ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

O que fazer em Londres – os melhores pontos turísticos da capital britânica

publicado em: 17/05/2018 atualizado em: 28/10/2018

Uma das cidades que mais amei conhecer na Europa? Londres, com certeza. Apesar do frio de doer que senti naqueles dias, foram momentos inesquecíveis na capital da Inglaterra que possui atrações imperdíveis. Claro que eu não podia deixar de te mostrar os melhores pontos turísticos de lá, na minha opinião e, assim, te ajudar a escolher o que fazer em Londres para a tua próxima viagem até o Reino Unido. Ai, chique né? Eu acho. Agora dá só uma olhada na minha seleção de pontos turísticos em Londres e dicas e me diga se não é tudo de bom!

Antes, quero te convidar a assinar nossa newsletter e receber e-mails atualizados com todas as novidades e promoções do blog. Não quer mais receber? Simples, é só sair da lista a qualquer momento. Deixe seu e-mail no campo abaixo. Não compartilhamos seus dados com ninguém, pode ficar tranquilo.

Ah, e antes de te mostrar o que visitar em Londres, vamos falar de dinheiro. Como assim, Michela? É que muitos torcem o nariz ao pensar em colocar este destino no roteiro de viagem porque é caro. Tá, não vou te mentir, é caro mesmo. A libra é cara, a hospedagem é cara, a comida é cara, mas como já te contei e ainda vais perceber melhor durante esta nossa conversa, é um lugar dos sonhos. Então, fica aqui comigo coladinho nas dicas que vou te passar até o final do artigo e podes sim já ir planejando a viagem. Primeiro vamos conversar sobre hospedagem e vais perceber que não vendemos um rim para ficar em Londres não. Olha só:

Onde se hospedar em Londres:

Como em nossa viagem utilizamos somente as pernocas e o transporte público, a localização do hotel foi crucial para a escolha. Mas não só isso não! Quem nos conhece sabe que gostamos de viajar economizando e, assim, aproveitar bem o din din em coisas que valem muito a pena. Por isso, optamos pelo Crestfield Hotel (clique e analise), um hotel simples, mas com bom custo x benefício. Ele fica no centro, a menos de 300 m das Estações de Trem de King’s Cross e St. Pancras International, tem café da manhã e ótimo atendimento. Mas vou te deixar outras opções com bons preços também:

  • Best Western Mornington Hotel Hyde Park: este hotel está a 5 minutos a pé da Estação Paddington e do Heathrow Express, possui uma boa avaliação dos hóspedes, bom preço, mas o café da manhã não está incluso;
  • Caring Hotel: o Caring Hotel está localizado a uma curta caminhada da Estação de Metrô Queensway, do Hyde Park (parque), Do Kensington Gardens (jardim) e da Estação de Trem Paddington. Todos os quartos possuem banheiro privativo, é avaliado como bom pelos hóspedes e há café da manhã incluído. O preço, muito bom!
  • Point A Hotel London Paddington: avaliado como muito bom pelos hóspedes e com preço ok, este hotel fica no centro, mas não tem café da manhã;
  • Agora, queres dar uma olhada em outras opões de hotéis em Londres? Clique aqui e divirta-se. No quadro laranja à esquerda, coloque a data da viagem, o número de hóspedes e quartos e clique em pesquisar. O site ordena pelas principais escolhas dele, mas podes filtrar por preço mais baixo primeiro ou utilizar outros filtros. Leia as avaliações, as características do hotel e reserve, se gostar. Tá sem tempo ou com preguiça de procurar? Nós procuramos para ti sem cobrar nada. Mande um email para contato@mapanamao.com.br. Ah, vou te deixar aqui abaixo um banner com promoções do dia:



Booking.com

Salvando money na hora de comer:

Além da hospedagem, um dos itens que podem pesar no orçamento é alimentação. Mas sempre é possível viajar sem gastar todas as economias comendo, se esta for a tua intenção. Em Londres, como em qualquer lugar do mundo, há restaurantes maravilhosos, chiques e estrelados. Mas há também pequenos restaurantes, lanchonetes, fast foods, mercados e mercearias.

Sabes um prato típico da região e que pode ser encontrado em pequenas lanchonetes com preços bem acessíveis? Fish and chips, que é nada mais que peixe e batata frita. Não gosta de peixe? Que tal improvisar um sanduíche natural com produtos de algum mercadinho de bairro? Mercado nas viagens é vida, gente! Aproveite para comprar frutas e água (sim, água nos mercados, porque em restaurantes podem custar pequenas fortunas, hehe) e manter a dieta equilibrada e o bolso sorrindo à toa.

Assim, caso seja do teu gosto, pode sobrar mais dinheiro para conhecer lugares turísticos de Londres.

prato típico inglês fish and chips

O que fazer em Londres – pontos turísticos de Londres mais visitados:

Agora uma pausa nas dicas mão de vaca para apresentar os principais pontos turísticos de Londres. Mas as dicas gerais não param por aqui não. Até o final quero te mostrar o que é importante saber para visitar a capital britânica. Mas ainda na vibe economia, procurei apresentar as atrações seguindo uma ordem de acordo com a localização, assim, por sua proximidade, podes conhecer muitos locais caminhando, e evitar gastos com transporte público.

Também coloquei nos itens abaixo, links para a pesquisa e compra de ingressos de atrações on-line e, assim, podes programar os gastos com passeios antecipadamente. Ou seja, se tens x para gastar neste quesito, escolha os locais imprescindíveis, aqueles que não podem ficar de fora nesta viagem e compre as entradas. O dinheiro não dá para tudo? Que tal selecionar alguns passeios pagos e os outros locais conhecer somente por fora e aproveitar também desta forma a maravilhosa cidade? É assim que fazemos, sempre, porque não dá para se ter tudo nesta vida, concorda?

