Comida chinesa na China: tour gastronômico

publicado em: 05/11/2019 atualizado em: 05/11/2019

Eu estava com muita vontade de experimentar a comida chinesa típica nesta viagem. Por isso, já escolhi fazer esse tour na segunda noite, quando estaríamos mais descansados e já para ir se ambientando com a culinária local. E acertei. Foi muito bom e valeu a pena.

E olha só que legal! Eu avisei antes pelo Instagram que era vegetariana e foram feitos pratos especialmente para mim. Ou seja, é um tour para todo o gosto.

Agora, deixa eu te contar todos os detalhes e tu vais ver como vale a pena este passeio gastronômico para descobrir a comida chinesa verdadeiramente chinesa, heheheheh. Afinal, estávamos em Shangai.

Querido leitor
O seguro viagem não pode faltar na tua viagem, mesmo para as nacionais. Uma doença, um acidente, a perda da mala, o cancelamento do voo, podem estragar as férias. E o seguro não é caro. Por isso, vale a pena.
* Brasil: aproximadamente 5 reais por dia.
* Europa: aproximadamente 20 reais por dia.
** Clique aqui e faça a cotação do seguro, sem custo. Este link já garante 10% de desconto aos leitores do Mapa na Mão.

Mas antes de mostrar toda essa delícia, quero te convidar a assinar a nossa newsletter e receber todas as novidades e promoções do Mapa na Mão. Faça parte desta lista de amigos viajantes:

Comida chinesa – como é o food tour

Conversamos pelo Instagram primeiramente. Enviei mensagens e minhas dúvidas foram tiradas com o pessoal atencioso da Lost Plate Food Tours. Depois, continuamos via e-mail, por onde recebi o voucher com os detalhes do passeio.

No voucher é especificado o local de encontro e o horário. Bem, nos encontramos no horário marcado, na saída da estação de metrô South Shaanxi Road Subway Station, Exit 10, Street Level.

Lá nos encontramos com a Libby, nossa guia simpática que falava inglês e espanhol, e com mais um grupo de 3 australianos e 2 americanos.

Seguimos caminhando pelas ruas de Shangai até chegarmos aos restaurantes. Neste nosso tour fomos em quatro restaurantes no total e mais um local para a sobremesa. E no final, a Libby nos deixou em um rooftop com uma vista muito bonita. Vou dar mais detalhes logo, logo e vais ver como foi interessante essa experiência com comida chinesa.

Agora a surpresa: o tour é feito por restaurantes pequenos, artesanais, de locais mesmo. Achei legal e intimista. Não teria descoberto estes pratos e estes locais sozinha.

Olha só, não viaje antes de ler as 17 dicas para aproveitar o melhor da China que escrevi. Ali vais ver coisas bem práticas e necessárias para a tua viagem.

Comida chinesa servida no primeiro restaurante

A primeira parada já foi especial. Eu amei o tal do potstickers vegetariano. Foi o primeiro prato chinês servido. É uma espécie de pastel cozido recheado com vegetais. Vem molho shoyu e um tipo de vinagre para mergulhar antes de comer. Ah, detalhe. Pode-se comer à vontade em todos esses restaurantes. Mas a menos que tenhas muito apetite, guarde espacinho para as próximas paradas.

Em seguida, soup dumplings recheados com carne de porco. Este não experimentei. É uma trouxinha cozida no vapor.

Conversamos, rimos muito até nos ambientarmos com os palitos (hashi) e depois de experimentarmos os pratos, saímos caminhando pelas ruas para o segundo local, também pequeno e familiar.

Potstickers
comida chinesa bao
Dumplings

Segundo restaurante

Aqui a comida chinesa era mais um tipo de lanche de rua saboroso, uma panqueca chinesa, ou crepe, do tipo francês. O recheio é bem servido e pedi que o meu não viesse com salsicha. Assim, também experimentei e gostei muito.

crepe chines food

Sabia que para usar sites e aplicativos que usamos aqui no Brasil, como Google ou WhatsApp, por exemplo, é preciso instalar o VPN? Clique ali e veja o que escrevi a respeito. Como instalar, onde encontrar e mais.

