Logo Mapa Na Mão

O que fazer em Holambra: 24 atrações imperdíveis

publicado em: 21/09/2020 atualizado em: 21/09/2020

Saber o que fazer em Holambra vai te ajudar a preparar um passeio gostoso, seja de um dia, seja para passar alguns momentos deliciosos por lá, ou para aproveitar com mais tempo a cidade.

E aqui, com essas dicas de atrações e mais dicas especiais que vou te deixar no final, vai ser fácil planejar a viagem.

Vou te mostrar o que vimos e fizemos em Holambra em um dia, mas também te darei outras dicas de o que fazer em Holambra para mais dias na cidade, caso queiras. Ah, e também vou te dar dicas de onde ficar, onde comer, como chegar e outras.

LEIA TAMBÉM: 14 dicas para economizar em viagens

Querido leitor – DESCONTO de 10% só aqui no blog:
O seguro viagem não pode faltar na tua viagem, mesmo para as nacionais. Uma doença, um acidente, a perda da mala, o cancelamento do voo, podem estragar as férias. E o seguro não é caro. Por isso, vale a pena.
* Brasil: aproximadamente 5 reais por dia.
* Europa: aproximadamente 20 reais por dia.
** Clique aqui e faça a cotação do seguro, sem custo. Este link já garante 10% de desconto aos leitores do Mapa na Mão.

LEIA TAMBÉM: 14 dicas para uma viagem de avião mais confortável

O que fazer em Holambra

Fazia já algum tempo que eu queria conhecer Holambra. Eu amo flores e via, pelas fotos, que devia ser um lugarzinho muito bonitinho. E não é que é mesmo? Depois te conto quanto tempo ficar e quanto tempo fiquei. Mas agora deixa eu te dar as dicas de o que fazer em Holambra em 1 dia ou mais.

LEIA TAMBÉM: o que não fazer em um avião

Moinho dos Povos Unidos

Eu vou te contar mais abaixo um pouco da história de Holambra. Mas pelo nome já dá para imaginar que tem Holanda no meio desta história, hehehe. Bem, e não tem como falar em Holanda e não lembrar dos moinhos, não é mesmo? Este de Holambra é uma cópia dos tradicionais moinhos holandeses e funciona pela força do vento.

Portanto, comece o passeio conhecendo o cartão postal da cidade, o Moinho dos Povos Unidos. Com certeza, este lugar não pode ficar de fora da tua lista de o que fazer em Holambra.

Foi inaugurado em 2008 e possui 10 andares. 7 andares são abertos à visitação. Lá no topo há um mirante com vista da cidade. Acabamos não entrando, porque estava fechado, mas fica a dica.

  • Endereço: Alameda Maurício de Nassau, 249
  • Horário de Funcionamento do moinho: sábados, domingos e feriados das 9h30 às 18h. 
  • Valor: R$ 10,00. Entrada gratuita para menores de 10 anos
Moinho de Holambra São Paulo

Portal do Moinho

O portal fica bem ao lado do Moinho dos Povos Unidos e é construído em forma de moinho.

Em frente ao portal há o monumento em homenagem a um dos imigrantes fundadores da cidade e também idealizador da Expoflora, Piet Schoenmaker.

Ah, aproveita para dar uma olhada nos artesanatos do Núcleo de Artesãos de Holambra. Fica bem nos fundos do moinho. Eu garanti o ímã para a minha coleção e o chaveiro para a coleção da filha.

E ao lado do núcleo está o Centro de Cultura e Eventos. Nos finais de semana acontece ali uma feirinha de produtos artesanais. Fiquei com muita vontade de voltar para ver esta feirinha, porque adoro!

VAIS AMAR LER: como ter uma viagem com filhos mais confortável e feliz

O que fazer em Holambra em 1 dia

Corredor dos guarda-chuvas coloridos

Na Alameda Mauricio de Nassau, que é a rua do Parque da Expoflora que falarei mais no próximo item, fica um corredor de guarda-chuvas. Muito bonito para fotos coloridas, como a minha abaixo. Ah, e à noite deve ficar uma graça, porque vi lâmpadas nestes guarda-chuvas. Quero voltar para ficar até mais tarde e ver também iluminado.