Agora deixa eu te contar o que fazer em Londres ou o que conhecer em Londres, e veja que esta é uma cidade com variadas atrações, isto que a lista nem é exaustiva. Ah delícia de lugar…

Palácio de Westminster – Big Ben:

Eu sonhava conhecer esta construção. As fotos que via na internet, aquelas que refletiam o belo edifício no rio, sinceramente, me emocionavam. Eu até fiz uma encomenda para o marido. Quero uma foto do Palácio de Westminster, que abriga o Parlamento do Reino Unido e onde tem a famosa torre com o mais famoso ainda símbolo de toda a Inglaterra, o Big Ben. E não é qualquer foto não, quero uma noturna, linda, maravilhosa, porque farei um quadro para colocar no hall da casa.

A foto saiu? Até saiu e ficou bonita, mas não perfeita para o que eu queria. Mas também né, tadinho do marido! Fazia menos de zero grau nas noites daquele inverno. Chegava a chover gelo, nunca tinha visto disto na vida. Seria pedir demais para o maridão uma foto perfeita noturna com as mãos congeladas, né? Eu o perdoei, hehehe. Mas mais abaixo vou te mostrar como conseguir fotos perfeitas por lá.

Enfim…

Voltando a um dos pontos turísticos de Londres mais visitados e famosos, o Parlamento Inglês com o Big Ben de bônus, não deixe de apreciar a construção por fora, de dia e de noite, ouvir o relógio tocar e se deixar perder no tempo e em cada detalhe daquela obra (no momento ele está em obras e o sino não está tocando, mas um dia acaba…).

Ah, sobre o Big Ben, sabia que é o nome do sino que foi instalado no Palácio de Westminster em 1859? Tudo bem que a torre que abriga este sino e o segundo maior relógio de quatro faces do mundo também sejam conhecidos como Big Ben, mas na verdade, a torre foi batizada de Elizabeth Tower em 2012. Antes, era conhecida simplesmente como Clock Tower, ou torre do relógio.

E por falar em construção linda, um lugar que adorei por ter belíssimas edificações foi a capital da Holanda. Veja neste artigo que fiz com dicas de o que fazer em Amsterdam que delícia de lugar e que fotos!

Palácio de Westminster em Londres

Este Parlamento é um desbunde de tão lindo, credo!

London Eye:

A terceira maior roda gigante do mundo, a London Eye fica bem perto do Palácio de Westminster, mais precisamente do outro lado do rio Tâmisa, e é um dos pontos turísticos em Londres imperdível, além de ser um dos mais disputados por lá. Tire fotos diurnas e noturnas dela, que, a propósito fica lindamente iluminada à noite, mas não deixes de dar uma volta e apreciar a vista lá do alto. Linda, linda demais!

E compre teus tickets aqui com direito a acesso rápido, evitando filas enormes. Um dos passeios que mais gostei. Se for para economizar, não economize aqui, por favor! Esta volta de aproximadamente 30 minutos te mostrará cada ângulo da cidade encantador e fará valer a pena cada centavo. A propósito, em dias claros, é possível avistar até 40 km de distância – baita vista, né?

passeios em Londres London Eye

A London Eye é linda de dia e de noite…

Sea Life – Aquário de Londres:

Localizado ao lado da London Eye, o Aquário de Londres é uma atração divertida para toda a família. Veja animais marinhos como pinguins, tartarugas, cavalos-marinhos, polvos, peixes de várias espécies e tubarões. Há também répteis como rãs e crocodilos. Caminhe por baixo de um oceano e brinque com a vida marinha e sua diversidade. Aqui consegues comprar os ingressos antecipadamente e evitar filas. Tá aí o que conhecer em Londres em família. Legal!

Já que estás na Europa, tenho certeza que vais amar ler aqui o que fazer em Berlim. Que lugar incrível!

Rio Tâmisa:

Eu gosto muito de caminhar pela beira dos rios europeus. Tá, não só na Europa, adoro rio, lago, mar, água de toda espécie, hehehe, mas os rios de lá têm um charme especial. Sabia que o Rio Tâmisa já foi conhecido como Grande Fedor porque era poluído e tinha um cheiro insuportável? Após quase 120 anos de investimento na despoluição das águas, hoje velejadores, remadores e até pescadores voltaram a utilizá-lo. Boa notícia para nossos rios poluídos e fedorentos né? Só falta vontade…

Mas voltando ao Tâmisa, caminhe, caminhe, tire fotos, aproveite o seu movimento e faça, se possível, um cruzeiro por este, que é um dos principais pontos turísticos de Londres. Veja aqui os pacotes disponíveis

Rio Tâmisa em Londres

Não é lindo o Rio Tâmisa? Foto: Victor Guidini – https://www.victorguidini.com

Abadia de Westminster:

A Abadia de Westminster é a igreja onde são feitas as coroações da monarquia inglesa e fica próxima ao Big Ben. Construída em estilo gótico, é uma linda obra de arte considerada a mais importante igreja de Londres. Nela estão enterrados 17 monarcas e importantes cidadãos britânicos como Isaac Newton, Laurence Olivier, Charles Dickens e Charles Darwin. É linda para se apreciar por fora, mas também é possível conhecê-la por dentro. Mas para isso, é necessário comprar um ingresso. Aqui podes comprar antecipadamente e evitar filas.

