Logo Mapa Na Mão

O que fazer em Pequim em 1, 2 ou mais dias – guia completo

publicado em: 02/01/2020 atualizado em: 09/01/2020

Passagens compradas para a China, hora de escolher as cidades a serem visitadas. Xangai não podia ficar de fora. A propósito, escrevi um post de o que fazer em Shangai bem completo. Dá uma olhada como ela é linda. Bem, mas também não podíamos deixar de ir a Pequim. E na Muralha da China. Ótimas escolhas. Agora, dá uma olhada aqui nas nossas dicas de o que fazer em Pequim e inclua também esta cidade incrível na tua viagem.

Eu vou mostrar o que conseguimos visitar e também tudo que estava na nossa lista, além do que é importante conhecer. É que estávamos cansados, já no final da viagem e não conseguimos dar conta da lista de desejos. Mas, dependendo da quantidade de dias da tua viagem e da tua disposição, dá para fazer um roteiro mais completo e aproveitar melhor a cidade com essas dicas. E vá até o fim que ainda vou te deixar informações importantes para aproveitar o melhor da China.

Querido leitor – DESCONTO de 10% só aqui no blog:
O seguro viagem não pode faltar na tua viagem, mesmo para as nacionais. Uma doença, um acidente, a perda da mala, o cancelamento do voo, podem estragar as férias. E o seguro não é caro. Por isso, vale a pena.
* Brasil: aproximadamente 5 reais por dia.
* Europa: aproximadamente 20 reais por dia.
** Clique aqui e faça a cotação do seguro, sem custo. Este link já garante 10% de desconto aos leitores do Mapa na Mão.

Antes das dicas gerais e do roteiro de o que fazer em Pequim, quero te convidar a assinar nossa newsletter e receber e-mails atualizados com todas as novidades do blog. Não quer mais receber? Simples, é só sair da lista a qualquer momento. Deixe o teu e-mail no campo abaixo.

Onde se hospedar em Pequim

Nós ficamos no Dong Fang Hotel Beijing que tem bom preço e boa localização. Clique aqui para conferir os valores e também reservar, se te agradar. Ele fica a uns 5 minutos à pé da estação de metrô. Um pouco depois da estação, há também comércio e restaurantes na região.

Ou se preferir, vou deixar umas sugestões por ordem de valor:

Agora, se queres conferir as outras opções em Pequim, clique no quadrinho a seguir. Aí, dá uma olhada nas avaliações dos hóspedes, na localização, na nota e também no que ele oferece, além do preço, claro, e boa estada!

Hospedagem em Pequim

ANTES DE MAIS NADA, LEIA AS 17 DICAS DA CHINA QUE ESCREVI PARA APROVEITAR MELHOR A VIAGEM.

O que fazer em Pequim

Pequim é a capital da República Popular da China e a segunda maior cidade do país, atrás somente de Xangai. Em inglês, Beijing. Agora, vamos ao que fizemos, ao que estava na lista e outros importantes pontos da cidade para visitação. Espero que o teu roteiro fique lindo!

Muralha da China

Estávamos muito ansiosos para conhecer a Muralha da China. Então, de cara reservamos o primeiro dia em Pequim para esta atração. É incrível demais. Passo vergonha se te contar que chorei de emoção lá em cima?

Fomos de ônibus a partir de Pequim e escolhemos o ponto de visitação chamado Mutianyu. É que a muralha é enorme e há vários locais para se conhecer. Porém este não fica tão longe de Pequim e não lota tanto. Também possui ótima infraestrutura e teleféricos para subir e descer, além de tobogã para a descida. Gostei da escolha. Mas para saber todos os detalhes deste passeio, além de como ir e voltar a Pequim de maneira mais barata, clique e confira o que escrevi sobre a Muralha da China.

o que fazer em Pequim muralha da china

Praça Tiananmen ou Portão da Paz Celestial

O marido tinha muita vontade de conhecer esta praça. Ela ficou famosa pelos protestos de 1989. Lembra daquele estudante que se colocou em frente a um tanque de guerra? Esta imagem ficou famosa e isto tudo ocorreu ali, na praça e seus arredores. Com certeza, um lugar com muita história. Mas não só isso. Ela também abriga importantes edifícios e monumentos.

A construção mais importante da praça e que lhe deu nome é a Porta de Tian’anmen, localizada ao norte e que dá acesso à Cidade Proibida. Também conhecida como Porta da Paz Celestial, é onde está a foto de Mao Tse Tung e de onde ele proclamou a fundação da República Popular da China em 1919. Quase em frente, a bandeira da China hasteada.