LEIA TAMBÉM: como evitar furto de malas em aeroportos

Sombrinhas coloridas de Holambra

Quero te convidar a assinar nossa newsletter e receber e-mails atualizados com todas as novidades e promoções do blog. Não quer mais receber? Simples, é só sair da lista a qualquer momento. Deixe o teu e-mail no campo abaixo. Não compartilhamos teus dados com ninguém, pode ficar tranquilo.

Parque da Expoflora – o que fazer em Holambra

Tu sabia que Holambra produz quase metade das flores comercializadas no Brasil? Gente, é muita coisa.

E a Expoflora é a maior exposição de flores da América Latina. Eu to morrendo de vontade de ir. Este evento ocorre do final de agosto ao final de setembro, anualmente. Ah, mais para frente, deixei aqui para ti as datas de alguns eventos da cidade.

E como o centro de exposições possui fachada que imitam as construções típicas holandesas, é também um dos principais cartões postais da cidade. Uma graça a fachada colorida e não pode ficar de fora da lista de o que fazer em Holambra.

  • Endereço: Alameda Maurício de Nasau, 675

LEIA TAMBÉM: como arrumar uma mala feminina perfeita

Expoflora Holambra

Lago Vitória Régia e Deck do Amor

Este lago é muito bonito, florido e é onde fica o deck do amor. É um deck de madeira com guarda corpo de arame onde os casais apaixonados colocam cadeados com seus nomes para que o amor dure para sempre.

O deck foi inspirado na Pont des Arts de Paris, onde também os apaixonados prendem cadeados.

No local há também um coração com mais de 2 metros para homenagear o amor. Ideal para fotos românticas e coloridas.

  • Endereço: entre a Alameda Maurício de Nassau e a Rua Primavera

LEIA TAMBÉM: 101 atrações gratuitas em São Paulo

Deck do amor com cadeados

Confeitaria Zoet en Zout

Esta é a confeitaria holandesa mais famosa da cidade. Tem doces lindos e também vende salgados. Agora, o que mais gostei foi saborear o doce em uma mesa externa, com vista para o Lago Vitória Régia. E neste lugar há também um pequeno playground para os pequenos. Sem dúvida vale a pena, porque a vista do lago é mesmo muito gostosa.

  • Endereço: Rua dos Girassóis, 90f – Viela Lantanas

VAIS AMAR LER: o que fazer em São Paulo em 1 dia

Doces holandeses em São Paulo

Boulevard Holandês

O Boulevard Holandês fica no início da Rua Dória Vasconcelos, também conhecida como Rua Turística. Esta rua é uma graça, porque tem lojas e restaurantes com fachadas em estilo holandês, também coloridas, tipo a fachada do pavilhão do Parque da Expoflora.

Na rua há lojas de roupa, de decoração, de artesanatos, restaurantes, bares, cafés, sorveteria. Não deixe de fora da lista de o que fazer em Holambra. Eu gostei muito de caminhar por ela. Caminhe sem pressa.

  • Endereço: Rua Dória Vasconcelos
Rua Dória Vasconcelos - Rua Turística

Lago Holandês e Parque Van Gogh

O Parque Van Gogh fica em frente ao Lago Holandês e é muito arborizado e bonito. Há chalés onde funciona um café que também vende bebidas, uma floricultura e pousada. Há no parque também tirolesa, parede de escalada e pedalinhos no lago.

Ah, e por que este nome? Porque o parque homenageia o artista. Inclusive, há réplicas de quadros do pintor pelo parque.

  • Endereço: Av. das Tulipas, na Orla dos Chalés.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h.
  • Entrada gratuita no parque. Paga para usar o pedalinho, a tirolesa e a parede de escalada
Parque Van Gogh em Holambra

Praça dos Coqueiros

Bem em frente ao Parque Van Gogh fica a Praça dos Coqueiros, onde há um letreiro grande e colorido de Eu amo Holambra. É uma lembrança bem legal para incluir na lista de o que fazer em Holambra e nas fotos da viagem.

  • Endereço: Av. das Tulipas

Oma Beppie – Stroopwafel

O Stroopwafel é um doce tipicamente holandês. É uma espécie de waffel crocante com recheio. A Oma Beppie é uma fábrica de stroopwafel com loja para comprar o doce e também levar de lembrança.

Eu comprei e provei este doce em Amsterdam. É muito comum por lá. Então, não deixes de incluir uma passada nesta loja na tua lista de o que fazer em Holambra para entrar no clima holandês da viagem.

