cruzeiro

Cruzeiro pela primeira vez: o que é preciso saber antes de embarcar

publicado em: 05/08/2022 atualizado em: 09/08/2022

Eu quero te contar um pouquinho do meu sonho de fazer uma viagem de cruzeiro e te mostrar o que é preciso saber antes de fazer.

Eu me lembro quando fiz o meu primeiro cruzeiro em cada detalhe. Eu sonhava com isso, sabia? É porque gosto muito de água e tudo relacionado a ela, rssss. Barco, mergulho, banho de mar, lagoa, piscina, jet ski, caiaque. Ah, pretendo ter um caiaque um dia e quando realizar esse desejo, eu te conto.

Então, eu já tinha mergulhado com snorkel e com cilindro, andado de jet ski e caiaque, passeado de lancha, barco, escuna. Faltava um transatlântico. Em 2008 combinamos em família maior (eu, o marido e as filhas, a cunhada, os sobrinhos, meu pai e minha mãe) fazer o nosso primeiro cruzeiro pela costa brasileira. Nossa, pensa na minha felicidade!

Compramos os pacotes em uma agência, cabine externa com varanda porque eu queria chegar causando né? E depois, foi só contar os meses para o grande dia do embarque.

Mas e aí, o que preciso levar em um cruzeiro ou saber antes de embarcar?

Eu te conto…

Como comprar um cruzeiro?

Bom, como eu te contei, naquela época nós nem sabíamos se dava ou não para comprar essas coisas pela internet, e por isso fomos fechar com uma agência, o que também ainda é possível. Mas hoje é muito cômodo comprar cruzeiros on-line. Fácil, fácil. É só clicar do conforto da casa e voilà… aproveitar!

Que cabine escolher?

Aí vai do teu gosto e bolso. Cabines internas são mais baratas que as externas. E as externas com varanda são mais caras que as com janela. E há também as suítes, maiores e mais luxuosas.

Se eu posso te dar um conselho, e claro, se tu tens disponibilidade financeira, escolha uma externa. Com varanda, melhor ainda. Nós aproveitávamos muito a nossa varanda e de lá eu vi coisas lindas demais, como o amanhecer no Rio de Janeiro. E era muito bom de vez em quando relaxar vendo o alto mar sentada na cadeira na minha varanda. Foi demais!

cruzeiro

Que roupas levar?

Caso o teu cruzeiro seja aqui no Brasil ou no Caribe, por exemplo, leve roupas como se estivesse indo para alguns dias na praia. Biquinis, saídas de praia, vestidinhos, roupas leves e algum casaquinho caso à noite esfrie ou para os ambientes com ar condicionado forte. Ah, olha só, não se pode caminhar pelos corredores ou entrar nos restaurantes de roupa de banho. Então, leve sempre uma saidinha ou camiseta.

Se vais aproveitar a academia, roupa para exercícios físicos e tênis.

Sandália de dedo e calçado confortável para caminhar pelo navio e nos destinos onde ele para.

Alguns cruzeiros possuem noites temáticas e de gala. Então, é sempre bom verificar antes no site da empresa para saber qual roupa levar. Lembrando que à noite há jantares em restaurantes e outros lugares para passear, então, leve também roupas de sair, mas nada exagerado.

No primeiro fiz o marido usar terno, hehehe, ele não gosta, e levei um vestidinho mais arrumadinho para a noite de gala. Mas no segundo, ele foi de calça e camisa e deu tudo certo.

O que mais não faltar na mala?

Protetor solar, chapéu, óculos escuros, pijamas, produtos de higiene como shampoo, condicionador, creme de cabelo, escova de cabelo, desodorante, perfume, escova e pasta dental, máscaras e medicamentos do teu uso, além de alguns para dor, enjoo, diarreia, coisinhas que podem acontecer em uma viagem.

Quantas malas posso levar?