No lado oposto, ao sul da praça, a Torre Qianmen (também chamada Zhengyangmen), que abriga um museu sobre a história de Pequim.

A leste, o Museu Nacional da China e a oeste, o Grande Palácio do Povo, que é a sede do governo.

No centro, o Monumento aos Heróis do Povo, um obelisco de 38 metros de altura. E logo atrás dele, o Mausoléu de Mao Tse Tung. É possível entrar, mas a fila é quilométrica. Nem pensamos em enfrentá-la.

Em frente à Porta de Tian’anmen fica a Avenida Chang’an, onde ocorreu o episódio do estudante e o tanque de guerra.

Interessante: para atravessar as avenidas nas proximidades, é necessário caminhar por túneis subterrâneos. Não é possível atravessar pela superfície. Ah, quando estivemos lá, para chegar à praça, tivemos de passar por uma tenda de segurança, onde havia guardas e raio x.

Porta de Tian’anmen
Porta de Tian’anmen
museu de Pequim
Torre Qianmen 
Grande Palácio do Povo em Pequim
Grande Palácio do Povo
Monumento aos Heróis do Povo
Monumento aos Heróis do Povo
Mausoléu de Mao Tse Tung
Mausoléu de Mao Tse Tung

Seguro viagem para a China

Interrompemos nosso roteiro de o que fazer em Pequim só um pouquinho para falar de algo muito importante. Eu não viajaria de jeito nenhum para a China sem seguro. Dá uma olhada no que escrevi aqui sobre seguro viagem China. E olha, não é caro. Neste link da Real Seguros encontrei por a partir de 18 reais o dia. E ali ainda consegues 10% de desconto.

Neste da Seguros Promo, por 20 reais. E usando nosso código MAPANAMAO05 tu ganhas 5% de desconto. Não só vale a pena como é indispensável, pois nunca sabemos o que pode acontecer e não queremos estragar a viagem, não é mesmo? Fica a dica.

UM PASSEIO QUE VALE A PENA: ver pandas na China. Veja como foi nosso passeio.

Cidade Proibida ou Museu do Palácio

Pausa para lágrimas… Eu vou te contar o que aconteceu. Bem, a Cidade Proibida é um dos pontos turísticos mais visitados na China. Pensa na minha vontade. Pensa na ansiedade. Agora, pensa na falta de planejamento. Imperdoável, kkkkkk. Nós fomos na fé de comprar os ingressos na hora e pimba. Lotado! Só teria vaga no outro dia, mas no outro dia voltaríamos embora!

A Cidade Proibida foi o palácio imperial da China durante a Dinastia Ming até o final da Dinastia Qing. Somente tinha permissão para entrar no conjunto de edifícios o imperador, sua família e empregados especiais. Quem entrasse sem permissão, podia ser executado sumariamente. Por isso, proibida. Era uma cidade dentro de outra. Foi construída entre 1406 e 1420 e hoje conta com 980 edifícios. Em 1987 foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade.

Agora, faz um favor para mim tá? Não corra o mesmo risco que nós e compre antecipadamente aqui o ingresso. Não é caro e não vale a pena perder essa que é uma das mais importantes atrações da China. E caso queiras uma excursão à pé pela Cidade Proibida com guia e fones de ouvido, clique aqui para reservar.

É interessante ter um mapa do local para ter certeza de que visitou tudo o que tu tinhas em mente.

E aí falei ao marido: vamos ter que voltar. Fazer o que né? Ele gostou da ideia, kkkkkk.

o que fazer em pequim cidade proibida

O que fazer em Pequim – Jingshan Park

Este parque fica bem atrás da Cidade Proibida e é de lá que se tem a vista de cima de toda ela. Este jardim é antigo, com quase mil anos de idade, e fazia parte do complexo da Cidade Proibida. Foi aberto ao público em 1928. O Jingshan tem uma linda área verde e construções muito bonitas, mas o maior ponto de interesse é o mirante mais alto.

O mirante para avistar a Cidade Proibida de cima fica no Pavilhão Wanchun. Há placas no parque indicando a direção. Suba as escadas até o ponto mais alto deste local. É de lá que se avista a Cidade.

Há bilheteria no local, mas o valor é baixo. 2 yuans.

É OBRIGATÓRIO VISTO PARA ENTRAR NA CHINA. LEIA TUDO SOBRE VISTO PARA CHINA QUE ESCREVI.