Comida chinesa no terceiro restaurante

Aqui, mais um prato muito apreciado pelos chineses, o noodle. O noodle é um macarrão em formato de espaguete. Este que comemos foi o scallion noodles, ou macarrão de cebolinha. Isto porque ele vinha acompanhado de óleo e cebolinha refogada. Achei muito gostoso.

noodle chines

Quarto restaurante

Aqui o grupo experimentou três pratos diferentes. Primeiro, um pãozinho com um mix de cogumelos para rechear, carne e mix de vegetais, dentre eles, flor de lótus. Nunca tinha nem visto. Tem um gosto parecido com pepino. Segundo a nossa guia, estes são pratos antigos de Shangai e os ingredientes são provenientes de uma fazenda orgânica.

Ah, e o legal foi que, como eu não experimentaria a carne, trouxeram tofu com molho especialmente para mim. Que amor!

comida chinesa pao

Na foto acima, pão com mix.

comida chinesa flor de lotus

Este branco é a flor de lótus.

tofu prato chines

Esse aí acima é o tofu, mais um ingrediente típico da comida chinesa.

Não deixe de ler o que escrevi sobre seguro viagem China e não se arrisque à toa.

Sobremesa

Por último, caminhamos até o lugar onde seria servida a sobremesa. Eu não gosto de manga. A sobremesa era um creme gelado de manga. E não é que amei! Estava uma delícia!

comida chinesa sobremesa manga

Depois de toda essa comida chinesa, a Libby nos levou até um rooftop, um bar no topo de um edifício com uma vista bonita. Ali era o encerramento, onde poderíamos ficar conversando com o restante do grupo. Mas como estávamos muito cansados, ficamos pouco tempo.

rooftop Shanghai

Na foto acima, o rooftop com uma bonita vista à noite.

Onde há este tour de comida chinesa?

Não vais a Shangai? Sem problema. Este tour também ocorre em Pequim, Chengdu e Xian. Ah, e também no Camboja e em Portland, Estados Unidos. Mais oportunidades para conhecer o trabalho desta empresa.

Serviço – tour de comida chinesa

  • Instagram
  • Site
  • Valor do tour: 65 dólares por pessoa, com comida à vontade.

Valeu a pena?

Achei a experiência muito legal, até porque pude experimentar a maioria dos pratos, mesmo não comendo carne. Também queria muito descobrir tipos de comida chinesa bem no início da nossa viagem. Também rimos ao usar o hashi e a Libby nos deu umas dicas para melhor aprendermos a pilotar os temidos palitinhos, heheheh.

A turma também era muito divertida, o que fez o passeio ainda melhor. Conhecemos pessoas de continentes diferentes e isto é sempre muito enriquecedor. Valeu sim a pena.

Viaje por conta própria e economize muito

Planejar a própria viagem é uma forma ter liberdade e economizar. Além disso, usando os links abaixo, sem custo adicional algum, vais ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando. Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé!

Hotel ou apartamento: Booking – compare preços e qualidade. Podes ainda fazer reserva com opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in.

Aluguel de carro: Rentcars – os melhores preços em diversas locadoras. Pague em real, sem o IOF. Carros mais baratos alugando com antecedência. Podes parcelar em 12 vezes no cartão ou pagar no boleto com 5% de desconto.

Seguro Viagem: Real – nosso link exclusivo já dá 10% de desconto. Seguros Promoutilize o nosso cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. Cote nas duas e escolha o melhor. Por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências.

Chip para celular: Easysim4u – chegue tranquilo com o celular funcionando no destino. Compre aqui e não pague frete com o nosso código de cupom RBBVGRATIS.

Câmbio: Melhor Câmbio – faça uma proposta para a agência da tua cidade. Caso ela aceite, vais receber e-mail confirmando. Corra para finalizar a transação e garantir o melhor valor. Então, confirme que queres finalizar a compra através da proposta feita no site.

Passeios e atrações pelo mundo afora: Get your guide, Tiqets e Touron – nossos parceiros de passeios. Compre e evite filas, o fim dos tickets e surpresas no orçamento.

Aéreo: Passagens Promo 

Curtidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.

[wd_asp id=1]