ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Como visitar as ilhas do fiorde de Oslo

publicado em: 25/10/2018 atualizado em: 29/10/2018

Oslo, a capital da Noruega, fica localizada em frente ao fiorde de Oslo. Fiordes são braços de mar que entram na terra entre montanhas rochosas. Por conta do relevo desse fiorde, há várias ilhas pequenas e bem próximas do centro da cidade que podem ser visitadas de uma maneira fácil, rápida e econômica, usando os ferries da cidade.

oslo noruega

Vista na saída do ferry

E eu adianto: vale muito a pena fazer um passeio pelas ilhas do fiorde de Oslo! Elas são bem gracinhas e te colocam em contato com uma Noruega mais “do interior”. Nesse post vou falar um pouco sobre elas e ainda explicar como chegar lá! Vamos comigo?

oslo

Vista do Bar Code, a região moderna de Oslo

 

Ah! Ainda vão sair muitos outros posts sobre Oslo, Gotemburgo e Estocolmo, então não deixa de nos acompanhar nas redes sociais e assina a nossa newsletter para não perder nenhum post!

Onde se hospedar em Oslo

Antes de começar, quero te dar algumas dicas de hospedagem na cidade de Oslo. A cidade é caríssima, então ficar de olho em ofertas de hospedagem é importante. Se encontrar algum preço bom e com reserva cancelável (boa parte é!), já reserve para garantir o preço.

Além disso, boa parte das atrações de Oslo está concentrada no centro da cidade, perto da Karl Johans Gate. Se hospedar por ali é garantir uma bela economia em transporte, já que apenas em um ou outro momento vais precisar usar ônibus ou tram.

Eu me hospedei no Anker Apartments e recomendo. Eles possuem vários tipos de quartos, de privados a compartilhados. Achei tudo bem limpo, bom atendimento e o quarto é bom e espaçoso. Ele é um pouco mais afastado do centro, mas ainda assim em uma localização boa, no bairro de Grunerlokka, que tem vários cafés, bares e restaurantes super legais. E os preços são bons!

Dá uma conferida nas ofertas de hospedagem abaixo! Se nada te agradar, é só clicar no quadro para conferir todas as possibilidades de hospedagem na cidade.



Booking.com

Visita ilhas de Oslo

Vista da prefeitura e dos piers a partir do ferry

Como chegar às ilhas do fiorde de Oslo?

Existem 4 linhas de ferry que ligam o centro de Oslo às ilhas. O ponto de partida delas é o píer E do Akker Brygge, bem em frente à prefeitura. É o píer mais à direita para quem olha para o mar. Esses ferries aceitam os passes de transporte da cidade, ou seja, aqueles que são comprados e podem ser usados nos metrôs e ônibus. Isso vale tanto para os passes únicos (um trajeto) quanto para os passes de período (24 horas, 7 dias…). E o Oslo Pass também inclui esses ferries! Não é possível comprar os passes a bordo.

Eles podem ser comprados nas estações de metrô, mas não é possível comprá-los a bordo do ferry, do ônibus ou do tram. E aí tu precisa procurar ou por uma estação de metrô, ou por uma das lojas que vendem os passes – Seven Eleven e Narvesen. Há também um centro da Ruter bem em frente à estação central de Oslo que vende os tickets.

Teoricamente, é possível comprar os passes pelo aplicativo RuterBillett. Teoricamente porque eu tentei diversas vezes e não consegui. Mas vale tentar, só tente não depender disso, hehe.

O passe único custa 35 coroas. O passe de 24 horas custa 105 coroas e o de 7 dias, 249. Faça as contas e veja o que vale mais a pena para ti!

