o que fazer em bonito

O que fazer em Bonito MS – mais de 15 atrações de todos os tipos

publicado em: 12/01/2022 atualizado em: 27/01/2022

Um banho de natureza. Um lugar revigorante. Uma água de cor e transparência indescritível. Ar puro e sossegado. Assim é Bonito, no Mato Grosso do Sul. Uma viagem que me deixou saudades já no caminho, de volta. Gostei? Não. Amei! Como desejo o que é bom aos meus amigos, quero te contar aqui o que fazer em Bonito para te animar a conhecer este recanto brasileiro também.

Vou primeiro te mostrar o que fizemos em 5 dias na cidade. Mas depois, vou falar também de outros passeios existentes lá. Assim, podes escolher o que mais te agrada e montar um roteiro com mais ou menos dias, que tal? Pronto para oxigenar a vida? E não deixe de aproveitar as dicas gerais mais no final do post na hora de planejar a viagem. Espero que ajude.

🌎 SEGURO VIAGEM: querido leitor – DESCONTO de 10% só aqui no blog:
O seguro viagem não pode faltar na tua viagem, mesmo para as nacionais. Uma doença, um acidente, a perda da mala, o cancelamento do voo, podem estragar as férias. E o seguro não é caro. Por isso, vale a pena.
* Brasil: aproximadamente 5 reais por dia.
* Europa: aproximadamente 20 reais por dia.
** Clique aqui e faça a cotação do seguro, sem custo. Este link já garante 10% de desconto aos leitores do Mapa na Mão 🌎

Mas antes de te mostrar o que fazer em Bonito, quero te convidar a assinar a nossa newsletter e receber todas as novidades e promoções do Mapa na Mão. Faça parte desta lista de amigos viajantes:

Onde se hospedar em Bonito

Antes de te contar o que fazer em Bonito, acho importante te ajudar a escolher onde ficar. Porque Bonito é um destino não barato e quanto antes tu fizer a escolha, melhor, haverá mais opções. Nós nos hospedamos no Selina Bonito. Neste link aí contei todos os detalhes da hospedagem. Este hotel é mediano no quesito valor e é classificado como bom. Fica próximo do centro e possui ótimo custo benefício, boas comodidades, como piscinas, ótimo café da manhã, quartos espaçosos e um lugar bem agradável. Clique aqui e veja o valor da diária para a época desejada.

Mas dá para economizar ainda mais em Bonito no quesito hospedagem, caso seja a tua intenção. Vou te dar umas opções de hospedagem com boa avaliação e valor mais baixo, olha só:

Hospedagem econômica em Bonito $

Agora vou deixar umas sugestões de hotéis bem avaliados, com valores medianos:

Hospedagem mediana em Bonito $$

E caso queiras uma viagem mais no capricho, com hotéis melhores e mais caros, vou também te deixar uma listinha como sugestão:

Hospedagem mais cara em Bonito $$$

Agora, se queres procurar outras opções, dar mais uma olhada em tudo o que há de hospedagem em Bonito, inclusive casas para a temporada, é só clicar no quadrinho laranja a seguir e se divertir:

Hospedagem em Bonito

O que fazer em Bonito

Então, como já te contei, vou primeiro falar tudo o que fizemos em 5 dias inteiros em Bonito. Mas depois, eu vou mostrar outros passeios que parecem ser incríveis também. Olha, com dinheiro, tempo e disposição, daria para ficar dias na cidade, tamanha a quantidade de atrações.

LEIA TAMBÉM: restaurantes em Bonito para todos os bolsos e gostos

Aproveita e dá uma olhada neste vídeo que fiz contando quanto custa viajar para Bonito:

Cavalgada vespertina no Recanto do Peão

Na verdade, no nosso primeiro dia, estava combinado o passeio no Boca da Onça Ecotur, uma trilha com rios e cachoeiras. Mas acontece que nos atrasamos e perdemos o passeio. Então, a agência Bonito Way, que foi com quem fizemos os passeios, conseguiu trocar pelo passeio do segundo dia, que seria uma cavalgada.

Ah, por falar em perder o passeio, eu deixei aqui neste post sobre tudo o que tu precisas saber antes de ir a Bonito, passeios e muito mais, várias dicas, inclusive o que fazer para não perder os passeios, heheh. Dá uma olhada que está com dicas bem legais.

Então, no final das contas, como neste dia fazia muito frio, ficou até melhor trocar pela cavalgada.

Como seria de tarde, aproveitamos o restante da manhã então, para conhecer o centro de Bonito.

LEIA TAMBÉM: furto de malas nos aeroportos – como evitar

o que fazer em bonito

Aí a gente termina o passeio com uma mesa destas, bem caseira… ai, ai

Gruta do Lago Azul

Este passeio é imperdível. Eu amei demais. Nele, é feito uma pequena caminhada por uma trilha onde se vai entrando pelo buraco da gruta. A subida no retorno é um pouco cansativa, mas tranquilo para qualquer pessoa. O guia vai contando curiosidades. Observe as estalactites e as estalagmites. Que formações deslumbrantes!

Logo dá para avistar o lago com 80 metros de profundidade. A água, dependendo do momento, fica num tom de azul incrível. Por sua beleza e fragilidade, a área da gruta foi transformada em Monumento Natural. A preservação é garantida. Como é cartão postal, não deixe de incluir na tua lista de o que fazer em Bonito, combinado?

  • Endereço: Rodovia Frida Garzella dos Santos, KM 20 Rural
  • Melhor horário para visitar: entre 8h e 10h da manhã, quando a claridade incide sobre a água formando o tom maravilhoso
  • Melhor época: de final de novembro até a primeira quinzena de janeiro é a melhor época para um azul ainda mais incrível, quando o sol bate bem na água
  • É obrigatório o uso de tênis ou papete antiderrapante

LEIA TAMBÉM: mala para viagem – a bagagem perfeita

gruta lago azul em bonito

Este lugar é magnífico! Olha a cor da água!

Balneário do Sol

É engraçado que os balneários em Bonito são em rios. Digo engraçado, porque aqui para nós, os balneários são nas praias. Nós acabamos conhecendo o Balneário do Sol, que possui uma infraestrutura bem legal com mesas, cadeiras, espreguiçadeiras, tirolesa, quadras de futebol e vôlei, trampolim, salões de jogos, parquinhos, redário, lanchonete e restaurante entre outras coisas.

Lá avistamos macacos pelas árvores e tiramos fotos com arara.

O rio é lindo, o Rio Formoso, com piscinas naturais e peixes. Também há cachoeiras no balneário. É um lugar gostoso para passar o dia, principalmente se estiver quente para aproveitar um bom banho no rio ou piscina natural. Nos balneários não há necessidade de contratar guia. Mas é importante fazer reserva. O tempo é livre, respeitando o horário de funcionamento.

No restaurante há porções, lanches como misto quente, cheese, pratos com peixe, frango, carne, salada.

  • Endereço: Rodovia do Turismo, km 8 Zona Rural
  • O que levar: roupa para banho, toalha, protetor solar
balneário do sol em bonito

Ali está o salva vidas no rio.

Boca da Onça Ecotur

Um lugar lindo demais e com muita, muita natureza. Assim é o Boca da Onça. O passeio consiste em uma trilha com muita sombra, degraus, passarela, árvores, rio, cachoeiras, vistas, montanhas. Durante o percurso o grupo vai conhecendo piscinas naturais, cachoeiras, lugares reservados para banho.

É neste local que está a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul, com 156 metros. Tente não perder um bom banho no Poço da Lontra. Nós fomos de manhã e almoçamos no restaurante que há lá no início do parque, logo na entrada, onde estacionamos o carro. E tente não deixar de entrar no Buraco do Macaco, onde há um foço com profundidade de 4 metros.

