ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

O que fazer em Bruges, Bélgica – roteiro de 1 dia

publicado em: 28/02/2017 atualizado em: 24/10/2018

Bruges foi capital do comércio da Europa no início do Renascimento, e nesta época possuía mais habitantes do que Londres, por exemplo. Hoje, esta adorável e linda cidade tem seu centro histórico declarado como patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO. Acertamos em reservar um dia da nossa viagem pela Bélgica para conhecer esta delícia de lugar. Amei demais! E aqui trago dicas de o que fazer em Bruges em 1 dia.

Antes, quero te convidar a assinar nossa newsletter e receber e-mails atualizados com todas as novidades e promoções do blog. Não quer mais receber? Simples, é só sair da lista a qualquer momento. Deixe seu e-mail no campo abaixo. Não compartilhamos seus dados com ninguém, pode ficar tranquilo.

Bem, voltando ao que fazer em Bruges, um dia é suficiente para conhecer os principais pontos turísticos deste encanto de lugar, mas se preferes curti-la bem, pense em dormir uma noite lá. Eu prefiro um ponto só de parada, pois penso que cansa menos. Foi o que fizemos. Ficamos 3 dias em Bruxelas, e aqui podes conferir o que fazer em Bruxelas – roteiro de 2 dias , e tiramos um destes dias para ir a Bruges, fazendo, assim, um bate-e-volta. E foi demais!

Tickets de trem de Bruxelas a Bruges:

No site www.belgianrail.be, compramos os tickets de trem ainda no Brasil, trem de Bruxelas a Bruges. Ecolhemos comprar da estação Gare Bruxelas Mid para Bruges, pois nosso hotel ficava bem ao lado daquela estação (confira aqui onde nos hospedamos em Bruxelas). No dia previamente escolhido, nos dirigimos cedo para a estação para aproveitar bem Bruges. O trem leva uns 50 minutos e sai em horários estabelecidos (confira no site e escolha seu horário de ida e de volta, lembrando que com o ticket se pode entrar em qualquer horário disponível). Pode-se comprar as passagens na hora na estação, pois há vários trens durante o dia e não faltam lugares, ao menos na baixa temporada. Mas cuide para não pegar trens com duração de duas horas, pois param em várias estações durante o trajeto.

Vamos ao roteiro por Bruges?

O que fazer em Bruges em 1 dia:

Minnewater Park:

Ao chegar na estação de trem de Bruges, pegue a saída para o Centro (centrun) e caminhe até o Minnewater Park. Este é um belo parque arborizado, com lindas construções nas proximidades, gostosas trilhas por entre as árvores e linda vista do canal.

Begjinhof:

Do Minnewater Park, caminhe até o Begjinhof, ou Beguinaria, que é um agrupamento de casas usadas pelas Beguinas, beatas da igreja Católica Romana. Atualmente as irmãs Beneditinas ocupam o lugar.

Neste local há graciosas construções envoltas por um muro de proteção.

Igreja de Nossa Senhora:

Caminhamos do Begjinhof até a Igreja de Nossa Senhora, que fica fácil de encontrar por possuir a segunda torre mais alta da Bélgica, perdendo apenas para uma igreja da Antuérpia.

Não chegamos a entrar, mas sua arquitetura externa é de encher os olhos. Tente entrar. A estátua Madona e a Criança, de Michelangelo, se encontra no interior da igreja.


Hospital Medieval de São João (
Memling in Sint-Jan):

Bem ao lado da Igreja de Nossa Senhora, fica o antigo  Hospital Medieval de São João, hoje transformado em museu. É uma linda construção medieval que vale a apreciação e belas fotos. Acabamos não entrando no museu, mas caso agrade, aproveite e entre.

Grote Market ou Market Place:

Grote Market é a principal praça da cidade. É incrivelmente linda. Rodeada por construções maravilhosas, deixe o tempo passar apreciando cada detalhe destas obras de arte arquitetônicas. Eu amei especialmente as construções da foto abaixo. Você verá muito deste estilo nos souvenirs na Bélgica.

Escolhemos a quarta-feira para ir a Bruges, pois nesta praça, até às 13h, funciona uma feira livre onde se encontram frutas e legumes, flores, chocolate, queijo, frango assado e outros lanches, doces e waffles, enfim, aproveitamos para comprar frutas e caminhar por ela para conhecer. Você pode garantir seu almoço ali mesmo e evitar pagar mais caro em restaurantes. Uma coxa com sobrecoxa de frango custou 3,50 euros, por exemplo.

Torre Belfort:

Ainda na Grote Market fica a Torre Belfort, uma imponente construção com um campanário de onde se ouvem belos sons de sinos durante todo o dia. Subimos na torre para apreciarmos a linda vista da cidade lá de cima. Cada um dos 366 degraus valeram a pena. A entrada custa 10 euros o adulto e 8 euros para menores de 26 anos e maiores de 60 (preços em 2017).

Burg Square:

Burg é outra praça da cidade, onde fica a prefeitura, grudada da Grote Market, ou Market Place. Também com lindas construções – uma especialmente uma graça com seus ricos detalhes em dourado (foto abaixo) – porém menor que a Grote Market. Após passar um portal em forma de arco neste prédio que mencionei, dobrando à direita após o rio, há um local de saída de passeio de barco pelos canais de Bruges. Agora, pausa para o choro… não fizemos este passeio porque não estava funcionando. Acho que devido ao frio ou será a maldição da baixa temporada? Não sabe o que é isso? Então não deixe de ler aqui, pois esta maldição já atrapalhou e muito, hehe.

Enfim, Bruges é destas cidades que adoro por permitir que se faça tudo à pé. Além dos pontos citados, caminhe sem pressa ao som dos sinos do campanário, aprecie os canais que circulam a cidade, se derreta com as vitrines de doces e chocolates que são uma delícia, sorria ao ver os cisnes e patos nadando nos rios, entre nas lojas para comprar ou só olhar mesmo, aproveite cada minuto, afinal, não é todo dia que se está num lugar que mais parece ter saído de algum livro de conto de fadas.

Onde nos hospedamos:

Neste post de onde se hospedar em Bruxelas contei todos os detalhes do hotel onde nos hospedamos pelas 4 noites que por lá ficamos. Escolhemos ficar em Bruxelas e fazer um bate-e-volta até Bruges. Foi uma ótima escolha. Clicando aqui tu consegues conferir as tarifas e também reservar este hotel, caso te agrades.

Onde se hospedar em Bruges:

Caso não queiras ficar no hotel onde nos hospedamos e do qual falei acima e prefiras ficar em Bruges mesmo, o que não é uma ideia ruim, hehehehe, fizemos uma seleção de hotéis - é só clicar aqui ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, podes escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais te agrada. Escolha teu hotel clicando nele e finalize a reserva. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo. Boa estada!



Booking.com

Seguro Viagem:

Para viagens à Europa, é obrigatório fazer um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros, de acordo com o Tratado de Schengen, isto para garantir que terás cobertura em caso de doença ou acidente. E já ouvi relato de pessoas que tiveram que fazer uma cirurgia de emergência, por exemplo, que custaria milhares de euros. Portanto, não dá para ir para fora do país sem seguro. Não esqueças de fazer o teu antes da viagem.

Neste post escrevi tudo sobre seguro viagem – como fazer, porquê fazer, etc. E o valor não é tão alto. Vou deixar dois links abaixo para dares uma olhada. Ambas as empresas fazem cotações em várias seguradoras e podes escolher a cobertura que mais te agrada, além, claro, do preço que cabe no teu bolso. E por experiência própria, há opções com preços bem interessantes. Cote, escolha e faça o seguro para viajar com tranquilidade e não correr o risco de ser barrado na entrada ao continente e, o mais importante, viajar com a certeza de que caso ocorra qualquer zebra, não ficarás desamparado lá longe.

Ah, olha só, no Seguros Promo, caso seja mais interessante o seguro escolhido, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto.

Pesquise aqui com a Real Seguros    Aqui com a Seguros Promo

Chip de internet ilimitada:

Nós utilizamos este chip da Easysim4U em Bruges, na nossa viagem, e funcionou muito bem. O legal deste chip é que funciona em toda a Europa e tu não vais precisar comprar um em cada país, caso vás para outro lugar na mesma viagem. Queres saber todos os detalhes? Leia aqui o que escrevi sobre chip de internet ilimitada para usar fora do Brasil, e decida se vale ou não a pena.

Roteiro personalizado e assessoria de viagem:

Queres facilidade e um roteiro personalizado de o que fazer em Bruges ou para qualquer lugar do mundo? Sabia que o Mapa na Mão faz roteiro completamente personalizado? 100% de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas especiais? Também podemos te ajudar a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso e sem custo algum, além de passagens aéreas. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: contato@mapanamao.com ou mapanamaoviagens@gmail.com. Também podes entrar em contato através de nosso Whatsapp: 48 99816-8535. Saiba mais detalhes clicando no quadro abaixo, e viaje sem passar trabalho:

Como se locomover em Brugge:

A cidade histórica é pequena. Assim, dá para conhecê-la à pé, o que torna o passeio até mais agradável. Agora, caso queiras alugar um carro para vir de Bruxelas a Bruges, aí fica a teu critério. Tudo é interessante, não é mesmo, até conhecer este trajeto. Clique no quadrinho abaixo e veja valores de carros para aluguel. A Rentcars faz uma seleção em várias empresas, o que pode tornar o aluguel mais em conta.

Aluguel de carro

Segurança em Bruges:

Em momento algum passamos por situação de medo. Bruges é um local muito seguro e tranquilo. Claro que em todo lugar do mundo sugiro que cuides dos teus pertences pessoais como bolsas, mochilas, celulares, mas andamos por toda a cidade à pé sem receio.

Tomada:

Pino duplo redondo:

IMG_5056

Clima em Bruges no inverno:

Fomos no inverno. Bruges é um local frio no inverno, gelado. Nada que impeça os passeios, mas vá bem agasalhado. Na dúvida do que vestir ou levar, leia aqui o que vertir no frio intenso em uma viagem e fique tranquilo. Como buscamos sempre economizar, viajamos geralmente no inverno. Claro que há momentos em que alguns passeios ficam prejudicados e o dia é mais curto. Porém, há a vantagem de se caminhar sem o calor dos verões quentes. Também tem a vantagem de ser baixa temporada. Logo, não se pega pontos turísticos abarrotados, nem preços assustadores. Mas procure usar calçados que protejam os pés do frio e da umidade, pois é comum chover no inverno por lá.

Quantos dias ficar em Bruges:

Um dia é o suficiente para conhecer o essencial e seguir este roteiro de o que fazer em Bruges. Eu adoraria dormir lá e ficar mais um dia para apreciar tudo com calma. Então, caso consigas, dois dias seria maravilhoso. Vai da tua disponibilidade de tempo e do teu gosto, claro.

Quando ir:

Eu não sou assim muito a favor de dizer “olha, vai em tal época para tal lugar”, tirando, claro, lugares com clima inóspito em algumas estações do ano. Isto porque há gosto para tudo nesta vida, não é mesmo? Tem gente que não gosta do frio, então, evite ir para Brugge no inverno que sim, é uma cidade fria. Mas o verão europeu sem praia também pode não ser agradável, principalmente porque se anda bastante.

Nós fomos no inverno, como te contei no item acima. Passamos frio, mas não deixou de ser uma viagem legal. Caso tenhas disponibilidade financeira e de férias, penso que o melhor clima é na primavera ou no outono, quando ainda não está nem tão quente, nem tão frio. Aliás, deve ser muito linda a cidade na primavera. Mas quer um conselho, hahahah? Vá. Anote estas dicas de Bruges e vá de qualquer jeito e em qualquer momento, naquele que for melhor para ti.

O que levar na mala:

Caso tu sejas menina, escrevi aqui sobre malas para viagem – a bagagem feminina perfeita. O legal é que deixei um check list tanto para o inverno, quanto para o verão. Leia ali e imprima a lista, que vai ajudar na hora de arrumar as malas.

Como neste tipo de viagem a gente caminha bastante, leve roupas e sapatos confortáveis.

No verão:

  • Calça leve e confortável;
  • Calçado muito confortável como tênis, sapatilha ou até mesmo sandália boa para caminhada;
  • Blusa ou camiseta leve e de manga curta;
  • Casaquinho leve, pois podem ter dias mais frescos ou mesmo para usar à noite;
  • Bermuda;
  • Vestido, caso te agrade;
  • Protetor solar.

No inverno:

  • Calça confortável;
  • Blusa de manga longa fina e de lã para colocar por cima;
  • Casaco grosso;
  • Luvas, meia calça de lã ou ceroula longa para pôr embaixo da caça, gorro, toca ou chapéu e cachecol;
  • Tênis ou botas, de preferência impermeáveis e quentes;
  • Sombrinha ou algo para proteção da chuva, ou casaco impermeável;
  • Hidratante labial e corporal.

Moeda:

Euro. Leve euro em espécie, sempre lembrando que cartões de crédito internacionais são amplamente aceitos no local, mas vais pagar IOF na fatura depois. Aqui neste link podes verificar a cotação da moeda aí na tua cidade e ainda fazer uma proposta com valor menor. Costumo comprar ali, neste link, pois sempre consigo melhores valores que direto na casa de câmbio. Mas lembre de avisar à casa que fizeste a proposta no Melhor Câmbio para que o valor seja mantido e para receberes cupons de desconto de outros produtos via e-mail.

Olha só nosso vlog de lá e aprecie as paisagens:

LEIA TAMBÉM: Bruges – dicas do que fazer para quem tem pouco tempo na cidade incluindo sugestões de passeio e muito mais!

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que você já sabe o que fazer em Bruges em 1 dia, está com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e quer ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento:
Reserve aqui pelo Booking

Aluguel de carro:
Busque aqui com a Rentcars
O site irá buscar os melhores preços em diversas locadoras, o que é muito legal.

Seguro Viagem:
Pesquise aqui com a Real Seguros Aqui com a Seguros Promo
Olha só, com a Seguros Promo, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. É legal cotar nas duas empresas para escolher o melhor. Ah, e por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências, isso porque eles cotam em várias seguradoras. Ficou com alguma dúvida? Clique e leia aqui tudo sobre seguro viagem.

Chip para celular:
Adquira o teu chip aqui
Chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link ali do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Queres saber se vale a pena ou não sair do Brasil com chip? Leia aqui tudo sobre o chip internacional da Easysim4U.

Passeios e atrações pelo mundo afora:
GYG - várias atrações no mundo Tiqets - várias atrações no mundo Touron pelo Brasil
Compre antes da viagem para evitar filas e surpresas no orçamento.

Câmbio (compra de moeda):
Verifique a cotação aqui
Faça uma proposta para a agência de câmbio da tua cidade. Além de comprar moeda com valores melhores, no final da negociação vais receber um email com cupons de desconto para alguns produtos.

Passagens aéreas:
Várias cias aéreas no Passagens Promo

Ah, olha só, siga nossas redes sociais lá no rodapé do post e acompanhe tudo o que fazemos por aí.

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas de o que fazer em Bruges, pinando a foto abaixo:

o que fazer em bruges

Buscando Curtidas...

Uma resposta para “O que fazer em Bruges, Bélgica – roteiro de 1 dia”

  1. […] que há opções variadas de o que conhecer em Bruxelas. Ficamos 3 dias lá, tirando um para ir a Bruges. Foi interessante para fazer o roteiro assim como descrevi acima. No entanto, caso tenhas mais dias […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.