ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Minha coleção de chaveiros de viagem

publicado em: 15/12/2016 atualizado em: 03/09/2018

Desde pequena coleciono chaveiros. Não me lembro bem quando nem como esta mania começou, só me lembro de toda viagem comprar um como lembrança.

Os chaveiros fazem parte da viagem. Cada cidade, cada vilarejo ou monumento famoso merece um espacinho na minha coleção. Se estamos caminhando pelas ruas e vemos uma lojinha de souvenirs, temos que olhar as opções. Minha mãe olha os ímãs – ela já mostrou a coleção dela neste post -, e eu olho os chaveiros. Quando um membro da família viaja sem mim e quer trazer uma lembrança, já sabe o que comprar!

É claro que, como em toda coleção, tem os preferidos. Tenho dois sonhos de viagens: ir a Brasília e ir ao Egito. Mas, é claro, quase todo mundo da família foi ao primeiro destino e a dona do sonho ainda não. Mas, também, não posso reclamar muito, afinal meu pai também não foi ainda e minha mãe, quando foi, não viu quase nada, pois estava a trabalho.

Quando a minha irmã foi, ela me trouxe um chaveiro. Guardo ele com muito amor na minha caixa de chaveiros, conservando a caixinha em que ele veio. Ele é de vidro, tem a imagem do Congresso Nacional e acende uma luzinha quando se aperta um botão.

Chaveiro de Brasília

Tenho também um escrito “Letizia” (Letícia em italiano) que minha mãe comprou para mim quando estávamos na Itália. Ele também acende uma luzinha, mas este está tão velho que ela mais parece um pisca-pisca de natal do que uma lanterna.

img_2762

Também tenho um coração rosa da Califórnia e um chaveiro da Golden Gate, em São Francisco. Nunca me esqueço da viagem à Califórnia e Nevada, em que alugamos um carro e andamos por Las Vegas, San Francisco, Los Angeles, Calico… Foi uma viagem muito quente, afinal foi uma das poucas vezes em que viajamos na alta temporada (já explicamos o por que das viagens na baixa temporada no post sobre a maldição da baixa temporada. Confere lá! Tenho certeza de que você irá rir muito), e estávamos em pleno deserto. Se o ar condicionado do seu carro estragar neste lugar, você está morto! A propósito, minha mãe escreveu sobre esta viagem neste roteiro pela Califórnia de carro.

img_2764

img_2767

E ainda tenho o chaveiro do mar da Galiléia. Comprei ele em uma viagem a Israel. Guardo ele com muito carinho, pois foi uma viagem que eu amei. Visitamos o Muro das Lamentações, flutuamos no famoso Mar Morto e comemos muito falafel. Confira este post e este sobre Israel e me diga se não é mesmo uma viagem especial!

img_2744

Na minha caixa de chaveiros eu guardo um chaveiro que minha melhor amiga me deu. Eu realmente não me lembro de ter comentado que tenho uma coleção de chaveiros com ela, mas como dizem por aí, amigos nos conhecem melhor do que nós próprios. Ela me deu quando foi a Paraty, e este chaveiro tem um grande valor sentimental pra mim.

img_2771

Entre os meus preferidos tem também um chaveiro da nossa amada Serra Catarinense. Ele está entre os meus preferidos pois, além de ser de um lugar belíssimo, ele foi um dos meus primeiros chaveiros, quando eu ainda estava começando a coleção.

img_2747

Tem também um chaveirinho de Veneza. Outro sonho meu, mas menor, era andar de gôndola em Veneza. Já fomos à Itália, inclusive a Veneza, mas, no dia em que fomos (porque, é claro, fomos só um dia 0_0), estava chovendo, e não deu para realizar o meu sonho de criança. Por isso guardo este chaveiro, como lembrança da cidade amada que visitei.

Chaveiro de Veneza, frente

Chaveiro de Veneza, frente

Chaveiro de Veneza, verso

Chaveiro de Veneza, verso

Finalizando os chaveiros preferidos, tenho o primeiro chaveiro da minha coleção: um chaveirinho de madeira onde está escrito meu nome, que ganhei com 3 anos. Ele é uma lembrança de Pucón, no Chile. Minha irmã adora este chaveiro. Ela diz que é fofo eu ter um chaveiro desde os 3 anos de idade. Inicialmente ele ficava na chave da minha porta, mas depois migrou para a caixinha de chaveiros junto com todos os outros.

img_2761

Ao todo tenho 83 chaveiros, que guardo na minha caixinha. Sempre quando os olho, me lembro das viagens, das emoções, dos incômodos… Cada chaveiro tem seu valor sentimental, e eu ficaria muito triste se algum deles sumisse.

Esse é o mais novo!

Esse é o mais novo!

fullsizerender-4

img_2773

img_2787

fullsizerender-2

fullsizerender

Também já desisti de ficar colocando eles nas minhas chaves. Vocês não têm noção de quantos chaveiros eu perdi porque coloquei em uma chave ou mochila. Hoje é só na caixinha mesmo. Uma verdadeira caixinha de lembranças.

img_2805

Você tem alguma coleção de viagens? Nos conte nos comentários. Vou adorar saber!

Ainda não coleciona nada? Comece já a viajar e a colecionar. Nós podemos ajudar na economia da viagem, através destes links:

Hotel ou apartamento: reserve o seu por este link no Booking.

Aluguel de carro: reserve no Rentalcars.

Seguro Viagem: faça o seu aqui.

Todos os sites acima, Booking, Rentalcar e Real Seguro Viagem, fazem cotações em diversas empresas, garantindo assim, melhores preços e opções para todos os gostos e gastos.

Não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão, seu blog de viagens:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

Letícia.

Buscando Curtidas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.