar e voltam a trancar o cadeado. Ah, eu prefiro os cadeados com senha aos com chave, porque chave é mais um negócio pra se perder por aí né hahaha e me parece que os com senha são mais resistentes… Mas isso é preferência pessoal.

Como evitar o furto de malas
Cadeado com senha

5. Já ouviu falar no golpe da cesárea?

É um golpe no qual eles enfiam uma caneta no zíper da mala, abrem, roubam o que querem e, depois, puxam o cadeado para fechar aquele buraco aberto – e, quem olha de fora, não diz que houve um furto ali! Deixei um vídeo abaixo, no qual dá para entender melhor do que se trata. Isso quer dizer que eu estou desprotegido usando só o cadeado? De certa forma, sim! Lembre-se, todas essas dicas se tratam de dificultar o furto. Se os caras quiserem mesmo furtar, com todas as proteções do mundo, eles vão dar um jeito. Mas, dificultando, as chances diminuem. Então uma mala só com cadeado é muito menos visada do que uma sem cadeado. Mas, ainda assim, é pouca proteção! Bom, existem três jeitos diferentes de evitar o golpe da cesárea:

5.a. Com os lacres da seal bag:

A seal bag é uma marca conhecidíssima entre os viajantes, que vende lacres descartáveis que prendem o teu cadeado à alça da mala, de forma que os bandidos não poderão usá-lo para levar para o lado para fechar o buraco aberto com a caneta. Esses lacres são bem espertos e seguros, recomendo! clique aqui tem o modo de uso para entenderes melhor.

5.b. Com uma cinta para malas:

Aqui em casa somos adeptos da cinta para malas. É uma alça ajustável que se passa em torno da mala e se prende o mais apertado possível, de forma que fica quase impossível conseguir abrir um buraco, pequeno que seja, para pegar algo dentro da mala. Essas cintas são fáceis de encontrar em aeroportos e lojas de malas e bolsas. Ah, vale a mesma dica dos cadeados: compre uma cinta que tenha lugar para a chave da TSA.
Cinta para malas
Cinta para malas
Furto de malas
Detalhe da cinta para malas (essa também tem a chave TSA!)

 

5.c. Comprando aquelas malas que têm lugar para prender os puxadores do zíper:

Essas malas, além de dispensarem o cadeado, fazem com que também seja impossível movimentar o cadeado para fechar o buraco do golpe da cesárea, dificultando bastante o furto.

roubo de mala
Este dispositivo prente o zíper e já serve como cadeado
Vídeo do golpe da cesárea: https://m.youtube.com/watch?v=aRljkbkL1fY

6. Truquezinhos que evitam o furto:

Caso esteja voltando de algum destino de compras, cheio das roupas, bolsas e outras coisas novas na mala, tire a etiqueta de tudo. Além disso, já ouvi falar de alguns truques – e até já usamos alguns – quando achamos que a mala está muito “atrativa”, haha.

São eles:

  • dividir os pares de sapatos que foram comprados na viagem (caso se esteja viajando com mais de uma mala, dá para colocar um pé de sapato em cada mala, porque dificilmente alguém vai querer roubar um pé isolado de sapato hahah);
  • dificultar o furto colocando os objetos visados mais no fundo da mala, ou no meio da pilha de roupas, ou mesmo embalado em muitos produtos;
  • tem gente que leva um lençol e forra a mala com ele, fazendo um nó com tudo o que for levar dentro dessa trouxa de lençol, o que dificulta bastante a vida de quem quiser desatar o nó para furtar algo;
  • e uma dica meio porqueira, mas que pode funcionar, é espalhar umas roupas sujas sobre a pilha de artigos dentro da mala. Joga umas cuecas por cima, e quero ver se alguém vai ter coragem de enfiar a mão ali pra roubar, hahaha!
  • e finalmente, esta não seria propriamente um dica para evitar o furto, mas para o caso de ocorrer um: tire fotos da mala após arrumá-la para provar quais objetos estavam dentro nela. Confesso que nunca fizemos, mas já li de pessoas que sempre se precavem desta forma.

No mais, viaje sem muita neura para não estragar o passeio, mas nunca é demais se cuidar e evitar um imprevisto desagradável, não é mesmo?

Monte a tua viagem com a gente:

Podemos ajudar a preparar a tua próxima viagem? É só usar os nossos links para planejá-la! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 🙂

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este aqui no Booking.

Aluguel de carro: reserve no aqui.

Seguro Viagem: faça o seu aqui e saiba tudo sobre seguro neste aquiPreço ótimo de acordo com nossas pesquisas.

Câmbio (compra de moeda): esta é uma novidade do blog. Através aqui, você pode encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira. Confira!

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Espero que tenham curtido essas dicas para evitar furto de malas! E boa viagem!

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:
furto de malas

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Oi! Tem alguma dúvida, sugestão, dica ou comentário, deixe aqui para nós e viajemos juntos!

%d blogueiros gostam disto: