ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

O que fazer em Cancun – guia completo de viagem

publicado em: 31/05/2018 atualizado em: 31/05/2018

Eu adoro praia. Fazia tempo que queria ir para Cancun, mas não estava assim, desesperada, e não tinha nada ainda programado. Meu marido já não ama tanto praia, aff, triste, hehehe. Mas não é que ele encontrou passagens com ótimo preço para Cancun e com parada em Miami? Resolveu, então, experimentar. Sim, e assim fomos para Cancun e Estados Unidos em janeiro deste ano. Ah, e como eu, e veja só, até o marido que não gosta muito de praia, amamos demais conhecer esta região do Caribe, claro que vou te contar o que fazer em Cancun, até porque não sou egoísta, né? Fica comigo aqui até o fim que ainda tem muita dica legal. A tua viagem também será inesquecível. Vou torcer!

O que fazer em Cancun – será que vale a pena?

Às vezes vejo críticas a este destino, às vezes ouço pessoas dizerem que é lugar de modinha, com muita gente, que não seria tão bom assim, mas vou te dar minha opinião sincera. Sim, tem defeitos, como todos os lugares, porque nada é perfeito neste mundo, não é mesmo? Mas é um destino que vale a pena, na minha opinião. Por que? Primeiro, porque tem lugares lindos, natureza exuberante e um mar de uma cor que eu nunca tinha visto até hoje, um azul inesquecível. Além disso, um povo divertido e acolhedor, muita história e cultura e mais um local para colocar na tua lista, mesmo que seja naquela dos destinos que não mais voltarás.

Claro que não é o nosso caso. Nós voltaremos e morro de saudade. Olha só o meu marido, aquele que não estava nem um pouco empolgado com essa viagem e que não gosta muito de praia. No último dia me disse mais ou menos assim: “ah, que pena que está acabando, queria ficar mais um pouco. Vamos voltar com certeza!” Viu? Essa foi a nossa experiência e espero que tenhas uma igual, é meu desejo sincero e, por isso, vou te passar tudo o que fizemos e também nossas dicas especiais. E para ficar mais fácil, vou dividir por dias, assim mesmo como foi nossa viagem. Mas podes adaptar ao teu roteiro, tudo dependendo da quantidade de dias que vais ficar por lá. E ainda vou te dar dicas de passeios que não fizemos, caso queiras aproveitar mais tempo em Cancun.

1º dia – Chegada em Cancun:

Nós saímos de Guarulhos por volta das 23h. Como fizemos conexão em Miami e depois em Dallas, chegamos em Cancun somente próximo das 14h do outro dia. É uma viagem longa, cansativa, porém, como para nos Estados Unidos por ser uma cia aérea americana, é possível fazer um stop over. O que é isso? É a possibilidade de viajar para mais de um destino sem pagar nadica de nada a mais por isso.

Por exemplo, nesta viagem através da American Airlines, que tem voo para Cancun, conseguimos passar alguns dias no México e depois voamos para Miami pelo valor de uma passagem. De Miami fizemos nossa viagem pelos Estados Unidos, indo para a capital americana, a propósito, veja aqui o que fazer em Washington DC e se apaixone como nós, e Orlando. Ah, e de Orlando, mostrei as melhores atrações Universal Studios, clique e divirta-se. Bom né? Saiba mais sobre o stop over aqui.

Shopping Las Americas:

Bom, e como o dia de ida geralmente é assim cansativo, optamos por não fechar nenhum passeio, mas sim conhecer a proximidade do hotel, indo ao Shopping Las Americas. Olha só, a saída do aeroporto de Cancun é uma loucura, hehehehe. Há muitos motoristas com plaquinhas e outros sem, além de taxistas em prontidão para atacar qualquer turista desavisado. Eles vêm para cima mesmo para oferecer o serviço e chega a ser um pouco invasivo. Nós fomos até nosso hotel com a Attravel, de van. No e-mail eles já nos alertaram para não dar ouvidos às pessoas que ficam ali na saída e que eles nos encontrariam no local.

Porém, como atrasou um pouco, procuramos neste lugar pela empresa e olha só o que ouvimos. Ao perguntar onde ficava a van da Attravel, mais de uma pessoa nos disse que eles ficavam em tal lugar, com tal cor de camisa, ou que nem sempre estavam ali, e não era nada verdade. Portanto, caso contrate alguma empresa para te pegar no aeroporto, combine direitinho onde será o encontro.

cancun riviera maya

Maneiras de ir do aeroporto de Cancun até o hotel:

Van:

Como eu te falei, fomos de van com a Attravel que possui um atendimento maravilhoso e o guia já aproveitou para nos dar dicas gerais da cidade e combinar o passeio do dia seguinte.

Porém, podes contratar também um transfer com a Get Your Guide, onde há duas opções, uma de 39 dólares para grupo de até 8 pessoas, que podes conferir clicando aqui, e outra de 45 dólares, mais privativo, para grupo de até 4 pessoas, veja aqui.

Ônibus:

A empresa rodoviária ADO opera na região. Neste site podes verificar os horários, os preços e comprar com pagamento mediante boleto bancário. Agora, outra opção é comprar a passagem em qualquer terminal do aeroporto de Cancun. O trajeto do aeroporto até Cancun custa 78 pesos mexicanos, algo em torno de 15 reais. Nos horários de pico há ônibus a cada 30 minutos mais ou menos.

Carro alugado:

Agora, se pretendes alugar um carro, já cote a partir do aeroporto e evite pagar o transfer de lá até o hotel. Há empresas locadoras próximas do aeroporto, tornando a viagem tranquila e prática. Cote aqui um carro em Cancun saindo a partir do aeroporto, caso seja esta a tua escolha.

2º dia – Isla Mujeres com Garrafón:

Neste primeiro dia de passeios, passamos o dia na Isla Mujeres, que recebeu este nome por ser o lugar de culto das antigas mulheres maias que queriam engravidar. Quando os espanhóis chegaram lá, avistaram estátuas de mulheres grávidas e deram o nome à ilha.

Na ilha há o Dolphin Discovery, que oferece nado com golfinhos e experiência com outros animais marinhos, como lobos marinhos. Ali fizemos nado com golfinhos com esta empresa que tem um cuidado especial pelos bichinhos, inclusive, resgatando, tratando e soltando os que podem ser soltos, de volta à vida marinha. Há quem fique o dia no Dolphin Discovery onde há piscina, aquário com lobos marinhos e uma vista incrível para o mar, porém, no nosso pacote também estava incluído o parque Garrafón.

nado com golfinhos em Isla mujeres

Nado com golfinhos em Isla Mujeres

Parque Garrafón:

Do outro lado da ilha fica o parque Garrafón. Depois do nosso nado com golfinhos, partimos de barco para lá para passarmos o restante do dia. No Garrafón há restaurantes, tirolesa, caiaque, snorkel, banheiros, guarda-volumes e piscina. No nosso pacote estava tudo incluído, menos a tirolesa.

Não deixe de caminhar ate a ponta leste da ilha, onde há uma ruína do templo onde as mulheres faziam o ritual para engravidar. Neste local há também cada vista do mar que olha, não sei te descrever. Só indo mesmo para guardar na lembrança e na câmera fotográfica, que não registra de forma fidedigna o que os olhos veem. A caminhada dura em torno de 15 minutos.

O que levar:

Apenas roupa de banho, máquina fotográfica e protetor solar, pois no parque Garrafón há água, restaurante, guarda volumes e banheiros. Uma dica: já vá com a roupa de banho vestida por baixo da roupa e de sandá lia, assim, não vais perder tempo ao chegar na ilha para trocar de roupa. Somente no final do passeio terás de colocar as tuas roupas secas.

Tempo de duração:

O passeio dura o dia todo, pois entramos no barco de volta às 17h30min e chegamos ao hotel já ao anoitecer.

Nós fizemos este passeio com a Attravel.

Indico?

Sem dúvida nenhuma. Esta ilha é linda, com atrações incríveis, natureza de encher os olhos, e muita diversão. Rimos muito e passamos um dia agradável por lá.

isla mujeres cancun

Olha só a vista da ponta da ilha. Ao vivo é muito melhor!

3º dia – Tulum, Cenote Wayak e Playa Del Carmen:

Neste dia acordamos bem cedo, pois a van passou em nosso hotel por volta das 7h30min para nos pegar e iniciar o passeio. Primeiro fomos direto a Tulum.

Tulum:

Tulum fica no mesmo estado de Cancun, Quintana Roo, na região conhecida como Riviera Maya. Dista aproximadamente 130 km de Cancun. É um sítio arqueológico que corresponde a uma antiga cidade murada de mesmo nome, Tulum.

Aos chegarmos no local, fomos diretamente para as ruínas arqueológicas de antigas casas e templos do povoado maia que vivia ali. As construções com teto de pedra conservado até os dias atuais, são templos. O interessante deste passeio, claro, além de apreciar o lugar que é lindo, é escutar toda a história contada pelos guias. O povo maia possuía conhecimento em diversas áreas como medicina, matemática, astronomia, arquitetura. Bem, os que dominavam este conhecimento dominavam também o povo (qualquer semelhança à toda história deste mundo e lugar, não é mera coincidência). Isto é verificado nas construções presentes no sítio.

Depois de ouvirmos a história do povoado e das ruínas, tivemos uma hora, aproximadamente, para descer até a Praia de Tulum e ficar de boca aberta com tudo aquilo que vimos lá. Não, eu não estou brincando contigo. É uma praia linda demais! Pena que não dava tempo para um banho. Mas, com certeza, da próxima vez que formos ao caribe mexicano, ah, eu quero ficar alguns dias na região desta praia. Tá doido, quero aproveitar melhor aquele mar de um azul irritante de tão lindo, hehehe.

Praia em Tulum México

Esta praia em Tulum, nossa, uma das minhas preferidas.

ruínas arqueológicas de Tulum México

As ruínas arqueológicas de Tulum são sensacionais!

Cenote Wayak:

Depois do tempo combinado nas ruínas arqueológicas de Tulum, fomos até o Cenote Wayak. Os cenotes são cavidades nas rochas que formam piscinas naturais. Nesta região do México há muitos rios subterrâneos que passam por debaixo da formação rochosa de calcário. Em alguns lugares, cavidades se abriram e formaram piscinas para a nooooossa alegria!

O Cenote Wayak é, portanto, uma piscina com pedras ao fundo e em alguns lugares chega a 4 metros de profundidade. Na entrada do local, chamado acampamento Santa Cruz, há coletes salva-vidas e também barraquinhas de souvenir, restaurante, banheiro e vestiário.

Aproveite para relaxar tomando um banho de água cristalina, fresca, como nos rios. Afinal, estás em um cenote, no México, beleza?

cenote em cancun

Olha esta água do Cenote Waiak – linda né?

Playa del Carmen:

Neste passeio de um dia, estava também incluída uma passadinha em Playa del Carmen para aquela conhecida do terreno básica. Tivemos duas horas para caminhar pela região da 5ª Avenida e, claro que demos uma espiadinha no mar. Mas ainda teremos mais Playa del Carmen abaixo. Aqui foram só duas horas mesmo para um geralzão. Aguarde…

Quinta Avenida em Playa del Carmen

A Quinta Avenida ferve mais durante a noite

O que levar:

Roupa de banho para o cenote, toalha de banho, máquina fotográfica, protetor solar e boné, caso queiras proteger o rosto durante o passeio nas ruínas. Tênis? É mais confortável nas ruínas, mas não indispensável. Caso esteja calor, podes ir de sandália. Só cuide dos pés onde tem pedras, nada mais, bem tranquilo.

Tempo de duração:

O passeio dura o dia todo, pois retornamos ao hotel no início da noite.

Nós fizemos este passeio com a Attravel.

Indico?

Sem dúvida nenhuma, principalmente pela visita a Tulum, o que mais gostei neste dia. A história do local, a beleza, a praia, para mim, fantástico. O banho no cenote também foi algo diferente e agradável.

4º dia – Cozumel:

Saímos novamente cedinho do hotel para pegar o barco no pier em Playa del Carmen rumo a Cozumel, uma ilha que fica a uns 40 km de distância do continente.

Dica MnM: tu costumas enjoar em barcos? Então tome um remédio antes mesmo de embarcar, pois este balança muuuuito.

Farol Celarain:

Em Cozumel, logo na chegada, pegamos um Jeep (um por família) e seguimos em comboio até nossa primeira parada, o Farol Celarain. O legal é subir seus 133 degraus para ter uma vista incrível do mar e da lagoa com crocodilos (não vi nenhum, mas dizem que tem).

Playa del Cielo:

Do farol, fomos até a mais linda praia da viagem, na minha humilde opinião, claro. A Playa del Cielo. Água calma, cristalina, quente, areia branca e peixinhos. Ficamos 45 minutos no local onde há espreguiçadeiras com guarda sóis, bar, banheiros e chuveiro.

Parque Chankanaab:

Dali partimos para o Parque Chankanaab, onde almoçamos nachos, tacos, feijão, macarrão, salada e bebidas incluídas. Neste parque eu e a filha Letícia fizemos mergulho de cilindro enquanto o restante do grupo foi assistir ao show com leões marinhos e fazer mergulho com snorkel.

Do Parque Chankannab, uma paradinha no centrinho de Cozumel para compras. Lá há lojinhas de souvenirs com preços melhores que em Playa del Carmen é e uma graça de centrinho.

O que levar:

Roupa de banho, de preferência já por baixo da roupa para não perder tempo na hora do banho, toalha e protetor solar. Claro, se for fazer este passeio de um dia.

Tempo de duração:

Dia todo, pois retornamos à noite para nosso hotel.

Indico?

Muito. Na verdade, na próxima vez em que formos a Cancun, quero ficar mais de um dia em Cozumel, dormir lá. Há hotéis e podes conferir aqui as opções. É que eu gostei tanto do jeitinho daquela ilha que quero aproveitar com mais tempo.

playa del cielo Cozumel Mexico

Olha este mar! O nome combina – Playa del Cielo (do céu)

5º dia – Playa Delfines em Cancun e ida a Playa del Carmen:

No 5º dia nós trocamos de hotel. Isso porque decidimos ficar 4 noites em Cancun, neste hotel, e 4 noites em Playa del Carmen, neste hotel. A propósito, não deixe de ler onde se hospedar em Cancun para saber tudo sobre o hotel econômico onde ficamos e onde ficar em Playa del Carmen para ver os detalhes do nosso hotel barato de lá.

Bem, mas antes de partir para o outro hotel, decidimos pegar um ônibus em frente ao Shopping Las Americas rumo à Zona Hoteleira (Zona Hotelera em espanhol) para conhecer a Playa Delfines. Esta é uma bela praia pública de Cancun, na verdade conhecida como a mais bonita entre as públicas, com areias brancas, água azul, mar com ondas, muitos guarda sóis de palha e uma vista incrível do mirante no calçadão. Por isso ela também é conhecida como “El Mirador”. Ah, ali no calçadão há também um letreiro “CANCUN” daqueles coloridos para fotos.

Depois de algumas horas na praia, pegamos ônibus para voltar ao hotel para check-out e tomar a van para Playa del Carmen.

Ônibus para ir até a Playa Delfine:

Quase em frente ao Shopping Las Americas há paradas de ônibus. Procure onde para o R2-27, que é o ônibus que vai até a Zona Hoteleira. Basta verificar no Google Maps ou pedir para o motorista avisar quando chegar na Playa Delfines. Esta é uma forma econômica de chegar lá, claro, caso não estejas de carro. A passagem custa 12 pesos mexicanos por pessoa.

