Logo Mapa Na Mão

O que fazer em Porto de Galinhas – os melhores passeios e praias

publicado em: 25/11/2021 atualizado em: 09/12/2021

Saber o que fazer em Porto de Galinhas vai te ajudar na hora de preparar um roteiro bem bacana e aproveitar o máximo deste destino delicioso de Pernambuco.

E claro que vou te ajudar neste momento. Aqui eu escrevi sobre os passeios, sobre as melhores praias, sobre destinos próximos imperdíveis e ainda deixei dicas de onde ficar, onde comer, quando ir, e claro, sobre a tábua da maré. É que é importante verificar a maré da região para aproveitar ao máximo os passeios.

Então, cola aqui no meu post para programar a viagem dos sonhos para este destino incrível!

LEIA TAMBÉM: como evitar furto de mala em aeroportos

🌎 SEGURO VIAGEM: querido leitor – DESCONTO de 10% só aqui no blog:
O seguro viagem não pode faltar na tua viagem, mesmo para as nacionais. Uma doença, um acidente, a perda da mala, o cancelamento do voo, podem estragar as férias. E o seguro não é caro. Por isso, vale a pena.
* Brasil: aproximadamente 5 reais por dia.
* Europa: aproximadamente 20 reais por dia.
** Clique aqui e faça a cotação do seguro, sem custo. Este link já garante 10% de desconto aos leitores do Mapa na Mão 🌎

Onde se hospedar em Porto de Galinhas

Antes de te mostrar o que fazer em Porto de Galinhas, acho importante te ajudar a escolher onde ficar. É que esta região atrai muitos visitantes e é interessante reservar a hospedagem com antecedência. Assim, tu vais ter mais opções de escolha e preços mais convidativos.

Nós ficamos bem perto do centrinho e achei muito bom. Por isso, te sugiro ficar também perto do centro, onde está a muvuca, muitas lojas, restaurantes, mercadinhos. Mas vou também te sugerir outros locais.

Perto do centrinho

  • Pousada Bella Maré: com nota 9,1, ela fica no centrinho e a 100 metros da praia. Clique aqui para verificar.
  • Pousada Jangada: nota 9,1, a 500 metros do centro e 200 da praia. Clica aqui e dá uma olhada.
  • Pousada Residencial Porto de Galinhas: nota 8,5, a 400 metros do centro e 350 da praia. Dá uma espiada aqui.
  • Pousada Quatro Estações: nota 9,2, no centro e a 300 metros da praia. Clique e confira.
  • Pousada Tabajuba: esta está um pouco mais longe do centrinho, a 2,4 km, mas fica na beira do mar e tem nota 8,8. Olhe aqui.
  • Agora, caso queiras olhar mais opções, clique aqui. Use os filtros que desejar e não esqueça de olhar a localização, as avaliações dos hóspedes e as fotos.

Praia de Maracaípe

Como te contarei mais abaixo, a Praia de Maracaípe é mais tranquila que a de Porto de Galinhas e também possui uma vila com estrutura. Caso estejas de carro, fica fácil ir para o centrinho. E também é possível utilizar o Uber. Então, é mais uma opção de onde ficar:

Resort em Muro Alto ou Praia do Cupe

Bom, caso queiras ficar em um lindo resort, muitos all inclusive e com atrações e estrutura bem legais, claro que vais pagar mais por isso. Mas é uma opção bem legal para as férias:

Outras hospedagens em Porto de Galinhas

O que fazer em Porto de Galinhas – roteiro de 4 a 10 dias

Bom, agora eu vou te mostrar o que fizemos na nossa viagem, onde ficamos 3 dias e meio em Porto de Galinhas e mais 4 dias e meio em Maragogi. Mas vou te deixar também outras dicas de passeios caso tenhas mais dias por lá. E depois da lista também vou te deixar outras dicas gerais para que a tua viagem seja bem proveitosa, beleza? Então, fica comigo aqui até o final.

Antes de te contar o que fazer em Porto de Galinhas, que tal assinar a nossa newsletter e fazer parte da lista de amigos viajantes recebendo todas as novidades do Mapa na Mão. É só colocar o teu e-mail a seguir:

LEIA TAMBÉM: mala para viagem: a bagagem feminina perfeita

Ah, olha só, aproveite e confere aí o nosso vídeo com as dicas de Porto de Galinhas. Vais amar as imagens:

Passeio de buggy ponta a ponta

Nós começamos pelo passeio de buggy porque queríamos conhecer as praias da região. E foi muito legal. Fizemos o passeio com a Sol e Mar Tour. Este passeio que fizemos se chama ponta a ponta porque leva do Pontal de Maracaípe até a Praia de Muro Alto, ou seja, de ponta a ponta, heheh.