Há stroopwafel com recheio de limão, de abacaxi com hortelã, tradicional de caramelo e coberto com chocolate. O pacote fica em torno de R$ 15. Há também um pacote com pedaços da bolacha que não são aproveitados, os cantinhos. Custa R$ 1,50 e é bem gostoso.

  • Endereço: Rua Ciclamens, 236 – centro
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados, das 8h às 12h

Grande Portal Turístico – o que fazer em Holambra

Nós passamos por ele na saída da cidade. Mas podes também fazer o contrário e começar a lista de o que fazer em Holambra pelo Grande Portal. Ele dá as boas-vindas aos visitantes.

Foi construído em 2004 e sua arquitetura também segue a linha das construções holandesas. Tire fotos e já vai entrando no clima ao chegar, ou se despedindo com vontade de voltar, como aconteceu com a gente.

  • Endereço: Rua Rota dos Imigrantes
Portal Turístico de Holambra

O que fazer em Holambra – outras atrações

Estas atrações acima nós fizemos em pouco menos de 1 dia. Dá para aproveitar um pouco mais da cidade no mesmo tempo, caso sejas mais apressado. Mas as atrações que te contei até aqui, com um pouco de tranquilidade dá para fazer em 1 dia, ou em uma tarde com mais pressa.

Porém, pesquisando um pouco mais, vi que há outras atrações para incluir na lista de o que fazer em Holambra e aproveitar este mimo de lugar com mais calma. Dá uma conferida:

Memorial do Imigrante

Após passar o Portal Turístico, na Rua Rota dos Imigrantes, há uma rotatória com o Memorial do Imigrante. É um monumento em homenagem aos holandeses que fundaram a cidade.

City tour

Uma forma de conhecer a história e as melhores atrações de Holambra é fazendo um city tour. Dá uma olhada no setor de informações turísticas. Prometo tentar incluir na próxima viagem até lá para te contar melhor sobre este serviço.

Campos de flores – o que fazer em Holambra

Para conhecer os campos de flores, é necessário um guia turístico. Então, caso queiras, já veja o city tour que inclua a visita a campos de flores. Eu fiquei com muita pena de não ter dado tempo, pois esta é a cidade das flores e acho que este passeio não pode ficar de fora de o que fazer em Holambra. Então, tente te programar antes de ir.

Contacte antes alguma agência para saber quais campos estarão floridos durante a tua viagem. Se fores de junho a início de agosto, pense em visitar também um campo de girassol que parece ser lindo demais.

Lojas de paisagismo

Há muitas lojas de paisagismo na cidade. Caso tu queiras comprar mudas, vasos, plantas, flores, é um prato cheio. A filha, que está decorando o apartamento, aproveitou para comprar alguns vasos com plantas na Pronta Flora, que fica na Rua Campo do Pouso, bem perto da Rua Turística que te contei mais acima.

Outras opções de lojas grandes do ramo são GardencenterParaíso Garden e A Orquídea.

Museu histórico e cultural

O Museu conta a história local e mostra a tradição dos imigrante holandeses que fundaram a cidade na década de 1940.

  • Endereço: Alameda Maurício de Nasau, 894
  • Horário de funcionamento: sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 16h30. Em julho também funciona de quarta a sexta das 13h às 17h

Prefeitura de Holambra

O local é florido e há painéis com fotos de canais e bicicletas da Holanda. Caminhe pelo agradável local.

  • Endereço: Rua Inácio Fonseca, 66

Praça Bento Euzébio Tobias (Bentão)

A praça fica em frente à prefeitura e possui um paisagismo lindo. Há também uma fonte, uma ponte e um letreiro com a hashtag eu amo Holambra.

Torre do relógio – o que fazer em Holambra

A Torre do Relógio faz parte do complexo do Parque Linear. No parque, além da torre, há também parquinho para as crianças e chafariz.

  • Endereço: na Rua das Dálias fica o Parque Linear e a torre está localizada na rotatória com a Rua Massaranduba

Rua da Amizade – Rua Coberta

Eu vou te contar a verdade, hehehe, eu procurei e não encontrei esta rua. Mas vou deixar aqui para que tu incluas na lista de o que fazer em Holambra, porque parece ser uma graça.

A Rua da Amizade, também conhecida como Rua Coberta, é um local onde ocorrem eventos na cidade. A construção possui pilares coloridos bem bonitinhos. Há quiosques com bebidas e lanches nos dias da semana.