O cartão Oslo Pass inclui todos os transportes. Então, se decidir comprar o Oslo Pass, fica tranquilo que vai estar tudo incluído! Mais economia e menos dor de cabeça, hehe. Compre no quadro a seguir o cartão Oslo Pass:

Quando tu chegares ao píer, vais notar que há 4 filas diferentes. Cada fila tem o nome das ilhas às quais o ferry vai. Basta pegar a fila com o nome da ilha para a qual tu quer ir. Não há catraca nem funcionários, apenas um portãozinho que vai ser destrancado quando o ferry chegar e estiver pronto para o embarque, que é bem rápido.

akker brygge

Das 4 linhas, apenas uma circula fora do verão, a B1. Além da B1, também há alguns horários da B1x, que, pelo que pude entender, é um ferry que circula apenas entre Akker Brygge e Hovedoya.

Para saber os horários dos ferries (e ter certeza de qual ferry pegar, caso tu esteja indo em uma época em que há mais de uma linha), basta usar o site ruter.no/en.

Coloque o ponto de saída (Akker Brygge), o de chegada (nome da ilha) e a data e horário desejados. Já é legal até sair com todos os horários dos dias para saber quando pegar o próximo ferry de uma ilha para a outra.

Seguro viagem obrigatório com desconto

Sabia que para viajar para vários países da Europa o seguro viagem é obrigatório? Além de ser mega recomendado, já que ficar doente em um país caríssimo como a Dinamarca pode te custar uma conta muito cara. Então não deixa de cotar o teu seguro no link abaixo, que traz várias opções de seguradoras, apontando a mais barata! E leitor do Mapa na Mão tem 5% de desconto usando o código MAPANAMAO5:

Faça aqui uma cotação do seguro viagem

Quais ilhas do fiorde de Oslo visitar

Eu visitei duas ilhas por uma questão de tempo. Mas, em um dia, dá tranquilamente para visitar três ou quatro, se não se gastar muito tempo em cada uma delas.

Hovedøya

A ilha de Hovedøya é uma das maiores do fiorde de Oslo. Ela não tem moradores. É mais caracterizada pela natureza e trilhas, já que há muito espaço para fazer piqueniques e para caminhar. O principal atrativo da ilha são as ruínas de um Monastério do século XII!

 

ilhas de oslo

Ruínas do monastério de Hovedoya

 

O monastério é uma das ruínas medievais mais bem preservadas de toda a Noruega e foi fundado por um grupo de 13 monges Cistercianos vindos da Inglaterra. Eles acreditavam em uma vida simples, auto suficiente (produziam praticamente tudo que consumiam) e no benefício de se morar em lugares remotos. Por isso a escolha do lugar para se fixarem.

hovedoya Oslo

Curiosamente, já havia uma igreja no local quando os monges ali chegaram. Quem e quando construiu, não se sabe, mas eles aproveitaram a estrutura e a foram expandindo.

Hovedoya

Vista a partir de Hovedoya

Em 1532 o monastério passou para as mãos do rei e no mesmo ano foi queimado.

 

trilhas de Hovedoya Noruega

Trilhas de Hovedoya

 

Essas ruínas foram desvalorizadas durante muito tempo. Várias de suas pedras até foram retiradas de lá para a reconstrução do forte de Akershus. Apenas no século XIX começou a se prezar pela preservação das ruínas, quando a Idade Média entrou “na moda”.

ilhas da Noruega

E ainda encontrei alguns bichinhos no meio da caminhada!


ilha hovedoya

Hovedoya tem duas opções de alimentação, só que ambas ficam abertas apenas nos meses de verão: o Klosterkroa café e o Revierhavnen Kro, que é um restaurante à la carte.

Lindøya

quais ilhas visitar no fiorde de Oslo

Lindøya era a ilha do fiorde de Oslo que eu mais queria visitar! E isso porque, do centro da cidade, eu tinha visto essa ilha de longe e notei as suas casinhas coloridas de madeira em estilo norueguês. Obviamente quis ver aquilo de perto, e não me decepcionei! A ilha é mesmo uma gracinha, e todas as casinhas parecem de boneca de tão fofas.

Lindoya-Oslo

Há mais algumas ilhas com essas características, mas Lindøya me pareceu a que mais tinha casinhas. Não há muito mais além dessa paisagem para se ver na ilha, de forma que acredito que não vais gastar muito tempo por lá, a não ser que leve comidinhas para um piquenique, por exemplo. Eu fiquei duas horas e deu tempo de ver tudo o que eu queria e ainda ficar sentada tranquilamente curtindo a vista do mar por bastante tempo.