  • Como é: o nosso bugueiro nos buscou na nossa pousada no horário combinado. Dali fomos até a Praia de Maracaípe passando pelos Coqueirais de Maracaípe (uma plantação de coqueiros à beira mar). Nestes coqueiros há alguns drones humanos. Mas o que é isso, Michela? São homens que trepam nos coqueiros e tiram fotos dos visitantes lá de cima, hehehe. Cobram R$ 5 por casal, grupo ou pessoa. Depois fomos até o Pontal de Maracaípe que te contarei mais no próximo item. Depois até a Praia do Cupe com parada na Ponta do Cupe para um petisco ou almoço, e por fim, até a Praia de Muro Alto com parada para banho. Falarei mais das praias abaixo.
  • Valor: nós fizemos o passeio de 4 horas porque a maré estava alta e não deu de parar na Praia de Porto de Galinhas de onde saem as jangadas até as piscinas naturais. Este de 4 horas custa R$ 300. Há de 2, 4, 6 e 8 horas. É o mesmo roteiro, só mudando o tempo nas paradas.
  • Reserva: devido à grande procura por esta atração, é interessante reservar com antecedência. Clique aqui e converse com a agência.
  • Avaliação: 4 estrelas pelo guia Michelão (eu, no caso, hahahah).
buggy em porto de galinhas
o que fazer em porto de galinhas

Acima, foto tirada pelo drone, hehehehe.

Pontal de Maracaípe com jangada

O buggy nos levou até o Pontal de Maracaípe para um passeio de jangada pelo manguezal. Este passeio foi muito legal, uma experiência diferente. É também possível ir até o local para fazer o passeio por conta, mas já aproveita e faz no dia do buggy para ganhar tempo.

O passeio dura uma média de 45 minutos. O jangadeiro para duas vezes para banho e também para buscar cavalo marinho para mostrar aos visitantes. A água é limpa e o meio ambiente equilibrado. Prova disso é a existência de cavalos marinhos ali. O trajeto vai do píer de saída das jangadas até bem próximo do encontro do mar com o rio do mangue.

  • Valor: R$ 40 por pessoa.
  • Estacionamento: caso tu vás de carro próprio, há estacionamento no local de saída das jangadas por R$ 15.
  • Endereço: coloque no Google “passeio de jangada cavalo marinho”.
  • Avaliação: 4 estrelas pelo guia Michelão.

LEIA TAMBÉM: 14 dicas de economia em viagens

pontal de maracaípe

Pôr do sol no Pontal

Eu perguntei ao jangadeiro onde havia um lindo pôr do sol na região e ele me falou que ali, no Pontal de Maracaípe. Mas advinha? Tentei ir e perdi o horário. Mas se conseguires, tenta ir até lá para assistir e me conta se vale mesmo a pena. Ah, o pôr do sol bonito não é onde saem as jangadas, mas na praia, no Pontal de Maracaípe, onde ocorre o encontro do mar com o mangue. Se tu gostas de pôr do sol como eu, inclua este na tua lista de o que fazer em Porto de Galinhas.

LEIA TAMBÉM: como ter uma viagem de avião mais confortável

Ilha de Santo Aleixo

Amei demais este passeio! Para mim, foram os melhores banhos de mar na região. Então, tente não deixar de fora da lista de o que fazer em Porto de Galinhas. Nós fizemos com a Sol e Mar Tour. O carro nos buscou no hotel no horário combinado e nos levou até a Barra de Sirinhaém, de onde saem os barcos para a ilha. Na chegada na ilha, parada na primeira praia onde há restaurantes e vendedores de sorvete, açaí e outros lanches.

Depois fizemos uma breve trilha para vista do mar da parte mais alta e fomos até o segundo ponto onde há piscinas naturais. Este lugar é uma delícia para banho. Ali ficamos mais ou menos uma hora aproveitando o mar. Há cadeiras, guarda sóis e alguns lugares com sombra natural.

Leve um snorkel ou alugue um lá. Dá para avistar alguns peixinhos, principalmente na encosta, onde há pedras.

Também há cenários em frente ao mar para fotos como balanço e redes. É cobrado R$ 10 para uso de todos os cenários.

Depois retornamos para a praia principal para o almoço e mais banho de mar. Que água! Que paraíso!