Playa Delfines em cancun

Playa Delfines

6º dia – Playa del Carmen:

Em nosso hotel havia bikes para empréstimo. Aproveitamos nosso primeiro dia em Playa del Carmen para uma vista geral do local de bike e foi muito legal. Para mim, as duas melhores formas de conhecer um lugar são caminhando ou bicicletando, hehe, então, claro que gostei deste passeio. Caso o teu hotel não disponha de bicicletas, vimos que na 10ª Avenida há uma loja que aluga bikes por 200 pesos por dia – Muscaria Rent a Car. Andamos pelas ruas, pedalamos até a praia da Calle 88 (Rua 88). Neste local a praia também é chamada Playa 88. É uma praia mais rústica, sem muita infraestrutura, com ondas, faixa de areia estreita, mas um lugar muito bonito com vegetação. Não sei se na alta temporada tem mais pessoas e estrutura.

O que achei muito legal nesta praia é o Blue Flag. Blue Flag é um certificado internacional dado a lugares como este com praias limpas, com seu meio ambiente protegido, chuveiros para a comodidade dos usuários, água potável para beber e cadeira especial para que pessoas com dificuldades de ir até a praia possam, inclusive, tomar banho de mar. Muito especial, né?

praia 88 em playa del carmen

Esta é a Playa 88 em Playa del Carmen

Praia Calle 6:

Dali nos dirigimos até a praia que ficava na direção da rua do nosso hotel, a Calle 6. Esta praia tem uma ótima infraestrutura com os chamados clubes de praia, que são locais com cadeiras, espreguiçadeiras, colchões, guarda sóis (tudo para alugar), aluguel de stand up, bares, restaurantes, água de coco e vendedores ambulantes. Conhecido o terreno, partimos até ao Parque Fundadores.

Parque Fundadores:

O Parque Fundadores é uma praça em frente ao mar com um coreto, um letreiro para fotos escrito Playa del Carmen, lojas, restaurantes e um portal chamado Portal Maya, bem em frente ao mar.  Este portal foi inaugurado em 21/12/2012 como parte das celebrações pelo fim do calendário maia. Nesta praça há shows folclóricos frequentemente e o mar de testemunha diariamente. Bem próximo deste parque há um pier com barcos que fazem o trajeto até Cozumel. Caso queiras ir por conta, basta comprar a passagem por ali mesmo e partir.

Parque Fundadores em Playa del Carmen

Parque Fundadores sempre cheio de gente.

Quinta Avenida:

Terminamos este dia caminhando pela Calle Quinta Avenida, a principal de Playa del Carmen. Esta avenida ferve de dia e de noite, mas à noite ela consegue ser mais especial. Muitas lojas, souvenirs, restaurantes, bares, sorveterias e muita, muita gente. Um violinista tocando na varanda de um restaurante, mexicanos tocando e cantando músicas locais em troca de gorjeta (a propósito, falarei mais sobre isso abaixo), vendedores oferecendo massagem, quem sabe aquela em que peixinhos beliscam os pés, lembrancinhas, comida, aromas, uma mesa para jantar, muita gente andando, comprando, tomando sorvete, tirando fotos – esta é a Quinta Avenida.

7º dia – Playa del Carmen – mar:

Não somos de ferro e viemos para Riviera Maya para um bom banho de mar e também para não fazer nada. Eram nossas férias, baby, e tiramos um dia para isso mesmo. Alugamos um colchão com guarda-sol por 100 pesos mexicanos o dia, e passamos parte do dia na beira do mar, tomando banho, pegando sol, comendo petiscos do bar e também dos vendedores ambulantes. Um típico dia de praia, na praia em frente à Calle 6.

Dica MnM: leve pesos chilenos para o aluguel das cadeiras ou espreguiçadeiras e também para compra de comida, bebida ou petiscos, pois a cotação para o dólar ali é muito desfavorável e eles não aceitam cartão de crédito.

E mais uma vez neste dia, terminamos caminhando pela Quinta Avenida à noite. Eu gostei tanto desta avenida que caminharia por ela todos os dias. Saudade mata.

playa del carmen

Vai um petisco aí com esta vista?

8º dia – Chichen Itza e Cenote Ik Kil:

Chichen Itza é o local onde se encontra a Pirâmide Kulkukan, uma das 7 maravilhas do mundo atual. Esta pirâmide era um templo Maia. A história deste lugar é magnífica. Ela foi minimamente construída para dominar o povo, já que com as artimanhas e cálculos arquitetônicos, efeitos como o sol brilhando pela sua cavidade principal, ou uma serpente sendo iluminada à medida que o sol ia se pondo, faziam com as pessoas acreditassem que o rei recebia poderes dos deuses e devia ser respeitado. Bem, contei mais sobre a história do lugar neste post com dicas de passeios em Cancun. Mas o que sugiro mesmo é ires até lá e fazer o passeio com guia, para ouvir todos os detalhes.

Ali há também ruínas de outras construções e de um enorme campo de futebol e muitas barracas de vendedores ambulantes de artesanato e souvenirs.