A caminhada é de 4 km e o passeio dura em média 4 horas. Há também a opção de fazer rapel com valor não incluído. É um paraíso com ótima infraestrutura. Então, se puder, inclua no teu roteiro de o que fazer em Bonito.

  • Endereço: Rodovia Bodoquena, Km 26 Zona Rural
  • Estrutura: no início há um belo restaurante com varanda e banheiros. No meio da trilha há lanchonete com banheiros. Perto do restaurante há também piscinas, redário e loja
  • O que levar: roupa de banho por baixo, tênis confortável, toalha
boca da onça em bonito ms
boca da onça bonito

Muito verde, muita natureza e uma infraestrutura muito legal.

Parque das Cachoeiras

Aqui, mais uma trilha incrível sem dificuldade, inclusive, grande parte feita em passarelas de madeira. Na trilha o grupo vai conhecendo cachoeiras e piscinas com águas lindas! O passeio completo para conhecer uma nascente e as 7 cachoeiras é feito pela manhã.

No complexo há também restaurante e piscina com borda infinita. É possível adquirir um day use para ficar no balneário e na piscina.

Nós incluímos no nosso passeio o almoço que foi um delicioso buffet regional.

  • Endereço: Rodovia MS 178, Bonito/Bodoquena, Km 11
  • O que levar: roupa de banho, protetor solar, toalha
  • Estrutura: restaurante, piscina, balneário e trilha

LEIA TAMBÉM: como ter uma viagem de avião mais confortável

cachoeira em bonito
parque das cachoeiras bonito

Barra do Sucuri Flutuação

Ai minha nossa, que passeio maravilhoso! Um dos meus preferidos foi este. As águas de Bonito são as mais cristalinas do mundo! Então, imagina flutuar em um aquário natural cheio de peixes e plantas?

Nós começamos o passeio no vestiário onde colocamos a roupa de neoprene. Depois, pegamos um barco a remo e subimos o rio, cerca de 1300 metros já conhecendo toda a exuberância da natureza de lá. Perto da nascente, descemos do barco em um deck flutuante para iniciar a flutuação, onde nos deixamos levar pela correnteza, de snorkel, apreciando cada detalhe embaixo d’água. O barco vai nos acompanhando, caso alguém queira desistir da flutuação.

As flutuações são mesmo incríveis! Então, tente colocar no teu roteiro de o que fazer em Bonito. Depois me conta se valeu a pena, beleza?

  • Endereço: Rod. Bonito/Faz. América, Km 17 Zona Rural
  • O que levar: roupa de banho, toalha
  • Estrutura: bar, banheiros com vestiário e guarda-volumes

Balneário Nascente Azul com flutuação

Mais um passeio incrível! Neste local há balneário, trilha, cachoeiras de tufas calcárias, plantas, paisagens lindas, tirolesa, pêndulo humano, museu subaquático.

No balneário há mesas e cadeiras, tirolesa, corda bamba, restaurante.

Para fazer a flutuação, o guia nos levou por uma trilha muito bonita com uma cachoeira de tufa exuberante. No final da trilha, vestimos os equipamentos para início da flutuação. O diferencial aqui é que no começo há um poço de 7 metros de profundidade, onde dá para fazer apneia com ajuda de uma corda para chegar até a nascente do rio. É incrível! Depois, flutuamos descendo o Rio Nascente Azul.

Após a flutuação, almoçamos no restaurante do complexo e aproveitamos o balneário.

  • Endereço: Rodovia Bonito Bodoquena Km 22
  • O que levar: roupa de banho, toalha
  • Estrutura: restaurante, banheiros, museu subaquático com mergulho, piscina, praia com cadeiras e mesas, corda bamba e pontes suspensas sobre a piscina, tirolesa, quiosques, trilha e pêndulo humano
nascente azul em bonito

Acima, uma cachoeira de tufa.

o que fazer em bonito

Olha aí a flutuação.

balneário nascente azul

E aí, uma parte do buffet do restaurante do Balneário Nascente Azul.