Dicas gerais

  • Valores: o carro custa R$ 260 para até 4 pessoas e a embarcação, R$ 90 por pessoa.
  • Restaurantes: eu vi dois restaurantes flutuantes na praia de chegada das embarcações. Comemos um prato chamado posta, que veio postas de peixe, arroz, feijão, salada e batata frita. O prato serve duas pessoas e custou R$ 100. Mas é possível também somente fazer lanches adquirindo dos vendedores no local.
  • Estrutura: o passeio com a Sol e Mar Tour dá direito ao uso de cadeiras e guarda sol.
  • Avaliação: 5 estrelas pelo guia Michelão.
ilha de santo aleixo

Centro de Porto de Galinhas

Ai que delícia de centrinho! Eu amei! Todos os dias no final da tarde e noite nós íamos até o centrinho bater perna. Destaque para a Rua das Piscinas Naturais e a Rua da Esperança. Mas ande sem pretensão por outras ruas deste centrinho fervilhante. Há muitas lojas, bares, restaurantes, lanchonetes, mercadinhos, sorveterias. Olha, muito gostoso de caminhar, comer e se estar.

Na beira mar, em frente ao restaurante Boramar fica o letreiro mais bonito para fotos, este da foto abaixo. E pelo centrinho, alguns portais com letreiros também para fotos. Quando chegamos, na Rua das Piscinas Naturais havia guarda chuvas coloridos no alto. Mas no segundo dia eles foram tirados. Não sei se para manutenção ou enfeite de Natal. Espero que volte, hehehe.

o que fazer em porto de galinhas

Jangada até as piscinas naturais

Não aconselho ir até este paraíso e não incluir na lista de o que fazer em Porto de Galinhas o passeio até as piscinas naturais. Mas escolha um momento de maré baixa. Mais abaixo eu expliquei melhor no item Tábua das marés e deixei um link lá para pesquisa.

E também falei mais sobre esse passeio de jangada logo abaixo onde escrevi sobre a Praia de Porto de Galinhas. Sim, porque as jangadas saem desta praia.

Praias de Porto de Galinhas

Praia de Muro Alto

Embora o passeio de buggy pare na Praia de Muro Alto para banho, caso tenhas tempo na cidade, volte até esta praia que foi a minha preferida em Ipojuca. Vale a pena inclui-la separadamente na relação de o que fazer em Porto de Galinhas.

Ela possui um grande arrecife de coral que forma uma barreira e uma das maiores piscinas naturais do Brasil. Mar calmo, quentinho, delicioso e com ótima infraestrutura.

Lá é possível alugar caiaque, stand up, bike aquática, cama elástica dentro do mar, jangada e outros divertimentos. Há vendedores ambulantes e restaurantes. Consumindo, é possível pegar cadeiras com guarda sol.

Dicas gerais

  • Distância do Centro: 12 km ou 20 min de carro.
  • Estacionamento: o mais barato é o que dá acesso ao Bar do Messias e custa R$ 10 por um dia. Mas escolhendo um restaurante para consumo, o estacionamento fica grátis.
  • Bar da Praia: este bar fica em frente ao mar e é bem legal. Ele possui piscinas e banheiras. Para usar a área de piscinas paga-se R$ 350 que pode ser descontado em consumo. Mas é possível pegar uma mesa no restaurante ou na areia à beira-mar, pagando somente pelo consumo, o que dá também direito a usar as piscinas, chuveiro e banheiros. Neste bar há também estacionamento pago.
  • Praia da Camboa: eu queria muito ter ido, mas ouvi falar que é melhor ir de buggy por ter partes suscetíveis a atolamento. Ela é uma extensão de Muro Alto, mas uma praia bem mais tranquila. Tente conversar com o teu bugueiro para ir até lá. Ela possui um banco de areia alto com vista para o Muro Alto e um lindo coqueiral.
  • Avaliação de praias: 4,5 estrelas pelo guia Michelão.
o que fazer em porto de galinhas

Praia de Porto de Galinhas e Passeio de jangada para as piscinas naturais

Esta é a praia central, onde fica o centrinho de Porto de Galinhas. Ela é muito bonita e movimentada. Há cadeiras e guarda-sóis para uso em troca de consumo nos restaurantes ou para aluguel. Vi uma que custava R$ 20 por cadeira, R$ 10 o guarda sol e R$ 10 a mesinha, sem consumir.

Há bares e restaurantes na areia. E é desta praia que saem as jangadas para as piscinas naturais.