Nem que seja só por fora a visita, é um dos pontos turísticos de Londres mais visitados e merece aquela apreciada no capricho. Até porque é uma linda construção.

Abadia de Westminster em Londres

Abadia de Westminster – olha a suntuosidade!

Palácio de Buckingham:

O Palácio de Buckingham é a residência oficial da rainha Elizabeth II. Uma bela construção, símbolo do local, e por isso mesmo, um grande ponto turístico de Londres a ser visitado. Além de apreciá-lo por fora, o seu entorno é muito bonito, com belos parques e jardins. Mas também há aposentos que podem ser visitados, como os Apartamentos de Estado, a Galeria da Rainha ou o Estábulo Real. Veja aqui as opções no site da Tiqets e aqui no Get your Guide e garanta já a tua entrada. Mas caso não queiras gastar com esta atração, vale o passeio por fora.

Troca de guarda…

E lá, em frente ao Palácio de Buckingham, é um dos locais onde ocorre a troca de guarda, uma das atrações turísticas de Londres também disputadas. Nós quase morremos de frio naquele dia, mas, veja só bebê, estávamos na terra da rainha e não podíamos perder esta cerimônia com aqueles guardas e seus uniformes característicos, sabe, com túnica vermelha, calça preta, luvas brancas e aquele tufo em cima da cabeça, heheheh. Até pesquisei o nome do chapéu peludo e é bearskin. Ele é feito de pele de urso (e desta parte não gostei) e tem quase meio metro de altura. Aquele dia estava um frio de doer, mas fiquei agora aqui pensando, e no verão? Ah coitados!

Enfim, tens tempo? É uma cerimônia legal onde a guarda real nova chega ao som de instrumentos musicais para a troca de turno. Então, caso decidas ir, chegue um pouco cedo, mas não muito para não cansar. É que o local fica cheio de turistas. Atualmente, a troca da guarda no Palácio de Buckingham ocorre às segundas, quartas, sextas e domingos, às 11h. Dura cerca de 45 minutos e não ocorre sob chuva forte. Mas como o horário e dias podem alterar, veja aqui no site oficial antes de viajar.

Troca da guarda no Palácio de Buckingham

Troca da guarda no Palácio de Buckingham – estava frio demais!

Trafalgar Square:

A Trafalgar Square é a principal praça da capital britânica e, por isso, um lugar vibrante. Monumentos, prédios históricos, fontes com chafariz, sim, um local a se apreciar. Fica bem no centro da cidade e recebeu este nome devido à Batalha de Trafalgar, ocasião em que a Marinha Real Britânica venceu as frotas navais francesas e espanholas em uma das guerras napoleônicas.

Ao centro, a Coluna de Nelson que tem ao topo uma estátua de granito do Almirante Nelson, comandante da frota britânica vencedora. Esta coluna que possui leões de bronze ao pés para guardá-la, é um dos símbolos da capital inglesa.

Trafalgar Square em Londres

Trafalgar Square lindamente iluminada à noite – foto de Victor Gandini, fotógrafo em Londres

National Gallery:

Agora que estás comigo passeando pela Trafalgar Square, que tal uma passadinha na National Gallery que fica bem ali, na praça, que além de se tratar de uma bela construção, abriga obras de arte de renomados artistas como Leonardo Da Vinci, Van Gogh e Michelangelo? A maioria das atividades, bem como a entrada, são gratuitas e há possibilidade de alugar um audioguia com diversas línguas, inclusive o português de Portugal, por 5 libras (preço em 2018).

Picadilly Circus:

Conhecida com a Times Square de Londres por possuir luminosos publicitários em neon e inúmeras lojas. A Picadilly Circus é um dos pontos turísticos em Londres mais fotografados, portanto, prepare-se para ver muita gente perambulando por ali. Claro que vais querer também perambular, né? Os painéis publicitários luminosos são chamados Piccadilly Lights.

picadilly Circus em Londres

Regent Street:

Na mesma região da Oxford Street, outra rua de comércio imperdível, seja para compras, seja para caminhar ou apreciar as vitrines iluminadas e caprichadas, é a Regent Street. Lojas conhecidas por nós como a Apple, a Tommy Hilfiger, a Banana Republic, a Calvin Klein, a Ferrari, a H&M, a Levi’s, a Benetton, a Hugo Boss, Lacoste, L’Occitane, Hollister Co, Nike, Zara, Timberland, Gap, Burberry e muito mais, marcam presença nesta rua frequentada por milhões de turistas anualmente. E se é assim tão frequentada, é um local para a lista de o que conhecer em Londres.

Oxford Street:

A Rua Oxford Street é o paraíso das compras em Londres. Há desde lojas com preços mais acessíveis até marcas de luxo em lojas de departamento. Vais encontrar lojas queridinhas como Mango, Zara, H&M, Next, Urban Outfitters, River Island, Office, Accessorize e de departamentos enormes como a House of Fraser, a Selfridges, a John Lewis e outras. Prepare o bolso ou somente vá até lá para caminhar e ver aquele monte de vitrine e gente por todo lado.

Aqui podes ver e imprimir um mapa com as lojas da Oxford Street. Siga a seta e divirta-se! E abaixo marquei onde ficam os pontos turísticos londrinos citados acima. Veja que dá para caminhar, pelo menos até a maioria deles, e economizar com transporte.

o que fazer em Londres mapa do centro da cidade

E por falar em compras, a Angela do blog Apure Guria fez um guia de lojas e ruas para comprar. Espia ali e boas compras!

