ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Boca da Onça Ecotur – um paraíso em Bonito – MS

publicado em: 19/07/2018 atualizado em: 19/07/2018

A Boca da Onça Ecotur é uma atração em Bonito, no Mato Grosso do Sul. Trata-se de um parque particular de preservação com trilha na mata. Nesta trilha há paradas em cachoeiras para contemplação e em piscinas naturais para banho. Eu imaginava que veria coisas lindas lá, mas descobri que na verdade, é um passeio imperdível para quem gosta de natureza e água das deslumbrantes. Vale a pena. Por isso, vou deixar aqui, especialmente para ti, todos os detalhes do passeio. Aprecie comigo!

Ah, e antes que me perguntes, o pássaro da primeira foto é uma seriema e é de verdade, viu? Coisa linda…

Boca da Onça – o que é:

É uma fazenda particular com mais de 76 mil hectares, localizada na Serra da Bodoquena. Esta área de terra abrange os municípios de Bodoquena, Bonito, Jardim e Porto Murtinho. A Serra da Bodoquena está localizada na área de junção dos biomas: Pantanal, Chaco e Cerrado. Por isto possui uma fauna e uma flora tão rica. Um local preservado em meio à natureza, com muito verde e muita água. Na Serra da Bodoquena são conhecidas 340 espécies de aves, 60 de mamíferos e 50 de peixes. Por aí já se percebe que quem aprecia a natureza com certeza irá gostar da atração.

O passeio consiste em uma trilha de 4 km e há também opção de fazer rapel de 90 metros. Aliás, este é o maior rapel de plataforma do Brasil. O valor desta atração não está incluso no ingresso, como mostrarei mais abaixo.

É indicado para todas as pessoas?

A trilha da Boca da Onça possui 4 km de extensão. Em um dos sentidos, as escadarias possuem mais de 800 degraus. Caso não tenhas resistência ou algum problema sério nos joelhos ou coração, melhor conversar antes com a agência. Agora vou te dar uma dica para tornar o caminho um pouco mais fácil.

A trilha possui dois sentidos. Um descendo por esta grande escadaria com mais de 800 degraus e subindo por uma trilha onde algumas partes são com escada (mais de 300 degraus). O outro sentido seria o inverso deste. Bem, as trilhas são organizadas de modo que um grupo faça de um jeito, o outro de outro. Nós tivemos a sorte de pegar a descida pela escadaria maior. Por quê? Descer é mais fácil, cansa menos. Nesta que fizemos, logo no início da trilha já se desce por estes 800 e poucos degraus. E na hora de subir, ou seja, na volta, cansados, fica mais fácil com trechos em trilha, outros com degraus de pedra e outros com degraus de madeira.

Portanto, tente conversar com o pessoal do receptivo para ver se consegues fazer a ida pela grande escadaria, caso tenhas limitações ou pouca resistência. Claro que neste passeio vão crianças e na nossa turma tinha uma mulher com problema nos joelhos. O guia vai parando e espera os mais lentos. Não é terrível, porém, claro, cansa um pouco.

atrações em bonito Mato Grosso do sul

O que levar?

Uma mochila com água, toalha, repelente e protetor solar, principalmente no verão. Também é interessante levar algum lanche, como bolacha ou barra de cereal. É obrigatório o uso de calçado fechado e confortável, de preferência tênis. Já saia com roupa de banho por baixo da roupa, caso queiras tomar banho nas áreas permitidas. Leve bolsa ou mochila, pois nas escadas, por exemplo, deve-se guardar câmeras ou celulares para não correr o risco de tropeçar ou perder os objetos.

Dependências:

Na Boca da Onça, logo na entrada, há um estacionamento amplo. Bem próximo, a recepção com banheiros, sofás, lojinha e internet. Ali neste mesmo local, o espaço para refeições onde é servido um café da manhã com bolos, biscoito e pão antes da trilha e o almoço no final.

Do lado de fora, uma varanda com mesas e cadeiras, duas piscinas com guarda sóis , mesas e cadeiras, dois tanques com peixes para alimentar (é necessário comprar ração na recepção) e um redário. É um local muito agradável para descansar após o almoço e passar a tarde.

O que verei na Boca da Onça Ecotur?

No caso da direção da nossa trilha, iniciamos o passeio subindo na plataforma do rapel para apreciar a vista de cima das montanhas, do vale, do cânion e do rio lá embaixo. A cor deste rio visto de cima não tenho explicação; parece uma esmeralda líquida, incrível! Depois desta vista, iniciamos a descida da enorme escada, hehehehe, e a trilha com direito a 10 paradas e 3 pontos para banho. Olha só!