Chichen Itza no México

Esta é a famosa pirâmide maia, também conhecida como Chichen Itza

Cenote Ik Kill:

Como falei mais no início do post, esta região do planeta é repleta de rios subterrâneos. Em alguns lugares, há uma abertura na terra com a formação de piscinas naturais. Isto é chamado de cenote. Agora, o Cenote Ik Kil, muito mais incrível que o anterior, é uma piscina natural com 50 metros de profundidade que fica abaixo de um buraco aberto na terra. Olha, não consigo nem descrever. Coloca depois lá no Google – Cenote Ik Kil – e tenta imaginar o que estou falando. Uma pena que neste dia estava um pouco frio e nublado, pois o efeito dos raios solares na água é maravilhoso, pelo menos, pelo que vi no Google, heheh. A água é geladinha, mas sugiro um mergulho, pois não é todo dia que estamos diante de um cenote, não achas?

O que levar:

Roupa de banho, de preferência já por baixo da roupa para não perder tempo na hora do banho no cenote, toalha e protetor solar. Nós fomos de chinelo, mas caso prefiras, podes também levar um tênis para o passeio em Chichen Itza pois há pedras pelo chão. Mas tranquilo também ir de chinelo confortável, ok?

Tempo de duração:

Dia todo, pois retornamos à noite para nosso hotel.

Indico?

Mas bah! Muito. Eu adorei a beleza destes lugares e toda a história contada. Sem dúvida nenhuma, um passeio imperdível da lista de o que fazer em Cancun. Eu amei!

Gastando menos:

Estes foram os passeios e atrações que aproveitamos. Eu sei que muitos são caros. Então, se me perguntares de qual mais gostei, bem, apesar de ser difícil, vou tentar ajudar na escolha. No caso dos passeios que envolvem história e ruínas, eu escolheria o que leva até Chichen Itza. Se fazes questão de mergulho com golfinhos, que é uma experiência incrível, opte pela Isla Mujeres. Agora, caso estejas em dúvida entre esta e Cozumel e não vás nadar com golfinhos, eu escolheria Cozumel.

No mais, há outros passeios incríveis ainda por lá que também são pagos. Por exemplo, ouvi falar muito bem do Xcaret. E neste post podes ver muitas opções, quase infinitas, hehehe, de passeios oferecidos na região. Mas se queres gastar menos, escolha somente alguns destes passeios que aches fundamental e aproveites o restante dos dias nas praias e passeando pelas cidades também. E como praia é algo bem democrático, já que podes gastar muito ou bem pouco em um dia, deixa eu te falar um pouco sobre elas.

Praias de Cancun:

As praias com boa infraestrutura em Cancun se concentram na Zona Hoteleira. Se verificares no Google Maps, esta região tem um formato parecido com o número 7. As praias com mar mais calmo se encontram no traço superior do 7. À medida que vamos descendo o mapa, o mar vai ficando mais agitado, mas sempre mantendo a coloração absurda, pura ostentação, heheheh.

zona hoteleira de cancun

Percebe um 7 no traçado vermelho?

Várias praias desta zona tem seu acesso exterior dificultado pelas construções dos hotéis, que fizeram com que elas virassem praias particulares. Caso fiques em algum resort destes de beira do mar, terás acesso à praia deste hotel, com estrutura bem legal com cadeiras e guarda-sóis, por exemplo. E claro que podes caminhar até as outras praias da orla, mas pela areia, e escolher a que mais te agradar.

Porém, Cancun tem também algumas praias públicas, com acesso facilitado, mas com menos infraestrutura, já que são proibidos vendedores ambulantes em alguns lugares, por exemplo. Então pense em levar lanches e água caso queiras passar o dia. Dá uma olhada nas opções:

Playa Delfines:

Mais acima falei sobre ela, pois tiramos uma parte do nosso 5º dia para conhecê-la. É uma bela praia com guarda-sóis públicos de palha, faixa grande de areia branquinha, mar com ondas, banheiros públicos e o letreiro para fotos – CANCUN. Vimos alguns vendedores vendendo bebidas e petiscos.

Playa Chac Mool:

Praia com faixa larga de areia, mar com ondas e um pouco de algas e sem nenhuma estrutura à beira mar. No entanto, ela fica próxima de uma região com bares e restaurantes e muito agito à noite.

Playa Las Perlas:

Esta é a preferida de famílias com filhos pequenos, pois fica lá no traço superior do 7, lembra, e tem mar muito tranquilo, parecendo uma piscina natural com peixinhos. Na Playa las Perlas há guarda-sóis gratuitos, banheiros e parquinhos, mas nada de bebidas ou comida para comprar.

Playa Tortugas:

Também localizada no traço superior do 7, a Playa Tortugas é famosa em Cancun e tem a melhor estrutura dentre as praias públicas de lá. Há restaurantes próximos, guarda-sóis e até bungee jumping. Este é o local de onde saem barcos para a Isla Mujeres. Lá também há um letreiro – CANCUN.

Punta Esmeralda:

Esta não fica em Cancun, mas eu não podia deixar de fora, pois foi indicação da atendente da prefeitura. Segundo ela, a melhor praia de Playa del Carmen. Fica em uma enseada e parece mesmo ser incrível. Bem, não conseguimos tempo para conhecer. Que pena, terei de voltar, hahahahah.