Museu Britânico:

Sabes a Pedra de Roseta? Um fragmento de granito negro com 750 kg, onde há escrita uma mensagem em três línguas: grego, hieróglifos e demótico, e revela mais de 1400 anos de segredo do antigo Egito, já que foi chave para decifrar os hieróglifos. Bem, ela está lá, no Museu Britânico, onde também há esculturas do Parternon de Atenas, Moai da Ilha de Páscoa, a múmia de Katebet, dentre muitos outros objetos em seu acervo de quase 8 milhões de peças. Este é considerado o Louvre de Londres e foi o primeiro museu público do mundo. Não bastasse tudo isso, há muitos anos é a atração mais visitada do Reino Unido. E o melhor, entrada franca!

Museu Britânico em Londres

Museu Britânico – foto: Victor Guidini

British Library:

Outra notícia maravilhosa! Entrada grátis aqui também, baby! A British Library é a biblioteca nacional do Reino Unido, com mais de 14 milhões de livros. Entre seus tesouros, manuscritos históricos de até 2 mil anos antes de Cristo, e originais de Freud, Da Vinci, Darwin, entre outros. Se és amante da escrita e de livros, esta talvez seja uma atração de Londres imperdível para ti.

Regent’s Park:

Um dos mais belos parques reais de Londres, o Regent’s Park possui uma linda área verde, fontes, lago com diversas espécies de aves e um teatro a céu aberto. É a maior área da cidade dedicada a esportes ao ar livre. Pode-se praticar tênis, atletismo, futebol, rugby, hóquei sobre a grama e remo no lago, além, claro, de garantir uma gostosa caminhada. É um lugar perfeito para um piquenique em um dia de verão ou primavera. E neste parque fica o Zoo de Londres, nossa próxima atração.

Regent's Park em Londres

Olha que charme no inverno! Foto: Victor Guidini – https://www.victorguidini.com

Zoo de Londres:

Gostas de ir a zoológicos nas viagens? Eu gosto, principalmente em viagens com crianças e se percebo que os animais são bem cuidados. Agora, olha só que legal! O London Zoo é o zoológico mais antigo do mundo e abriga mais de 750 espécies de animais, desde pequeninas borboletas até as pescoçudas girafas. É uma opção legal de o que visitar em Londres, até pela sua história.

Podes comprar teu ingresso sem fila aqui e receber por e-mail o voucher.

Abbey Road:

Vamos pagar mico como a gente lá na Abbey Road? To brincando, nem é tanto assim, já que muitos e muitos pedestres fazem o mesmo e até os carros estão acostumados e param com paciência para as fotos. Esta é a famosa rua conhecida como rua dos Beatles em Londres. Sabe, onde tem aquela faixa de pedestres onde o quarteto atravessou para a foto do álbum do grupo de mesmo nome, Abbey Road. Nós tentamos imitar os Beatles, mas não ficou, assim, perfeito, hehehehe. Mas as tentativas dos turistas são divertidas. Muitos tentam fazer igualzinho, mas sempre sai um errinho aqui, outro ali, uns que olham para o fotógrafo, outros que passam correndo por vergonha ou medo de estar atrapalhando o fluxo. Isso é a diversão da faixa.

Além disso, a região é bonita e ao lado da faixa fica o Abbey Road Studios, o mais famoso estúdio do mundo, que não gravou apenas discos da banda dos garotos de Liverpool, mas de vários outros cantores.

abbey road em Londres

A gente tentou… ah, até que ficou bonitinho né?

Museu de Sherlock Holmes:

Lembra da frase “elementar, meu caro Watson”? Esta é mundialmente conhecida por ser repetidamente dita por Sherlock Holmes. Watson era seu assessor. Sherlock Holmes, a personagem criada pelo médico e escritor britânico Arthur Conan Doyle, que se tratava de um detetive. Holmes nasceu no livro Um Estudo em Vermelho e ganhou o mundo nos cinemas, televisão e quadrinhos.

Se és fã da obra deste escritor, a ida ao Museu de Sherlock Holmes é essencial, pois a casa recria com perfeição a residência do detetive. Lá estão a lareira, os livros, os tubos de ensaio, o violino, a poltrona, enfim, vais te sentir no cenário da obra de ficção que fez parecer pertencer ao mundo real este detetive inglês.

Aqui podes comprar um passeio incrível para os fãs do detetive – trata-se de uma excursão por locações apresentadas na série Sherlock Holmes.

Museu de Cera Madame Tussauds:

Não chegamos a ir ao Museu de Cera Madame Tussauds em Londres, mas ao de Nova York e posso garantir, é muito divertido. A perfeição dos bonecos, os detalhes, os cenários, nossa, parecem mesmo reais. E olha só que massa, o de Londres foi o primeiro da rede! E já que estás lá, quem sabe não rende uma visita. Há estátuas de cantores, artistas, membros da família real.

Deixa eu te contar o que nos ocorreu no de New York e vais ver que não estou exagerando, hahahaha, ri antes da hora, pera aí. Estávamos andando pelos corredores e nos deparamos com um homem e sua câmera fotográfica na mão, tirando fotos de um boneco de cera. Claro, somos educados, hehe, paramos atrás dele e ficamos esperando sair o tão angulado registro. Mas o negócio estava demorando. Gente, percebemos, enfim, hahahaha, era um boneco também o fotógrafo! Viu? Engana direitinho.

Dica MnM: vá durante a semana, pois aos finais de semana fica muito cheio e agitado o local.