Cachoeira Boca da Onça:

A primeira cachoeira e primeiro local de parada após descer toda aquela escada é a Cachoeira Boca da Onça. Ela tem 156 metros e é a maior do estado do Mato Grosso do Sul. Sabe por que ela se chama assim? Porque há uma formação rochosa no meio dela que lembra o rosto de uma onça. Ali há um deck aos pés da cachoeira com cadeiras para apreciá-la de uma forma inesquecível. Há tempo para banho neste ponto do passeio.

cachoeira-boca-da-onça

Está vendo a onça ali?

cachoeira em bonito ms

E agora, ficou mais fácil? hehehe

Praia Boca da Onça:

Mais um local para banho com água que nem sei descrever. Pelo caminho a gente já percebe em meio à mata um rio de água verde esmeralda incrível. Há pedras no fundo e piscinas naturais para um bom banho.

praia boca da onça

A cor desta água não existe! Brincadeirinha, existe sim lá na Boca da Onça Ecotur

Parada no quiosque:

Após contemplar a última atração, uma parada no quiosque para ir ao banheiro, comprar algum lanche ou água e descansar um pouquinho. Ali há batatas tipo chips, chocolates, açaí e barrinha de cereal.

quiosque da boca da onça ecotur

Poço da Lontra:

Uma cachoeira de 4 metros com um poço com 7 metros de circunferência e 2 de profundidade. Outro lugar que chama para um banho refrescante. Há coletes salva vidas para um banho sem medo e mais seguro.

poço da lontra bonito ms

Cachoeira do Fantasma:

Uma linda cachoeira com 21 metros de altura e delicioso fluxo de água que forma uma piscina perfeita com bordas de travertino. Neste local, para conservar a piscina, não é permitido banho.

cachoeira do fantasma

Buraco do Macaco:

Agora o momento #chateada. Este lugar com área para banho é lindo, mas lindo mesmo! E é incrível! Há um túnel de 5 metros onde o banhista entra, atravessa e chega a uma fenda, na verdade uma gruta com um lago de 4 metros de profundidade e uma cachoeira com 7 metros de altura. Dá para fazer hidromassagem embaixo desta cachoeira, hehehe. Pensa em um banho maravilhoso! Eu também estou aqui pensando até hoje e imaginando, porque estava frio e não tivemos coragem de entrar. Entendeu o porquê da #? Vou chorar até 2032. Sim, vou chorar e chorar porque este lugar é o ponto mais legal para parar e dar aquele mergulho. Por favor clima, não faz mais assim com a gente não! A gente é até legal…

Há coletes salva vidas e uma corda para orientação.

buraco do macaco boca da onça

Tá vendo aquele buraco que engole a corda? hehehe, o banhista vai ali por baixo para chegar na gruta com cachoeira!

Cascata do Jabuti:

Uma pequena cascata em meio à mata com diversas formações rochosas. Linda para apreciar, pois não dá para se banhar aqui. Mas nem precisa. Contemplá-la já é o máximo!

Cachoeira da Anta:

Sem ponto de banho aqui também, a Cachoeira da Anta possui 20 metros de pura beleza e muita água. Aqui o visitante tem uma vista privilegiada da cachoeira embaixo de uma pedra de calcário.

boca da onça ecotur em bonito

Garganta da Arara:

Mais uma bela queda d’água em forma de escada, com várias tufas de calcário. Lindo perceber com são formadas as rochas através do depósito de calcário. Sem ponto para banho.

garganta da arara boca da onça bonito

Piscinas da Cotia:

Aqui também não é possível tomar banho para preservação das piscinas e porque é muito próximo de uma grande queda d’água, o que seria perigoso. O que achei mais lindo neste ponto? Uma piscina natural com borda infinita. Ah, fala sério né, é muito chique uma piscina com borda infinita desenhada por Deus. Olha a foto aqui embaixo da vista do vale que se tem da borda infinita, ai, ai. Lindo!

piscinas da cotia boca da onça

Tempo de duração:

A trilha dura de 4 a 5 horas e o passeio todo, depende do tempo em que ficarás no almoço e no local da recepção.

E o almoço?