Jingshan Park
vista da cidade proibida Pequim

Aí na foto acima, a vista lá do mirante do Jingshan Park.

O que fazer em Pequim – Beihai Park

Este parque foi Jardim Imperial por mais de mil anos. Foi aberto para visitação em 1925. Ele é repleto de portões, arcos, colinas e templos. Ele é enorme, então, se aconselha a entrar por um lugar e sair por outro para aproveitar o máximo. Fica ao lado da Cidade Proibida.

Xi Dan Bei Da Jie

A Xi Dan Bei Da Jie ou Xidan Street é uma rua de compras na região moderna de Pequim. Vale a visita para sair um pouco do antigo e tradicional e conhecer o moderno da capital chinesa.

Rua Wan Fu Jing Da Jie

Esta é uma rua agitada, com lojas famosas como Nike, Apple, Prada, Victorias Secret e outras. Uma parte dela é fechada para carros, legal para caminhar. Nela há também lojas com produtos para lembranças, restaurantes, MC Donalds e Pizza Hut.

Nós havíamos lido que ali se vendia insetos para comer. Fomos por curiosidade, mas não encontramos. Um vendedor de uma loja disse que havia fechado este local. Então, de repente já não existe mais, mas não posso garantir. 

Ruas Qian Men, Dashilan e Liulichang

Essas são ruas repletas de lojas, souvenirs, lojinhas de raridades, restaurantes e hutongs restaurados. São turísticas, cheias de pedestres, edifícios antigos e de arquitetura chinesa e lojas conhecidas por nós como a Nike e a Uniqlo e Starbucks e sorveteria Haagen Dazs. Caminhe sem pressa para apreciar a arquitetura, os hutongs, as lojas, as barraquinhas.

A Dashilan é muito procurada por turistas por ter uma arquitetura peculiar e lojas de chás.

Templo do Céu

O Templo do Céu, também conhecido com Tian Tan de Pequim, era um edifício de sacrifícios e hoje é considerado uma obra-prima entre as antigas construções. No local, é possível observar uma muralha que cerca o lugar.

Não te arrisque e compre antecipadamente o ingresso aqui. Este ingresso possibilita acesso ao Parque do Templo do Céu e às três atrações em seu interior: o Altar Circular, a Abóbada Imperial Celestial e a Sala de Oração pelas Boas Colheitas.

templo do céu

Bao Chao Hutong

Hutongs são vilas chinesas típicas e antigas. Eles estão espalhados pela cidade e o Bao Chao Hutong é um famoso. Caminhamos pelas ruelas para observar o modo de vida que parece ter parado no tempo e aproveitamos a rua principal para fazer um lanchinho. Nesta rua havia muitas lanchonetes.

hutong em pequim

O que fazer em Pequim – Palácio de Verão

Foi refúgio da corte imperial para escapar do calor do verão na Cidade Proibida. Foi construído no século 18. É considerado o jardim imperial melhor preservado do mundo. E é o maior deste tipo na China. Foi classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1998. Uma obra-prima do paisagismo chinês.

As principais atrações encontram-se junto ao grande lago Kunming. A ponte de dezessete arcos e suas dezenas de leões de mármore sobre as balaustradas. O Longo Corredor, que em seus 700 metros estão pintadas milhares de cenas sobre a história e a mitologia chinesa. A Colina da Longevidade com seus pavilhões e edifícios históricos, como o Baoyun Ge e o Foxiang Ge. E um pouco mais a oeste está o Navio de Mármore.

Aproveite e reserve aqui uma excursão guiada pelo Palácio de Verão que já inclui o ingresso de entrada.

Tour noturno de comidas

Este é um tour de lanches pelas ruas de Pequim. Além de provar petiscos locais, é um tour para conhecer a vida em hutongs e outras curiosidades chinesas. Saiba mais e reserve aqui.

E há também uma excursão gastronômica noturna de tuk tuk pelas ruas e restaurantes locais de gerência familiar.

Eu tenho muita curiosidade de descobrir a gastronomia local e estas são formas interessantes, por andar com guia que conhece do assunto. Dá também para incluir no roteiro de o que fazer em Pequim.