Compre os ingressos antecipadamente para garantir lugar e não pegar filas. Aqui consegues o ingresso normal para o Madame Tussauds

Aqui, ingresso para o Madame Tussauds + 24 horas de ônibus turístico

Hyde Park:

O Hyde Park é o mais famoso parque real de Londres e também o maior parque do centro da cidade, com 140 hectares. Os parques reais são assim chamados porque, em algum momento no passado, suas terras pertenceram a algum monarca. Neste parque, em dias de sol, muitas pessoas se deitam na grama para expor a barriguinha branca e garantir o estoque de vitamina D.

Um oásis no meio da capital, um lugar para caminhar, respirar, ver o verde, animais, lago e também os pontos de interesse: o Serpentine River que faz fronteira com o Kensington Gardens e o Speaker’s Corner, situado a noroeste do parque, próximo ao Marble Arch (monumento de mármore). Este é um local utilizado para discursar, apresentar ideias, defender seus pensamentos, enfim, um lugar que virou ponto turístico e que garante às vezes, algum espetáculo. Um parque para a lista de lugares turísticos de Londres para conhecer.

hyde park em londres

Museu de História Natural:

Vou começar te dando uma boa notícia. A entrada é gratuita! Gostou, né? As duas principais atrações do Museu de História Natural de Londres são os dinossauros e os mamíferos e suas ossadas. Mas não é só de ossos ou de dinossauros que vive o museu. Ele possui itens variados referentes à Paleontologia, à Zoologia, à Botânica e mais, fazendo com que esta bela edificação apresente aos visitantes uma rica aula sobre a fauna e a flora de vários lugares do mundo.

E olha só que legal. No inverno, o museu oferece uma das melhores pistas de patinação de gelo de Londres.

Com certeza, o Museu de História Natural de Londres é uma atração imperdível para toda a família, inclusive para as crianças, que brilham seus olhinhos diante daqueles mamíferos gigantes e dos queridinhos dinossauros.

Palácio de Kensington:

Conhece o Duque e a Duquesa de Cambridge? E se eu te falar do Príncipe Willian e de Kate Middleton? Aquele casal real que tem 3 filhos pequenos, o último nasceu esses dias. Então, esta família mora no Palácio de Kensington. Esta é uma das inúmeras residências reais da Inglaterra. O palácio por fora é um charme e o seu jardim muito lindo. Por dentro, é possível apreciar algumas exposições, como a sobre a vida da Rainha Victoria, passeio por quartos e salas suntuosas e por um espaço que abriga a coleção real.

Caso queiras visitar o palácio, antecipe o ingresso aqui pela Tiqets ou aqui pela Get Your Guide e evite filas.

Notting Hill:

Quem assistiu ao filme “Um lugar chamado Notting Hill” levanta a mão! Pois é, muitas das cenas do romance foram gravadas neste charmoso bairro de Londres chamado Notting Hill. Caminhe sem pressa apreciando as lojas, os souvenirs, as ruas e o movimento.

mapa das atrações turísticas de Londres

Shard e sua vista 360º:

O maior prédio da Europa Ocidental, o Shard oferece ao visitante uma vista 360 graus da capital britânica a mais de 240 metros de altura. A permanência no edifício é por tempo ilimitado e é possível circular à vontade pelas áreas abertas ao público.

Dica MnM: se possível, vá em um horário de dia próximo do anoitecer para tentar avistar o pôr-do-sol de lá e, depois, a cidade toda iluminada. Assim, irás ter uma visão privilegiada de Londres de dia, ao esconder do sol e de noite, aproveitando bem o ingresso.

Ah, por falar em ingresso, ele pode ser adquirido aqui com antecedência e sem grandes filas ou aqui com a Tiqets.

vista 360 graus de Londres Shard

Foto: Victor Guidini – https://www.victorguidini.com

Tower Bridge:

Este passeio é imprescíndivel, na minha opinião. Não, sério, eu achei a Tower Bridge linda demais e é um dos símbolos da cidade. Também pudera! É um dos pontos turísticos de Londres mais visitados e fotografados. Esta ponte foi construída ao lado da Torre de Londres, nossa atração próxima, e sobre o Rio Tâmisa. Trata-se de uma ponte basculante, que permite a travessia de barcos e possui uma exposição permanente sobre a sua história. Além da exposição, a subida por suas torres possibilita vistas exclusivas da cidade. Não deixe de atravessá-la a pé e de apreciá-la tanto de dia, quanto de noite, quando está iluminada.

Queres entrar? Compre teu ingresso antecipadamente aqui e já vá com tudo programado.

Tower Bridge em Londres

Amo esta ponte!

Torre de Londres:

Os objetos e bens mais importantes da monarquia britânica, bem como suas joias, encontram-se na Torre de Londres. É um local interessante para os apaixonados pela história da capital britânica. A torre já foi prisão, sede para execuções e tortura, zoológico e casa da moeda, para então passar a abrigar os bens de valor da monarquia, função que desempenha a mais de 3 séculos. Hoje, é patrimônio mundial da UNESCO. E não bastasse tudo isso, é uma construção belíssima. Adoro! Uma forma interessante de conhecer a Torre de Londres é através de um tour guiado por um dos guardas do local, chamados beefeater – os guardas da fortaleza.

Os ingressos podem ser comprado aqui com a Tiqets ou aqui com a GYG on-line e com antecedência, evitando, assim, filas.