No final da trilha é servido um almoço, buffet livre. No nosso dia havia um tipo de macarrão, arroz, feijão, carnes de panela, saladas, moqueca de banana da terra e doces como de mamão, abacaxi e arroz doce de sobremesa. Estava gostoso, com comidas típicas e matou a fome depois de toda aquela caminhada, hehehe. Só desculpa aí que acabei não tirando fotos. Acho que porque deu uma preguiça depois do almoço e tudo o que consegui fazer foi me estarrar numa cadeira na varanda.

Agora, para o jantar, te convido a conhecer o Pantanal Grill (e ali no link te conto tudo!), um restaurante de comidas típicas.

Como chegar:

O ponto de partida na cidade é a praça central, a Praça da Liberdade. Dali, basta percorrer a Rua Cel Pílad Rébua em direção a Três Morros ou à rodovia MS 178. Dobre na MS 178 à direita e siga as placas indicativas da atração. Colocando no Google Maps “Boca da Onça”, também chegarás lá.

Quanto custa:

  • R$ 230,00 com almoço;
  • R$ 497,00 o rapel.

Onde comprar as entradas: os valores são tabelados e todos os visitantes precisam adquirir seus vouchers em agências. Nós fizemos com a Bonito Way e indico.

Serviço:

Site

Facebook

Telefone: 67 3268-1597

Endereço: Rodovia Bodoquena, Km 26, s/n – Zona Rural, Bodoquena – MS, 79390-000

Olha só, ainda vamos escrever muito sobre Bonito e te convido a assinar o blog para não perder nenhuma dica!

Onde se hospedar em Bonito:

Fiz uma seleção de acordo com alguns parâmetros de alguns hotéis em Bonito. Nós ficamos no Lucca Hotel e recomendamos! Em breve sai review completo aqui no blog. Mas, caso queira outras opções:

– Hospedagem barata: o Hostel São Jorge, a Pousada São Jorge  e a Pousada Sucuri têm alguns dos preços mais baixos da cidade;

– Bom custo benefício: a Pousada Caranda, a Pousada Galeria Artes e a Pousada Gira Sol  têm ótimo custo benefício;

– Ótimas avaliações: o Bonito Ecotel  e a Pousada Remanso têm ótimas avaliações.

Se nenhuma dessas opções te agradar, aqui nesse link  vais encontrar dezenas de opções de hospedagem em Bonito, para todos os gostos e bolsos.

Roteiro personalizado e assessoria de viagem:

Sabia que agora o Mapa na Mão faz roteiro completamente personalizado de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas gerais e especiais? Pois é, nós podemos criar um especialmente para ti. Precisa também que te ajude a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso, nós te ajudamos sim. Ou se ainda precisa encontrar passagens aéreas e está sem tempo para isso, nós pesquisamos com o maior prazer. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: mapanamaoviagens@gmail.com. Vais perceber que viajar é mais fácil do que se pensa.

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que já conheces um pouco mais da Boca da Onça, estás com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e queres ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a tua viagem! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento: reserve a tua hospedagem por este link aqui no Booking.

Aluguel de carro: reserve aqui. O site irá buscar os melhores preços dentre diversas locadoras.

Seguro Viagem: faça o teu pela Real Seguros aqui ou pela Seguros Promo aqui – neste, utilize o cupom de desconto MAPANAMAO5, exclusivo para nossos leitores, e ganhe 5% de desconto. Saiba tudo sobre seguro neste link aquiPreços ótimos de acordo com nossas pesquisas. Agora, viajas mais de uma vez por ano para o exterior? Então este plano é mais convidativo.

Chip para celular: adquira o teu chip neste link e chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link aqui do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Maravilha né? E leia aqui tudo sobre o Chip Easysim4U, inclusive porque ele vale a pena.

Passeios e atrações pelo mundo afora: pesquise, compre e evite filas clicando aqui ou aqui se preferir pesquisar pela Tiqets. E atrações no Brasil com ótimos preços, inclusive em Foz do Iguaçu com preços melhores que nas bilheterias? É só clicar aqui e aproveitar!

Câmbio (compra de moeda): neste link aqui, podes encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira e ainda fazer uma proposta para a agência de câmbio. Confira!

Acompanhe o Mapa na Mão:

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Espero que tenhas curtido comigo esta dica de passeio. Caso vás conhecer a Boca da Onça, já sabes o que te espera. E agora o que te desejo? Que tenhas uma ótima viagem! Ah, esqueci de algo ou tens alguma sugestão? Deixa nos comentários. Vou amar saber…

blog de viagem mapa na mão

 

 

 

 

 

 

Podes salvar este texto no teu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

bonito Mato Grosso do sul

Buscando Curtidas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.