Para cruzeiros de até 7 dias, uma bagagem de mão e uma mala de até 23 kg cada. Ah, dica: amarre nas tuas malas fitas coloridas e coloque identificação, além de cadeado para segurança. Todas as bagagens são levadas para um mesmo local no desembarque e tem muita bagagem. Então, assim, ficará mais fácil identificar qual a tua.

Quais documentos são necessários para fazer um cruzeiro?

Para os cruzeiros nacionais, RG ou documento equivalente, como CNH, por exemplo. Mas sempre com menos de 10 anos da expedição. Nos cruzeiros internacionais, passaporte válido.

Veja no site da empresa a exigência em caso de autorização para viagens de menores sem os pais, por exemplo.

O que não posso levar no navio?

Drogas ilícitas, armas de fogo, explosivos e fogos de artifício, objetos perfurocortantes como facas, líquidos inflamáveis e produtos químicos perigosos, secador de cabelo, chapinha ou qualquer outro eletrodoméstico, drone, cilindros de mergulho, rádios e  telefones via satélite, transformadores, lasers e canetas a laser, alimentos e bebidas.

É bom verificar no site da empresa a lista completa para não ser barrado.

Como saber o itinerário de um cruzeiro?

Tu podes entrar no site da companhia de cruzeiros para saber os locais de embarque e para onde vão os navios.

Por exemplo: a Costa possui no site o itinerário da temporada dos cruzeiros 2023 para a América do Sul. É só clicar ali para ver. E há também no site os cruzeiros para outros destinos internacionais. Pesquise, olhe, sonhe e compre.

Como fazer os passeios em terra?

As próprias companhias dos cruzeiros oferecem pacotes para os destinos onde o navio para, mas não é obrigatório fazer ou adquirir assim. Pode-se contratar também uma agência ou receptivo antes de viajar ou no local mesmo, quando a gente desembarca do navio.

Lembrando que não é obrigatório desembarcar, mas vale a pena.

LEIA TAMBÉM: como evitar furto de malas em aeroportos

O que está incluso no navio?

As refeições regulares, há sempre água disponível para beber, os atrativos no teatro, shows, recreações, inclusive as infantis, as academias, piscinas e outras atrações.

Geralmente não estão inclusos serviços de spa, como massagem e algumas atrações do navio. E lá também há lojas e casinos. Podes comprar ou gastar à vontade e lembre-se que é em dólar.

Mais algumas dicas para o cruzeiro pela primeira vez

  • É normal enjoar ou entontar no início. Leve remédio de enjoo e coma maçã se tiver no restaurante ou peça para algum funcionário. A maçã ajuda em caso de enjoo. Mas tudo o que for pedido, é pago, não esqueça.
  • Navios maiores tendem a balançar menos, o que ajuda a evitar o enjoo e a tontura.
  • Beba sempre bastante água para evitar a desidratação e ficar com a saúde em dia. Evite excessos para não ficar doente e estragar a viagem.
  • Cuide dos teus pertences e da chave do quarto, que muitas vezes já é o cartão para o pagamento das coisas.
  • Leia as notícias que chegam pelo jornalzinho na tua cabine e mesmo o site da empresa de cruzeiros para se inteirar dos detalhes, do que é permitido, obrigatório, proibido e também ficar por dentro da programação do cruzeiro.

Gostou? Ficou com vontade de fazer um cruzeiro de navio? Me conta nos comentários. Eu to morrendo de saudade de fazer um.

Michela

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Curtida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts RelacionadosVoltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 16 anos e estou no terceiro ano do ensino médio. Gosto muito de ler, desenhar, pesquisar e, é claro, viajar. Quando viajo, procuro sempre conhecer a história do local. Ser fascinada por esse aspecto explica o meu grande sonho: visitar o Egito e conhecer um pouco mais dessa civilização antiga.

Eu sou a Ester. Tenho 28 anos e sou médica. Moro em Florianópolis, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.