Agora não perca nossas dicas gerais para que a viagem seja maravilhosa. Olha só:

Onde se hospedar em Cancun:

Em Cancun há a famosa Zona Hoteleira, que fica em um braço, uma estreita faixa de terra entre a lagoa e o mar, mais ao norte da cidade. Neste local há muitos resorts all inclusive. Como fizemos vários passeios de dia todo com a Attravel e não teríamos quase tempo para aproveitar a estrutura do hotel, resolvemos economizar neste quesito ficando no Ibis Centro, como contei neste post de onde se hospedar em Cancun. Ele fica muito bem localizado, bem em frente ao Shopping Las Americas, ao supermercado e à estação de ônibus. Agora, caso queiras escolher outra opção de hospedagem, dá uma olhada na lista abaixo:

Resorts all inclusive em Cancun:

Caso sejas mais phyno do que eu e queiras ficar em um resort all inclusive em Cancun, seguem algumas opções que pesquisei especialmente para ti. Não que eu não quisesse, hahahahaha, mas o orçamento não permitiu. Quem sabe na próxima…

Gran Caribe Resort & Spa Cancun:

O Gran Caribe Resort & Spa Cancun (clique, avalie e reserve) fica na beira do mar e a maioria dos quartos possuem varanda ou terraço. Todos eles contam com frigobar abastecido. Há clubes infantil e jovem, minigolfe, 5 diferentes opções gastronômicas, lojas, 3 piscinas e entretenimento de dia e de noite. Nas atividades recreativas há também mergulho com cilindro ou snorkel e caiaque. Os hóspedes também podem alugar bikes e no local há parque aquático.

Hard Rock Hotel Cancun:

O Hard Rock Hotel Cancun (clique e reserve) também fica localizado à beira-mar e dispõe de quartos com banheira de hidromassagem e varanda privativa. Todos eles possuem frigobar abastecido. O hotel conta com piscina espaçosa ao ar livre com vista para o mar, 2 quadras de tênis e um spa com serviço completo. Há ainda 5 restaurantes gourmet onde são servidos pratos variados da cozinha internacional. O hotel oferece uma programação noturna com passeios organizados pela área do resort e dispõe de clube para crianças e adolescentes.

Grand Oásis Cancun:

O Grand Oásis Cancun (clique e avalie, reserve se gostar) está situado em uma praia privativa e dispõe de spa, um campo de golfe, quadras de tênis e uma piscina ao ar livre rodeada de jardins. Os quartos oferecem vista para os jardins ou para o mar. Conta com 18 restaurantes dentre os quais há restaurante mexicano, mediterrâneo, buffet internacional e um sushi bar. Há eventos regulares no hotel como apresentações ao vivo e festivais de música.

Grand Oásis Sens:

O Grand Oásis Sens (clique e reserve) é um resort all inclusive somente para adultos. Fica também à beira-mar e possui quartos com vista para o mar ou para a Lagoa de Nichupté. No hotel há 12 restaurantes incluindo o Benazuza que é administrado pelo chef catalão Ferran Adrià. Dentre as opções gastronômicas, restaurante com cozinha mexicana, italiana e asiática e 11 bares.

Occidental Tucancún:

O Occidental Tucancún (clique aqui para reservar) fica a 1 minuto de caminhada da praia e oferece clube infantil, boutiques, quadras de tênis e várias outras quadras esportivas, além de massagens, serviços de spa, aulas diárias de exercício aeróbico e opções de lazer à noite. A cozinha internacional serve especialidades espanholas, frutos do mar e iguarias mexicanas.

Empório Cancun:

O Empório Cancun (clique e reserve) oferece acomodações com terraços, vista para o mar caribenho e as suítes dispõe de cozinha e área de estar e jantar. O Sítio Arqueológico de San Miguelito e o Museu Maia de Cancun fica em frente ao hotel.

Fiesta Americana Condesa Cancun:

O Fiesta Americana Condesa Cancun (clique aqui para verificar e reservar) é um resort familiar que oferece massagem e tratamentos de beleza. O spa tem vista para a Lagoa Nichupte. O hotel oferece pratos da culinária argentina, italiana, mexicana e também opções infantis.

Hyatt Ziva Cancún:

O Hyatt Ziva Canun (clique aqui para ver valores e reservar) oferece atividades de lazer como espetáculos de teatro, esportes aquáticos como mergulho com cilindro e snorkel e passeios de barco. A propriedade conta com serviço exclusivo de mordomo e 3 piscinas de borda infinita com cascata. À beira-mar há um spa com massagem, tratamentos corporais e academia.

Le Blanc Spa Resort:

O Le Blanc Spa Resort (clique e reserve) está situado em uma praia particular e é somente para adultos. Oferece serviço completo de spa e apresenta quartos espaçosos com banheira de hidromassagem. Está classificado entre os 100 melhores hotéis e resorts do mundo. Os restaurantes servem vários tipos de pratos incluindo franceses, italianos, japoneses, tailandeses e chineses.

Live Aqua Cancun Beach Resort:

Outro hotel somente para adultos, o Live Aqua Cancun Beach Resort (clique, avalie e reserva) possui piscina ao ar livre com vista para o mar, quartos elegantes com varanda, 9 restaurantes, 5 bares e um spa. Entre os pratos, culinária mexicana, europeia, asiática e culinária internacional à beira da piscina.