Centro de Bonito e Praça da Liberdade

Todos os dias nós caminhávamos pelo centrinho de Bonito e é muito gostoso. Há lojas, restaurantes, lembrancinhas, artesanato e a Praça da Liberdade.

É nesta praça que fica o monumento dos peixes, que são piraputangas, peixes abundantes nos rios da região.

Não deixe de ir também caminhar pela região da praça à noite. As ruas ficam mais movimentadas e alegres. É indispensável incluir no roteiro de o que fazer em Bonito porque não dá para ir até lá e dizer que não conheceu a cidade em si, né? hehehe

praça da liberdade em bonito

Então, estes foram os passeios que fizemos. Mas para que tu entendas o que Bonito oferece, os passeios poderiam ser divididos nas seguintes modalidades: flutuação, grutas, trilhas com cachoeiras, balneários, passeios de aventura e passeios ecológicos. Vou então te mostrar as outras opções de o que fazer em Bonito, e podes escolher aquilo que mais te chama atenção ou agrada. Assim, podes montar o teu próprio roteiro.

o que fazer em bonito

Flutuação – o que fazer em Bonito

Maravilhoso! Verdade, um dos meus passeios favoritos. Nós fizemos o da Barra do Sucuri e o da Nascente Azul. Ambos são fantásticos. O da Barra do Sucuri é mais longo e com água cristalina. Vimos até um pequeno jacaré. O da Nascente Azul tem uma enorme fenda que faz com que a flutuação já valha a pena. Mas o que seria essa tal flutuação afinal?

Colocamos uma roupa de neoprene, destas que os surfistas usam, de manga longa e perna curta, e com a máscara de snorkel a gente vai boiando, flutuando, sendo carregados pela correnteza. Flutuando mesmo, porque nem se deve bater pernas ou braços para não turvar a água. Bem, aí com a máscara a gente vai apreciando a vegetação subaquática e os peixes. Olha, eu me lembro que quando chegava ao final, dava uma pena, uma vontade enorme de voltar e fazer todo o trajeto de novo, de tanto que gostei.

Barra do Sucuri

No da Barra do Sucuri, primeiro se percorre uma trilha de 150 metros até o deck. Dali, as pessoas sobem rio acima remando um barquinho e descem o rio flutuando. São 1300 metros. O Rio Sucuri é o terceiro mais cristalino do mundo. O passeio dura em torno de 2 horas.

Nascente Azul

Na Nascente Azul, as pessoas sobem o trajeto, menor, caminhando por uma trilha. No início da flutuação fica a nascente numa fenda de 7 metros, onde é permitido o mergulho de apneia. Além da flutuação, no complexo há bar, restaurante, área de banho, tirolesa, corda bamba, vôlei de praia e uma pequena cascata não natural. Nosso passeio, neste dia, incluía o almoço no local.

Além deste dois que fizemos, há também para flutuação em Bonito:

  • Flutuação no Rio da Prata: no local, além da flutuação com 2 km de percurso, há opção de mergulho com cilindro, passeio a cavalo e observação de aves. No local há também restaurante com almoço típico, bar e loja de souvenires.
  • Flutuação no Rio Formoso: o principal rio de Bonito.
  • Flutuação no Rio Baía Bonita: o passeio começa com uma caminhada de 15 minutos entre a mata ciliar e termina com a flutuação de aproximadamente 900 metros o percurso. No local há também a opção de fazer a trilha dos animais.

Dica MnM: veja com a agência e o passeio se podes levar a tua própria máscara de snorkel, claro, se tiveres uma. Eu me arrependi de não ter levado, pois na da Barra do Rio Sucuri a máscara não estava muito boa e tive que parar algumas vezes para ajustá-la. Outra coisa. Não passe protetor solar ou repelente para não poluir os rios. Leve contigo para passar depois. Leve também toalhas e roupas secas para trocar após a flutuação.