O que fazer em Pequim – sugestão de roteiros

Se tu tens 1, 2 ou mais dias em Pequim, podes preparar o teu roteiro desta forma:

  • Dia 1: Praça da Paz Celestial, Cidade Proibida, Parque Jingshan e Parque Bei Hai. Faça nesta ordem, pois eles ficam perto e dá para ir à pé, economizando com transporte.
  • Dia 2: Muralha da China.
  • Dia 3: Palácio de Verão e Templo do Céu.
  • Dia 4: Ruas Qian Men, Dashilan e Liulichang, Rua Wan Fu Jing Da Jie, Xi Dan Bei Da Jie e Hutong.
  • Dia 5: passeios a serem escolhidos sugeridos neste link e tour de comida.

Caso tenhas mais tempo, podes fazer com mais calma os passeios e até procurar outro ponto de visitação da Muralha da China. Mas fique à vontade para montar o teu roteiro com o que tu mais gostas.

Curiosidade

Em cima de muitos prédios históricos, no telhado, há pequenas esculturas de animais, sempre em número ímpar, e em frente deles, um homem montado em uma fênix. Quanto maior o número destes animaizinhos, maior a importância do feito realizado. O maior número é o 9, a quantidade que há em cima da Porta de Tian’anmen.

Atrações e ingressos

No quadrinho laranja abaixo vou deixar diversas atrações, para todos os gostos, em Pequim e arredores. Clica e dá uma olhada. Assim, dá para incrementar ainda mais a viagem.

Atrações em Pequim

Internet na China

Muitos sites como o Google e aplicativos como Instagram ou Facebook não funcionam na China. A menos que tu adquiras um VPN. Clique ali para ver tudo o que escrevi sobre o VPN para poder usar a internet normalmente.

O chip já levamos daqui do Brasil para já chegar conectado no aeroporto. Não funcionou maravilhosamente bem, até por causa desta restrição feita pelo governo. Mas conseguimos nos virar com o maps e outros sites. Utilizamos este chip da Easysim4U. Mas há também a venda nos aeroportos, caso desejes comprar lá.

Língua

Mandarim. Dá para se virar no inglês? Sim, mas bem pouco. Neste post com dicas da China eu escrevi também sobre isso. Leve sempre contigo o tradutor no celular que ajuda bastante.

Como se locomover em Pequim

O metrô é ótimo. Utilizamos o tempo todo. Limpo, fácil de usar, com totens para venda automática dos tickets. Vale a pena.

O aplicativo Metroman ajuda demais. É só colocar a estação de saída e a de chegada que o app mostra quais linhas pegar, onde descer, para que direção seguir. E preste atenção na saída que deves pegar, isto também é importante para localizar os pontos de interesse.

O app Moovit também nos ajudou a pegar ônibus em Pequim. Usamos uma vez e foi tranquilo.

E caso precises de um táxi, que também utilizamos umas 3 vezes, não é caro não. Mas leve o endereço impresso e em chinês para mostrar ao taxista.

Então, gostou deste roteiro com o que fazer em Pequim? Deixe o teu comentário ou tuas dicas. Vou amar!

Viaje por conta própria e economize muito

Planejar a própria viagem é uma forma de ter liberdade e economizar. Além disso, usando os links abaixo, sem custo adicional algum, vais ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando. Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e ajuda a manter nosso trabalho de pé!

Hotel ou apartamento: Booking – compare preços e qualidade. Podes ainda fazer reserva com opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in.

Aluguel de carro: Rentcars – os melhores preços em diversas locadoras. Pague em real, sem o IOF. Carros mais baratos alugando com antecedência. Podes parcelar em 12 vezes no cartão ou pagar no boleto com 5% de desconto.

Seguro Viagem: Real – nosso link exclusivo já dá 10% de desconto. Seguros Promoutilize o nosso cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. Cote nas duas e escolha o melhor. Por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências.

Aéreo: Passagens Promo 

Outras informações para reservar tudo sozinho: monte a tua viagem sozinho 

Posts Relacionados

Michela
Michela
Curtidas

9 respostas para “O que fazer em Pequim em 1, 2 ou mais dias – guia completo”

  1. […] também este que fiz sobre o que fazer em Pequim, sei que vai ajudar na tua […]

  2. […] VAIS AMAR ESTE POST QUE FIZ: o que fazer em Pequim. […]

  3. […] VAIS AMAR LER TAMBÉM: o que escrevi sobre o que fazer em Pequim. […]

  4. […] o Jingshan Park, o Templo do Céu, o Palácio de Verão e muito mais. Eu escrevi um post com o que fazer em Pequim. Dá uma olhada para montar a tua viagem e conhecer um pouco das melhores […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.