Lago Nossa Prainha

O Lago Nossa Prainha fica perto da Rua Coberta. Em frente ao Bar da Prainha tem um deck para apreciar o lago. O local é também florido e bonito.

Praça dos Pioneiros

Praça dos Pioneiros é uma gracinha, bem cuidada e arborizada, com um chafariz e um ponto de ônibus de tijolinhos, cuja construção remete a uma casa holandesa.

Em Busca do Galope

Eu adoro andar a cavalo. Em Holambra é possível cavalgar em cenários lindos, usados, inclusive, para ensaios fotográficos. Uma opção diferente e legal a se fazer com crianças e toda a família.

Aqui está a página do Facebook do espaço Em Busca do Galope para conseguires mais informações.

Gastronomia – o que fazer em Holambra

Já que estamos falando de uma cidade bem holandesa no Brasil, uma boa coisa a se fazer é provar pratos típicos. E em Holambra isso é possível. Há variedade de restaurantes com gastronomia holandesa, mas também outros com pratos internacionais e brasileiros. Aproveite!

  • Casa Bella Restaurante: há opções de pratos típicos e fica no Boulevard Holandês;
  • Martin Holadensa: também no Boulevard Holandês, este restaurante serve pratos típicos e outras opções com carnes, saladas, massas, risotos e pratos vegetarianos;
  • The Old Dutch: o restaurante mais indicado para quem busca provar pratos típicos holandeses;
  • Caipira Holandês: este serve um café colonial reforçado para iniciar bem o dia;
  • Restaurante Madurodam: um cardápio bem diversificado, incluindo pizza e lanches;
  • Pioneiro Café: um café com opções de salgados, doces, bolos, sanduíches, pão na chapa e outros lanches.

Onde se hospedar em Holambra

Em Holambra, há opções bem gostosas de hospedagem. Caso queiras aproveitar a cidade de dia e de noite, vale a pena, pelo menos, dormir uma noite por lá. Deixa eu te dar algumas sugestões de hospedagem:

  • Holambra Garden Hotel: um hotel gostoso, no centro da cidade, com nota 8,9. Clique aqui e confira;
  • Rancho da Cachaça Pousada: este hotel possui piscina ao ar livre e os quartos têm varanda com vista para o jardim. Nota 9,2. Clique aqui e confira;
  • Villa de Holanda Parque Hotel: a pouco mais de 3 km do centro, este hotel possui piscina, academia, jardim. Nota 8,8. Clique aqui e confira;
  • Hotel 1948: este hotel oferece acomodações com jardim e também para família. Nota 9,1. Clique aqui e confira;
  • Pousada Chácara VIVALLI: com preço bom e qualidade, uma ótima opção com nota 9,5. Clique aqui e confira;
  • Pousada Chácara DuBaldo: também com bom custo-benefício, esta pousada possui nota 9,1. Clique aqui e confira.
  • Casa Premiatto: próximo ao centro, com ótimo custo-benefício e nota 9,1. Clique aqui e confira.

E para ver mais opções de hospedagem, clica no quadrinho laranja a seguir. Não esquece de selecionar as datas que queres e olhar as avaliações dos hóspedes:

Hospedagem em Holambra

Em Campinas

Outra opção seria se hospedar em Campinas, que é uma cidade grande, com ótima infraestrutura e muito perto de Holambra. Inclusive, lá há aeroporto, onde podes chegar e partir. Clica no quadrinho laranja e veja opções de hospedagem em Campinas:

Hospedagem em Campinas

Como chegar

Holambra está localizada no Estado de São Paulo, próximo a Campinas. Nós fizemos um bate-e-volta da capital e levou aproximadamente 1 hora e 30 minutos.

Fomos de carro desde nossa cidade em Criciúma. Então uma boa opção, caso gostes de colocar as rodinhas no asfalto, é ir de carro. Saindo de São Paulo, tu podes pegar tanto a Rodovia dos Bandeirantes como a Rodovia Anhanguera e seguir até a Rodovia SP-340, sentido Mogi Mirim. A estrada é pedagiada.

Mas de avião, uma boa opção seria pousar em São Paulo, em Congonhas ou Guarulhos, e alugar um carro para conhecer Holambra. De carro é muito mais confortável e fácil de passear pela região.