Todos estes resorts ficam à beira-mar e na zona hoteleira de Cancun. Avalie o que mais te agrada, verifique as avaliações dos hóspedes, escolha onde se hospedar em Cancun e sejas feliz!

Aqui podes conferir outras opções de resorts all inclusive em Cancun.

E aqui podes conferir outros hotéis em Cancun somente com café da manhã.

Seguro viagem:

Trata-se de uma viagem internacional. Não viajamos para o exterior sem seguro viagem por segurança. Nunca sabemos se podemos ficar doentes ou sofrer um acidente. E tem mais uma razão. E se a mala é extraviada? Muitos seguros também cobrem esta questão e até mesmo indenizam em caso de cancelamento ou atraso de voo. Isto é tranquilidade e vou te contar, os seguros não são caros a ponto de dispensá-los e depois ter de quebrar a cabeça em caso de imprevistos.

Nós contamos sobre a importância de se fazer um seguro viagem e como fazer neste link. Aqui no blog temos duas empresas parceiras de seguro com preços ótimos. Isso porque elas cotam em várias seguradoras e podes comparar preços e serviços. Dá uma olhada:

Clique aqui para fazer a tua cotação pela Real Seguros.

E clique aqui para cotar com a Seguros Promo. Ah, olha só, cotando por este link da Seguros Promo, podes conseguir um desconto de 5%. Basta colocar o código MAPANAMAO5 no cupom de desconto.

Minha sugestão: cote nas duas empresas, veja o seguro e cobertura que mais te agrada, e, claro, o preço. Escolha o que mais gostaste e viaje com tranquilidade, segurança e com a certeza de que caso ocorra qualquer zebra, não ficarás desamparado lá longe.

Internet ilimitada:

É uma tranquilidade já sair do Brasil com internet ilimitada e que funciona. Nós usamos o chip da Easysim4U no México e não tivemos contratempos. Caso já tivéssemos de nos comunicar com o transfer na saída do aeroporto, por exemplo, sem problemas, pois o WhatsApp funcionava direitinho. Neste post contei tudo sobre este chip. Caso compres o chip por este link, não deixes de inserir no código de cupom RBBVGRATIS e o frete será gratuito.

Moeda:

A moeda oficial do país é o peso mexicano, no entanto, eles aceitam dólares em todos os lugares. Fique atento à cotação. Em janeiro de 2018, um dólar valia aproximadamente 17 pesos. Alguns estabelecimentos cotavam em 19 pesos = 1 dólar – ótimo! Mas para alugar cadeira na praia em Playa del Carmen, por exemplo, 1 dólar valia somente 11 pesos. Nem pensar! Estávamos sem pesos no momento e o marido trocou em uma casa de câmbio na Quinta Avenida. Caso pagues com cartão de crédito e o estabelecimento for lançar em pesos, pergunte antes a cotação pelo mesmo motivo. Em janeiro, para saber quanto custava um produto em reais, bastava dividir por 5 aproximadamente. Exemplo: algo de 20 pesos valia aproximadamente 4 reais.

Segurança:

Quando chegamos, o guia de nosso transfer nos disse que Cancun é segura. Os cuidados básicos devem ser observados, como em qualquer lugar do mundo. Cuide dos seus objetos de valor. Andamos à noite por ruas de Cancun e Playa del Carmen e não nos sentimos inseguros. A polícia local deteve um homem na praia, mas não sabemos o porquê. A polícia é bem presente. Em alguns passeios deixamos nossas mochilas no ônibus, aconselhados pelo guia, e tudo ficou bem.

Como se locomover em Cancun:

De acordo com nosso guia, os táxis são caros, até porque não há taxímetro. Então, nem arriscamos. Para os passeios, utilizamos o mesmo receptivo Attravel. Em Cancun, para visitar as praias, dá para ir de ônibus. Basta pegar o R2-27. Bem prático. Vai parando em toda a zona hoteleira. Em Playa del Carmen andamos à pé e de bike. Há ônibus para Cancun de lá e a rodoviária fica na esquina da Av. Juárez com a Quinta Avenida, próxima ao Parque Fundadores. Também há muitas vans oferecendo serviço de transporte, mas não chegamos a conferir os valores. Não há Uber.

Visto:

Não há necessidade de visto para viajar para o México, somente passaporte válido. Foi tranquilo passar na imigração.

Clima em Cancun:

Viajamos no inverno lá, no final de janeiro. O clima estava agradável. Pegamos dias com 28 graus, outros com 22. Deu para tomar banho de mar, pois a água estava agradável, não muito quente. Em alguns momentos, sem sol e com ventinho, ficava um pouco frio para um banho. Para os passeios até as ruínas arqueológicas, por exemplo, achei até mais interessante viajar neste clima, pois imaginei quão quente deve ser no verão com o sol escaldante na cabeça.

Porém, um momento foi triste (pausa para as lágrimas….). No passeio para Chichen Itza não conseguimos tomar banho no Cenote Ik Kil. Mas havia gente tomando. Logo, se és mais resistente ao friozinho, vais aproveitar também.