Cachoeiras – o que fazer em Bonito

Nós fizemos dois passeios com trilha para apreciar cachoeiras. Um foi no Boca da Onça Ecotur. Te convido a clicar ali e ver detalhes do passeio que é muito bonito. O outro foi no Parque das Cachoeiras. Nos dois passeios, há caminhada pela mata com paradas nas cachoeiras para apreciação, fotos e algumas para banho. A natureza é exuberante na região e estas cachoeiras são lindas. Nos dois passeios, o almoço estava incluído, pois há restaurante nos complexos.

Além destes dois, há também o Cachoeiras Serra da Bodoquena. Na parte da manhã faz-se uma trilha para conhecer as cachoeiras e após o almoço, há passeio de bote, banhos em cachoeiras, caiaque duck, boia Cross, tirolesa, piscina e observação de aves.

O Rio do Peixe é outro lugar paradisíaco com restaurante e paisagens de cair o queixo.

E também bem famosa no local é a Estância Mimosa. Há uma trilha com 8 cachoeiras, piscinas naturais e mirantes para a Serra da Bodoquena.

Dica MnM: leve calçados confortáveis. No Boca da Onça é obrigatório o uso de tênis. Vá com roupas leves e confortáveis, roupa de banho por baixo, leve toalha, chapéu ou boné, água para beber. Embora haja muita água nestes passeios, heheheh, é desaconselhável beber a água de Bonito. Compre sempre água mineral no mercado. A água dos rio de Bonito é muito rica em calcário e magnésio e pode causar diarreias.

Grutas

Nós conhecemos a Gruta Azul e é imperdível. Mas ainda há outros lugares que devem ser incríveis, como o Abismo Anhumas. O defeito deste lugar é o preço, hehehehe, o que nos atrapalhou. Mas deve ser muito legal. É para quem gosta de aventura. É feito um rapel de 72 metros para chegar lá dentro do abismo. Embaixo há deck flutuante e é possível fazer flutuação no lago e passeio de bote.

Também há as Grutas de São Miguel. Nelas há uma trilha suspensa com 180 metros, visita às grutas com observação de araras, corujas e outros animais.

Boia Cross – o que fazer em Bonito

Outro passeio que deve ser massa, hehehe. O percurso de boia cross pelo Rio Formoso é de 1200 metros. Há 3 cachoeiras e 3 corredeiras.

Lagoa Misteriosa

Este passeio também deve ser sensacional! De outubro a abril não é aberto porque a água fica turva. Trata-se de mergulho em uma das cavernas inundadas mais profundas do Brasil. Também há flutuação e mergulho de cilindro. Além disso, trilha e mirante com deck com vista para a lagoa.

Quantos dias ficar

Nós ficamos 5 dias. Para aproveitar os passeios em Bonito, ao menos um de cada tipo e ter uma noção da cidade, eu aconselharia a ficar, no mínimo 4 dias completos. O ideal seriam 5 ou mais dias.

Quando ir a Bonito

Veja as dicas que deixei mostrando quando é a alta temporada e também como é o clima durante o ano, quando a água fica mais cristalina e muito mais neste post que escrevi sobre tudo o que tu precisar saber antes de ir a Bonito.

Como chegar em Bonito

Podes fazer toda a viagem de carro, o que acha? Nós fomos de Criciúma, Santa Catarina, até Bonito e foi uma viagem muito legal. Contamos todos os detalhes e deixamos nossas dicas neste post sobre viagem a Bonito de carro. Leia e pense a respeito.

Mas se queres a rapidez e a comodidade do avião, a melhor alternativa é voar até Campo Grande. Bonito tem aeroporto próprio, mas há voos somente da Trip, às quintas e aos domingos, com preços não muito convidativos.

Já o Aeroporto Internacional de Campo Grande recebe voos diários de diversas cias.

Chegando no aeroporto, a melhor maneira de se locomover até Bonito, que fica a 300 km de distância, é de carro. Já alugue um antes de viajar e garanta assim um melhor preço. Clique aqui e verifique. Este site faz cotação em diversas locadoras e, assim, podes escolher o carro e o valor que mais te agrada. Com antecedência a tendência é haver opções mais interessantes.