Mas o aeroporto mais próximo fica em Campinas, o Vira-copos. Fica aqui esta dica, caso não queiras ir à capital. Alugue um carro clicando aqui em Campinas com a Rentcars e vá até Holambra confortavelmente.

Principais distâncias: 

  • Campinas: 35 km
  • São Paulo: 130 km
  • Curtiba: 511 km
  • Rio de Janeiro: 520 km
  • Belo Horizonte: 553 km
  • Brasília: 918 km

Quantos dias ficar em Holambra

Nós ficamos uma tarde, porque demoramos a sair de São Paulo. Mas o ideal seria ficar um dia inteiro, incluindo a parte da noite, para jantar e conhecer um pouco mais da cidade.

Outra sugestão é passar dois dias na cidade, principalmente se queres ir à Expoflora ou conhecer os campos de flores. Então sugiro dormir em Holambra, em Campinas, ou ainda, em São Paulo.

Ah, e caso tu vás à Expoflora, tente reservar um dia somente para o evento para não ficar muito cansativo.

Resumindo: em 1 dia inteiro dá para conhecer o principal de Holambra, mas o ideal seriam 2 dias para caminhar pelos parques e conhecer melhor o destino. E caso queiras descansar, passar um tempo nesta cidade gostosa e tranquila, fique 3, 4. Aí vai da tua preferência.

Quando ir a Holambra

A cidade pode ser visitada o ano todo, incluindo os campos de flores. No verão, faz muito calor, então, te prepares para isso. As flores ficam em estufas para proteção.

Fomos em agosto, no inverno, e mesmo assim fazia calor. Mas meu irmão foi também no inverno, em outro ano, e pegou um dia bem geladinho. Olhe antes a previsão do tempo para levar roupas confortáveis e adequadas. Eu quero voltar para a Expoflora, mas também na primavera, que é a estação das flores e deve ser tudo lindo e agradável.

Olha só os principais eventos que acontecem em Holambra durante o ano:

  • Carnaflores: Carnaval
  • Dia do Rei: 29 de abril
  • Expoflora: agosto a setembro
  • Aniversário de Holambra: 27 de outubro
  • Noeland: final de novembro a dezembro
  • Festa de Réveillon: 31 de dezembro

História de Holambra

Holambra é a cidade mais holandesa do Brasil. É conhecida como cidade das flores porque produz 45% das flores consumidas no Brasil.

Ela foi fundada em 1948 pelo Sr. Jan Geert Heijmeijer. Olha só que legal a origem do nome: Holambra é a junção de HOLanda, AMérica e BRAsil. A cidade possui pouco mais de 13.000 habitantes e se destaca pelo estilo holandês presente na arquitetura, gastronomia, festas e símbolos da cidade.

Inclusive, a prefeitura incentiva construções em estilo holandês com desconto no IPTU.

Anota as dicas que te deixei aqui de o que fazer em Holambra, ou salva o post, e comece a planejar uma viagem à cidade brasileira mais holandesa. Eu amei e quero voltar. Boa viagem!

Viaje por conta própria e economize muito

Planejar a própria viagem é uma forma de ter liberdade e economizar. Além disso, usando os links abaixo, sem custo adicional algum, vais ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando. Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e ajuda a manter nosso trabalho de pé!

Hotel ou apartamento: Booking – compare preços e qualidade. Podes ainda fazer reserva com opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in.

Aluguel de carro: Rentcars – os melhores preços em diversas locadoras. Pague em real, sem o IOF. Carros mais baratos alugando com antecedência. Podes parcelar em 12 vezes no cartão ou pagar no boleto com 5% de desconto.

Seguro Viagem: Real – nosso link exclusivo já dá 10% de desconto. Seguros Promoutilize o nosso cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. Cote nas duas e escolha o melhor. Por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências.

Aéreo: Passagens Promo 

Outras informações para reservar tudo sozinho: monte a tua viagem sozinho 

Michela
Michela
Curtidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 16 anos e estou no terceiro ano do ensino médio. Gosto muito de ler, desenhar, pesquisar e, é claro, viajar. Quando viajo, procuro sempre conhecer a história do local. Ser fascinada por esse aspecto explica o meu grande sonho: visitar o Egito e conhecer um pouco mais dessa civilização antiga.

Eu sou a Ester. Tenho 28 anos e sou médica. Moro em Florianópolis, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.