Pegamos chuva fraca em alguns momentos e uma chuva mais forte no dia em que passamos o tempo todo no mar – chuva de verão, se bem que era inverno, hahahaha. Porém, nada que atrapalhasse o passeio.

O guia nos falou que no verão é comum fazer 38, 40 graus. O clima no inverno é úmido.

Comida:

Para os momentos fora dos passeios, em Cancun, utilizamos o Shopping Las Americas e também o Walmart que conta com um mini buffet, onde se compra alimentos para levar ao hotel (este Walmart ficava bem embaixo do nosso hotel). Se teu hotel for all inclusive, pule esta parte e seja feliz, hehehe.

Já em Playa del Carmen, há muitos restaurantes na Quinta Avenida. Porém, se afastando um pouco em direção oposta ao mar, há opções mais baratas. Mas há também Walmart caso o desejo seja economizar e ficar satisfeito, ao mesmo tempo.

Não deixes de provar:

  • Nachos: tipo o nosso doritos, crocante. Há com queijo por cima, carne ou somente molho.
  • Guacamole: creme feito de abacate, cebola, tomate e outros temperos. Combina bem com nachos, tacos ou tortillas.
  • Tortillas: uma massinha, tipo panqueca, dobrada ao meio, com recheio de tua preferência.
  • Tacos: o mesmo que tortillas, porém, levemente aberto e com mais recheio.
  • Buritos: massa similar às tortillas, porém completamente fechado em forma de cilindro, com recheio da tua preferência.
  • Feijão ou frijoles: é diferente do nosso, porque é batido, em forma de creme. Adorei!

Não gostas de comida apimentada? Então peça sem pimenta, pois muitos alimentos são picantes no México, principalmente os molhos.

É bom levar um remédio para o estômago ou para o caso de problemas intestinais, caso sejas sensível a comidas condimentadas.

Gorjetas no México:

No México, uma parte do salário dos funcionários que vivem do turismo é proveniente de gorjetas. Então, já separe no orçamento este item para que os trabalhadores possam ter um dia mais digno, porque pelo que percebemos, os salários são baixos. Deixe, sempre que possível, uma gorjeta para o garçom, para o atendente do hotel, a arrumadeira, o guia turístico e até para o empacotador do supermercado. Qualquer valor é bem aceito.

Passeios:

São tantas as opções em Cancun que precisei fazer um post próprio. Clique aqui e confira, caso queiras incrementar a lista de o que fazer em Cancun. A diversão é garantida nas terras mexicanas.

Roteiro personalizado e assessoria de viagem:

Agora, se queres um roteiro completamente personalizado de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas gerais e especiais, nós podemos criar um para ti. Precisa também que te ajude a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso, nós te ajudamos sim. Ou se ainda precisa encontrar passagens aéreas e está sem tempo para isso, nós pesquisamos com o maior prazer. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: mapanamaoviagens@gmail.com. Vais perceber que viajar é mais fácil do que se pensa.

Vacina:

Não são exigidas vacinas para entrar no México, mas como as regras com relação à febre amarela mudam constantemente, aconselho fazer esta vacina, que vale para sempre, levando o cartão de vacinação internacional em todas as tuas viagens. Vai que passam a exigir de uma hora para outra, não é mesmo? Até vais também ficar protegido, já que trata-se de um destino tropical com risco desta doença.

Riviera Maya:

Só a título de curiosidade, Riviera Maya é a região litorânea do Caribe mexicano, com mais de 130 km de praias.

cancun mexico

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que já sabes o que fazer em Cancun, estás com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e queres ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a tua viagem! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento: reserve a tua hospedagem por este link aqui no Booking.

Aluguel de carro: reserve aqui. O site irá buscar os melhores preços dentre diversas locadoras.

Seguro Viagem: faça o teu pela Real Seguros aqui ou pela Seguros Promo aqui – neste, utilize o cupom de desconto MAPANAMAO5, exclusivo para nossos leitores, e ganhe 5% de desconto. Saiba tudo sobre seguro neste link aquiPreços ótimos de acordo com nossas pesquisas. Agora, viajas mais de uma vez por ano para o exterior? Então este plano é mais convidativo.

Chip para celular: adquira o teu chip neste link e chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link aqui do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Maravilha né? E leia aqui tudo sobre o Chip Easysim4U, inclusive porque ele vale a pena.

Passeios e atrações pelo mundo afora: pesquise, compre e evite filas clicando aqui ou aqui se preferir pesquisar pela Tiqets.

Câmbio (compra de moeda): neste link aqui, podes encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira e ainda fazer uma proposta para a agência de câmbio. Confira!

Passagens aéreas: confira no Passagens Promo e fique de olho nas promoções:

Acompanhe o Mapa na Mão:

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Espero que tenhas curtido comigo este guia com dicas de o que fazer em Cancun! E agora o que te desejo? Que escolhas o que fazer neste paraíso caribenho e tenhas uma ótima viagem! Ah, tens alguma sugestão ou algo a falar sobre o México? Deixa nos comentários. Vou amar saber…

blog de viagem mapa na mão

 

 

 

 

 

 

Podes salvar este texto no teu Pinterest para futuras consultas sobre Cancun, pinando a foto abaixo:

Posts Relacionados

Buscando Curtidas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.