Torre de Londres

A Torre de Londres fica em uma região linda.

passeios turísticos em Londres mapa

Meridiano de Greenwich:

Quando começamos a planejar sobre o que fazer em Londres, o Meridiano de Greenwich entrou na lista como ponto de interesse inegociável. Eu fiquei pensando naquelas aulas de Geografia e História e como eu não iria colocar um pé no hemisfério oriental e o outro no ocidental do planeta? Mas nem pensar. Por isso, fomos, e foi um passeio muito divertido. A começar pelo bairro onde fica o observatório de Greenwich, na verdade um distrito e com o mesmo nome, Distrito Real de Greenwich. O lugar é um encanto, uma delícia para caminhar.

Lá há o parque também de mesmo nome, Parque de Greenwich, o Museu Marítimo Nacional, o Old Royal Naval College e o mercado de rua chamado Mercado de Greenwich. Com certeza uma localidade com muitas atrações interessantes, uma ideia legal de o que conhecer em Londres.

pontos turísticos de Londres

A região do distrito de Greenwich é um charme.

E onde fica a linha imaginária?

Depois da caminhada, entre no observatório para ver o Shepherd Gate Clock, um relógio criado em 1852 por Charles Shepherd e que marca a hora oficial de Greenwich. Também o Flamsteed House, museu com instrumentos astronômicos em seu acervo, a Time Ball, uma bola vermelha que marca o GMT (Greenwich Mean Time) e o Grande Telescópio Equatorial, com mais de 100 anos de idade e o maior telescópio histórico do Reino Unido. Mas claro que não pode faltar a marcação do meridiano para aquela foto com um pé de um lado e o outro do outro. No local há um monumento e a linha ao chão.

Uma forma muito legal de chegar ao Distrito de Greenwich é de barco. Aqui podes ver o preço e comprar o ingresso, caso queiras. Mas, claro, também dá para ir de transporte público, como fizemos.

Dica MnM: a Time Ball fica no topo do Flamsteed House e cai diariamente às 13h. Portanto, tente te programar de estar lá neste horário e presenciar um dos primeiros dispositivos públicos de sinalização do tempo.

Ingressos para o observatório: confira aqui.

Meridiano de Greenwich em Londres

A sensação de estar com um pé lá e o outro cá

Palácio de Hampton Court:

O edifício é magnífico. Os jardins, esplendorosos com seus 24 hectares. Há um labirinto de arbustos muito divertido, principalmente para as crianças. Dentro, pode-se visitar os apartamentos reais de Henrique VIII, as cozinhas de Tudor que ocupam quase todo o primeiro andar do palácio, a Cumberland Art Gallery com obras de arte da Coleção Real e a Capela Real. O Palácio de Hampton Court fica um pouco afastado do centro de Londres, a uns 32 minutos de trem a partir da Estação Waterloo, mas facilmente se chega lá.

Neste link podes verificar o valor do ingresso com entrada prioritária e neste aqui, o ingresso pela Tiqets.

Castelo de Windsor:

Sabe o príncipe mais novo, o Harry, que casou com uma atriz americana, a Meghan Markle? Então, o casamento dos dois foi na capela St. George que fica no complexo do Castelo de Windsor. Este castelo não fica em Londres, mas perto, a 40 km de distância, na cidade de mesmo nome, e é possível chegar de trem.

Além de lindo por fora, a entrada ao Castelo de Windsor permite a visita a salões ricamente decorados, a salões usados pela rainha em ocasiões especiais, à grande sala de recepção e à casa de bonecas da Rainha Mary. Além disso, neste castelo também ocorre a troca da guarda. Consulte os horários e dias da cerimônia no site oficial.

Bem, como eu falei, este castelo não fica na capital britânica, mas este post dá dicas do que fazer em Londres. Pode isso Arnaldo? Pode, porque o Castelo de Windsor faz parte das top atrações a se conhecer na região e eu não iria deixar de fora, né? Até porque rapidinho se está lá.

Aqui, pela Tiqets – podes comprar o ingresso para entrada ao castelo. E aqui, pela Get Your Guide – e já ir com tudo preparado daqui do Brasil.

O que fazer em Londres em poucos dias:

Acima falei de 28 atrações interessantes e importantes, muitas imperdíveis. Mas como devemos eleger prioridades, não é mesmo, se tens pouco tempo na cidade, infelizmente alguns pontos ficarão fora do roteiro. Por isso, para tentar ajudar na tua escolha, vou citar os meus pontos turísticos em Londres preferidos:

  • Palácio de Westminster;
  • London Eye;
  • Rio Tâmisa;
  • Abadia de Westminster;
  • Palácio de Buckingham;
  • Trafalgar Square;
  • Picadilly Circus;
  • Tower Bridge;
  • Torre de Londres;
  • Shard;
  • Abbey Road;
  • Meridiano de Greenwich;
  • Castelo de Windsor.
vista da London eye em Londres

Olha que incrível este passeio na London Eye

Um blog muito legal com muita informação de Londres é o Mapa de Londres. Clique ali e confira.

Como se locomover na região:

Agora quero te passar dicas de Londres para ajudar no planejamento da viagem. No site https://tfl.gov.uk podes verificar a melhor forma de ir de um lugar a outro planejando a tua jornada. Basta colocar de onde vais sair em “From” e para onde queres ir em “To” e clicar em “Plan my journey”. Legal né? Nós também utilizamos muito o aplicativo Maps.me e o Uber também pode ser muito útil naquele momento de cansaço e quando se quer praticidade. Londres é muito bem servida de transporte público e fica fácil se locomover sem ter que passar o nervoso de alugar um carro com mão inglesa, heheheh.

passeios em Londres

Moeda:

A moeda da Inglaterra é a libra esterlina. Enquanto escrevo este post, 1 real equivale a 4,87 libras esterlinas. Quando fomos a Londres, levamos um pouco de dinheiro em espécie e também cartão de crédito internacional, amplamente aceito por lá. Mas lembre que ao usar o cartão, vais pagar IOF e a cotação será a do dia do fechamento da fatura.