Casinhas nas ilhas perto de Oslo

Morri de amores por Lindoya! Muitas casas instagramáveis, hahaha

 

fiorde de Oslo

Se perca pela ilha! A cada caminhada, se encontra uma vista mais linda que a última

A ilha tem dois pontos de parada do ferry: Ost e Vest. Eu desci no Ost e depois fui andando até a Vest, de onde peguei o ferry para voltar.

fiorde de Oslo

E ainda fui presenteada com esse dia lindão de sol!

 

E, se quiser comer, tem que levar tua própria comida! Porque eu juro que procurei por algo e só encontrei um mercadinho que estava fechado, haha.

o que visitar no fiorde de Oslo

como visitar o fiorde de Oslo

Oslo fiorde ilhas

Lindoya ilha perto de OsloOslo Lindoya

Chip de celular com internet ilimitada

Ter internet o tempo inteiro em um passeio às ilhas do Fiorde de Oslo é importante para consultar os horários dos ferries de forma atualizada, além de se manter conectado e com comunicação, caso qualquer imprevisto aconteça (já que não há praticamente nada de comércio nas ilhas). Achamos os chips da Easy SIm 4 You bem práticos, porque tu podes comprar do Brasil, com site em português, e recebê-los em casa, já chegando conectado ao destino!

Faça aqui uma cotação de chip de celular
Lindoya Noruega

Lindoya

Quais outras ilhas do fiorde de Oslo visitar?

Das outras ilhas, a que eu mais fiquei com vontade de visitar foi a Nakholmen, que tem a mesma característica da Lindøya, com bastante casinhas charmosas. Mas, como já tinha ficado satisfeita com a Lindøya, pulei sem medo.

Curti bastante a minha escolha de ilhas! Vi o que tinha vontade de ver e conheci uma ilha mais “natureba”. É um passeio que recomendo para quem está em Oslo, sem dúvidas!

Mapa ilhas Oslo

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que tu já sabes como visitar as ilhas do fiorde de Oslo, quer nos ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para planejar sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé!

É só clicar nos quadros mais abaixo e pesquisar. Vou te deixar umas dicas:

Hotel ou apartamento: o Booking buscará opções para o lugar pesquisado.

Aluguel de carro: o site irá buscar os melhores preços em diversas locadoras, o que é muito legal.

Seguro Viagem: olha só, com a Seguros Promo, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. É legal cotar nas duas empresas para escolher o melhor. Ah, e por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências, isso porque eles cotam em várias seguradoras. Ficou com alguma dúvida? Clique e leia aqui tudo sobre seguro viagem.

Chip para celular: chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link ali do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Queres saber se vale a pena ou não sair do Brasil com chip? Leia aqui tudo sobre o chip internacional da Easysim4U.

Passeios e atrações pelo mundo afora: compre antes da viagem para evitar filas e surpresas no orçamento.

Câmbio (compra de moeda): faça uma proposta para a agência de câmbio da tua cidade. Além de comprar moeda com valores melhores, no final da negociação vais receber um email com cupons de desconto para alguns produtos.

Buscando Curtidas...

2 respostas para “Como visitar as ilhas do fiorde de Oslo”

  1. […] Oslo é a capital e a maior cidade da Noruega. Fui para lá sem saber muito o que encontraria, e acabei me deparando com uma capital que parece muito maior do que é – ela tem apenas 600 mil habitantes – de tantas atrações que oferece. Oslo me surpreendeu principalmente por entregar vários tipos de paisagens diferentes – o charme incontestável da região do centro antigo, como a Karl Johans Gate, a modernidade da Bar Code e as vistas incríveis do fiorde de Oslo. […]

  2. […] também outros posts sobre a Escandinávia:  O que fazer em Copenhague em dois dias Como visitar as ilhas do fiorde de Oslo Roteiro pelas mais lindas estações de metrô de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Ester
Ester
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.