Dá também para contratar uma van, cujo valor fica em torno de R$ 100 por pessoa o trajeto. Esta seria a melhor opção para quem não quer alugar um carro. A Bonito Way oferece transfer do aeroporto até Bonito e vice-versa. E digo melhor opção porque até há também ônibus de Campo Grande a Bonito, ao custo de R$ 64 por pessoa. Porém, a viagem dura em torno de 5 horas e não seria a opção mais confortável. Caso queiras reservar e olhar passagens de ônibus, podes clicar aqui.

Como se locomover em Bonito

Sem dúvida nenhuma a melhor maneira de se locomover em Bonito é de carro. Como falei mais acima, os passeios, na sua grande maioria, são afastados do centro e não vi transporte público que levasse até eles não. Nós fomos de carro da nossa cidade. A propósito, dá uma olhada aqui o que escrevemos sobre viagem a Bonito de carro. Fizemos um guia com várias dicas.

Por isso, percebi que é muito mais cômodo, confortável e até econômico estar e andar de carro em Bonito. Econômico, pois outra forma de se locomover é contratando vans ou transporte nas agências de turismo. No entanto, este transporte te levará até o passeio específico e cobrará por isso. Até a Boca da Onça, que fica a 60 km do centro, por exemplo, a van custa R$ 80 por pessoa. Pensa, é quase o valor de uma diária de aluguel de um automóvel, onde podes acomodar toda a família. No restante do tempo, não terás a liberdade que um carro pode proporcionar, inclusive, com direito a ir ao mercado ou conhecer outros lugares em um mesmo dia.

Caso queiras verificar valores e alugar carro, dá uma olhada no quadrinho abaixo. Como esta empresa faz cotação em locadoras de veículos, dá para escolher o carro e o valor que mais te agrada. Uma outra opção até mais econômica é alugar em Campo Grande, caso chegues de avião por lá. Isso porque lá há mais locadoras no aeroporto e a concorrência é maior. Então, é só selecionar Campo Grande, aeroporto, no quadrinho abaixo e comparar.

Aluguel de carro

Então, gostou destas dicas de o que fazer em Bonito? Esqueci alguma atração imperdível? Deixa aí nos comentários. Vais me ajudar e também ajudar outros viajantes. Abraço!

Viaje por conta própria e economize muito

Planejar a própria viagem é uma forma de ter liberdade e economizar. Além disso, usando os links abaixo, sem custo adicional algum, vais ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando. Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e ajuda a manter nosso trabalho de pé!

Hotel ou apartamento: Booking – compare preços e qualidade. Podes ainda fazer reserva com opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in.

Aluguel de carro: Rentcars – os melhores preços em diversas locadoras. Pague em real, sem o IOF. Carros mais baratos alugando com antecedência. Podes parcelar em 12 vezes no cartão ou pagar no boleto com 5% de desconto.

Seguro Viagem: Real – nosso link exclusivo já dá 10% de desconto. Seguros Promoutilize o nosso cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. Cote nas duas e escolha o melhor. Por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências.

Aéreo: Passagens Promo 

Outras informações para reservar tudo sozinho: monte a tua viagem sozinho 

Michela

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Curtidas

3 comentários em “O que fazer em Bonito MS – mais de 15 atrações de todos os tipos”

  1. Pingback: Restaurantes em Bonito-MS para todos os bolsos e gostos!

  2. Pingback: Viagem a Bonito de carro – roteiro rodoviário até o MS

  3. Pingback: Boca da Onça Ecotur - um paraíso em Bonito - MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts RelacionadosVoltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 16 anos e estou no terceiro ano do ensino médio. Gosto muito de ler, desenhar, pesquisar e, é claro, viajar. Quando viajo, procuro sempre conhecer a história do local. Ser fascinada por esse aspecto explica o meu grande sonho: visitar o Egito e conhecer um pouco mais dessa civilização antiga.

Eu sou a Ester. Tenho 28 anos e sou médica. Moro em Florianópolis, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.