Dica MnM: não esqueça de avisar à operadora do cartão de crédito que estás viajando para o exterior, mencionando o país ou países e o tempo de permanência em cada um. Já tivemos o cartão bloqueado no exterior e não foi muito legal, heheh.

Dica MnM 2: como é sempre importante viajar com alguma quantia em espécie, não esqueça a segurança. Não manuseie grandes notas na rua, não carregue o dinheiro em bolsos traseiros ou em bolsos de fácil acesso em mochilas que ficam nas costas. De preferência, guarde-o em bolsas frontais ou em algibeiras – uma espécie de pochete que fica rente ao corpo e embaixo da roupa.

Aqui neste link podes verificar a cotação da moeda aí na tua cidade e ainda fazer uma proposta com valor menor. Costumo comprar ali, neste link, pois sempre consigo melhores valores que direto na casa de câmbio. Mas lembre de avisar à casa que fizeste a proposta no Melhor Câmbio para que o valor seja mantido e para receberes cupons de desconto de outros produtos via e-mail.

Chip de internet ilimitada:

Nós utilizamos este chip da Easysim4U em vários lugares na Europa, e funcionou muito bem. O legal deste chip é que funciona em toda a Europa e tu não vais precisar comprar um em cada país, caso vás para outro lugar na mesma viagem. Queres saber todos os detalhes? Leia aqui o que escrevi sobre chip de internet ilimitada para usar fora do Brasil, e decida se vale ou não a pena.

Seguro Viagem:

Para viagens à Europa, é obrigatório fazer um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros, de acordo com o Tratado de Schengen, isto para garantir que terás cobertura em caso de doença ou acidente. E já ouvi relato de pessoas que tiveram que fazer uma cirurgia de emergência, por exemplo, que custaria milhares de euros. Portanto, não dá para ir para fora do país sem seguro. Não esqueças de fazer o teu antes da viagem.

Neste post escrevi tudo sobre seguro viagem – como fazer, porquê fazer, etc. E o valor não é tão alto. Vou deixar dois links abaixo para dares uma olhada. Ambas as empresas fazem cotações em várias seguradoras e podes escolher a cobertura que mais te agrada, além, claro, do preço que cabe no teu bolso. E por experiência própria, há opções com preços bem interessantes. Cote, escolha e faça o seguro para viajar com tranquilidade e não correr o risco de ser barrado na entrada ao continente e, o mais importante, viajar com a certeza de que caso ocorra qualquer zebra, não ficarás desamparado lá longe.

Ah, olha só, no Seguros Promo, caso seja mais interessante o seguro escolhido, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto.

Pesquise aqui com a Real Seguros    Aqui com a Seguros Promo

Clima de Londres no inverno:

Fomos para Londres no inverno e pegamos dias de frio muito rigoroso. Chegou a chover gelo, hahahaha. Também nevou um pouco à noite, o que não é tão comum por lá. Prejudica um pouco os passeios? Sim, não vou mentir. É impossível suportar? Claro que não, sobrevivemos para te contar, hehehehe. Ah, eu até acho divertido depois. Mas vá bem agasalhado. Na dúvida do que vestir ou levar, leia aqui o que usar no frio intenso e fique tranquilo.

Como buscamos sempre economizar, viajamos geralmente no inverno. Claro que há momentos que atrapalha um pouco e o dia é mais curto. Porém, há a vantagem de se caminhar sem o calor dos verões quentes. Também tem a vantagem de ser baixa temporada. Logo, não se pega pontos turísticos abarrotados, nem preços assustadores. Mas procure usar calçados que protejam os pés do frio e da umidade, pois é comum chover no inverno por lá.

Quando ir:

Eu não sou assim muito a favor de dizer “olha, vai em tal época para tal lugar”, tirando, claro, lugares com clima inóspito em algumas estações do ano. Isto porque há gosto para tudo nesta vida, não é mesmo? Tem gente que não gosta do frio, então, evite ir para Londres no inverno que sim, é uma cidade gelada. Mas o verão europeu sem praia também pode não ser agradável, principalmente porque se anda bastante.

Nós fomos no inverno, como te contei no item acima. Passamos frio, mas não deixou de ser uma viagem legal. Caso tenhas disponibilidade financeira e de férias, penso que o melhor clima é na primavera ou no outono, quando ainda não está nem tão quente, nem tão frio. Mas quer um conselho, hahahah? Vá. Anote estas dicas de Londres e vá de qualquer jeito e em qualquer momento, naquele que for melhor para ti.

Quantos dias ficar em Londres:

Já vimos que há opções variadas de o que conhecer em Londres. Ficamos 3 dias na capital londrina, mas hoje vejo que o ideal seriam 4 dias ou 5. Então, se for para dar um conselho, no mínimo 3 dias e se possível, 5, para aproveitar melhor as atrações e os pontos turísticos em Londres.

Roteiro personalizado e assessoria de viagem:

Queres facilidade e um roteiro personalizado de o que fazer em Londres ou para qualquer lugar do mundo? Sabia que o Mapa na Mão faz roteiro completamente personalizado? 100% de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas especiais? Também podemos te ajudar a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso e sem custo algum, além de passagens aéreas. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: contato@mapanamao.com ou mapanamaoviagens@gmail.com. Também podes entrar em contato através de nosso Whatsapp: 48 99816-8535. Saiba mais detalhes clicando no quadro abaixo, e viaje sem passar trabalho:

Assessoria de viagem

Segurança em Londres:

Londres é uma cidade segura. Andamos por vários lugares, utilizamos o transporte público, caminhamos, inclusive à noite, e não sentimos medo em nenhum momento. Claro que em todo lugar do mundo sugiro que cuides dos teus pertences pessoais como bolsas, mochilas, celulares, câmeras fotográficas. Nunca é demais né? E queremos que tudo dê certo.

Fotógrafo em Londres:

Lembra lá no início que te contei que a foto noturna do marido quase congelado não ficou, assim, perfeita? Mas então eu descobri um fotógrafo brasileiro em Londres que faz fotografias de casais, casamentos e, advinha só, turistas! Já pensou viajar para esta cidade super fotogênica e trazer de lá um álbum de encher os olhos e o coração? Eu acho uma super lembrança. O nome dele é Victor Guidini. Dá uma espiada no link que deixei ali e veja só as fotos. Lindas! Ah, e ele ainda pode sugerir aqueles lugares perfeitos para um clique mais perfeito ainda. Indico.

Palácio de Buckingham em Londres

Palácio de Buckingham – foto Victor Guidini

Free walking tour ou guia brasileira em Londres:

Eu já contei como funciona esse tal de free walking tour – clica aí e dá uma conferida, é massa demais! Caso queiras fazer um, encontrei este site que faz. Vale a pena por ser à pé, baratinho e interessante. Agora, se queres algo mais privado e até personalizado, a Tina do blog Londres Pra Você, é uma guia brasileira que vive lá e poderá te acompanhar pela região, basta combinar.

Tomada em Londres:

A tomada em Londres é assim, diferentona, com três pinos chatos, como na foto abaixo.

tomada em Londres

Leve um adaptador, compre lá ou peça emprestado no hotel, às vezes tem.

Pontos turísticos em Londres – tickets:

Se já puderes comprar os tickets aqui, antes de viajar, é interessante para evitar filas, evitar perder alguma atração por lotação e também para já programar o orçamento da viagem, evitando gastos não previstos.

Nós temos dois links de empresas que vende tickets para lugares turísticos de Londres. Clique abaixo e confira:

Tiqets    Get Your Guide

Visto:

Assim como na Europa, não há necessidade de visto para turismo no Reino Unido. Leve teu passaporte válido durante toda a permanência por lá.

Vacina:

Não são exigidas vacinas para entrar no Reino Unido, mas como as regras com relação à febre amarela mudam constantemente, aconselho fazer esta vacina, que vale para sempre, levando o cartão de vacinação internacional em todas as tuas viagens. Vai que passam a exigir de uma hora para outra, não é mesmo?

Onde fica Londres:

Terminando nossas dicas especiais, afinal, onde fica Londres? Londres é a capital da Inglaterra e do Reino Unido. A Inglaterra é um dos países da Grã-Bretanha. A Grã-Bretanha é uma ilha da Europa onde se encontram a Inglaterra, a Escócia e o País de Gales.

Já o Reino Unido é um agrupamento político que contempla os países da Grã-Bretanha (Inglaterra, Escócia e País de Gales), mais a Irlanda do Norte – um pequeno pedaço da ilha vizinha. Bem, Londres, geograficamente falando, fica no sudeste da Inglaterra.

o que fazer em Londres

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que já sabes o que fazer em Londres, estás com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e queres ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a tua viagem! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento:
Reserve aqui pelo Booking

Aluguel de carro:
Busque aqui com a Rentcars
O site irá buscar os melhores preços em diversas locadoras, o que é muito legal.

Seguro Viagem:
Pesquise aqui com a Real Seguros Aqui com a Seguros Promo
Olha só, com a Seguros Promo, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. É legal cotar nas duas empresas para escolher o melhor. Ah, e por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências, isso porque eles cotam em várias seguradoras. Ficou com alguma dúvida? Clique e leia aqui tudo sobre seguro viagem.

Chip para celular:
Adquira o teu chip aqui
Chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link ali do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Queres saber se vale a pena ou não sair do Brasil com chip? Leia aqui tudo sobre o chip internacional da Easysim4U.

Passeios e atrações pelo mundo afora:
GYG - várias atrações no mundo Tiqets - várias atrações no mundo Touron pelo Brasil
Compre antes da viagem para evitar filas e surpresas no orçamento.

Câmbio (compra de moeda):
Verifique a cotação aqui
Faça uma proposta para a agência de câmbio da tua cidade. Além de comprar moeda com valores melhores, no final da negociação vais receber um email com cupons de desconto para alguns produtos.

Passagens aéreas:
Várias cias aéreas no Passagens Promo

Ah, olha só, siga nossas redes sociais lá no rodapé do post e acompanhe tudo o que fazemos por aí.

Espero que tenhas curtido comigo este guia com dicas e lugares turísticos de Londres! E agora o que te desejo? Que escolhas o que fazer na capital britânica e tenhas uma ótima viagem! Ah, tens alguma sugestão ou algo a falar sobre o Reino Unido? Deixa nos comentários. Vou amar saber…

Podes salvar este texto no teu Pinterest para futuras consultas de pontos turísticos em Londres , pinando a foto abaixo:

pontos turísticos de Londres

Buscando Curtidas...

Uma resposta para “O que fazer em Londres – os melhores pontos turísticos da capital britânica”

  1. […] Tem mais dica aqui – um roteiro da família Mapa na Mão com os melhores pontos turísticos da capital britânica. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.