  • Passeio de jangada: R$ 40 por pessoa, dura por volta de 1 hora e é melhor sair durante a maré baixa.
  • Ingresso para o passeio de jangada: não há necessidade de reserva. Basta chegar na Praça Central de Porto de Galinhas e comprar o ingresso no quiosque da Associação de Jangadeiros.
  • Piscinas gratuitamente: também é possível chegar até as piscinas naturais à pé em momento de maré bem baixa. Mas acho mais legal fazer de jangada. Mas caso tu queiras ir sem pagar pela jangada, bem no centro, na Prefeitura de Ipojuca, é possível pegar uma senha e um guia que acompanha o grupo até as piscinas. O tempo lá nas piscinas é limitado e esse passeio não ocorre em feriados ou na alta temporada.
  • Estacionamento: perto do centrinho há vagas gratuitas na rua, porém, com guardadores que pedem gorjeta. Mas em alguns momentos, como feriados e alta temporada pode ser difícil encontrar vaga. Então, busque alguma praça próxima do centro para deixar o carro. Minha dica é a praça 5, a 6 ou a 3.
  • Snorkel: no canto direito da praia há uma barreira, um arrecife no início, na parte baixa da água. É possível avisar peixinhos ali. Eu levei o meu snorkel e vi até uma cobrinha, hehehehe.
  • Avaliação: 3,5 estrelas. O mar é muito bonito, mas a praia é cheia e barulhenta. Caso isto não te incomode, vale a pena aproveitar.
o que fazer em porto de galinhas

Praia do Cupe – o que fazer em Porto de Galinhas

A Praia do Cupe é legal ser visitada na maré baixa, porque formam piscinas naturais e o mar fica mais calmo. Estivemos na maré alta e o mar tinha ondas. Não cheguei a tomar banho, porque prefiro mergulho e mar calmo.

  • Distância do centro: 9 km ou 17 minutos de carro.
  • Estrutura: há dois restaurantes à beira mar, o Bar da Praia Pontal do Cupe que é mais movimentado e o Restaurante Pirajuba. Nós ficamos neste e a vista é bem gostosa. Há mesas e guada sóis, banheiro, chuveiro e playground.
  • Estacionamento: indo ao restaurante, não há cobrança.
  • Avaliação: 3 estrelas porque não fui na maré baixa. Um dia, quando eu voltar, posso melhorar a nota, hehe.
praia do cupe

Praia de Maracaípe

O mar é mais agitado e atrai surfistas. Porém, a praia é sossegada, então, ideal para quem quer fugir da agitação de Porto de Galinhas.

Lá no canto direito fica o Pontal de Maracaípe, onde ocorre o encontro do rio com o mar. Lembra que falei dele lá no passeio de jangada pelo mangue? E também contei lá que é neste canto que ocorre o melhor pôr do sol. Inclua este lugar na tua lista de o que fazer em Porto de Galinhas, até porque neste local está o coqueiral lindo e depois, a vila de Maracaípe, com restaurantes, pousadas e estrutura bem legal.

  • Distância do centro: 4 km ou 10 minutos de carro.
  • Estrutura: na beira do mar há poucos restaurantes, mas eles oferecem estrutura de praia. Na vila há também opções.
  • Estacionamento: no pontal o estacionamento custa R$ 15 e no centro da vila de Maracaípe é possível estacionar gratuitamente.
  • Avaliação: 4 estrelas.
coqueiral de maracaípe

Praia dos Carneiros

A Praia dos Carneiros fica a 52 km de Porto de Galinhas e é uma praia muito gostosa.

Nós escolhemos ficar no Restaurante Éden, que possui também estrutura próxima da areia. Lá na Praia dos Carneiros, em alguns pontos, não se pode colocar cadeiras e guarda sóis na areia, porque a maré sobe bastante. No Éden paga-se R$ 50 por pessoa, com direito ao estacionamento e a usar parte da estrutura e este valor pode ser também utilizado no consumo. Então, fomos de manhã para já almoçar por ali.

Próximo ao Éden está o Bora Bora, outro clube de praia bem famosinho. Bem em frente ao Bora Bora, quando a maré está baixa, há um arrecife com piscinas naturais onde é possível chegar andando. Há uma taxa de R$ 20 por pessoa para usar a estrutura e o estacionamento, mas este valor não é abatido em consumo. É a maior estrutura da Praia de Carneiros.

Um pouco mais perto do igrejinha há o Jobar, onde se paga R$ 30 por pessoa sem abatimento no consumo. Possui espreguiçadeiras, sombra, guarda-sol, cadeiras, uma estrutura legal.

E por falar em igrejinha, é na Praia dos Carneiros que está, bem em frente ao mar, a Igrejinha de São Benedito, muito fotografada e falada. É uma pequena capela em propriedade privada que dá um charme ainda mais especial a esta linda praia.

Diquinhas

  • Distância de Porto de Galinhas: 52 km ou 1 hora de carro.
  • Maré: na maré baixa é possível fazer passeio para as piscinas naturais e o banco de areia, mas para um bom banho de mar, o ideal é a maré média e até mesmo a alta. Então, escolha períodos do dia que proporcionem a melhor experiência de acordo com o teu gosto. Quando fomos, de manhã estava baixa e ficamos no guarda sol e à tarde subiu e deu para tomar um delicioso banho de mar. Ah, aproveite o período de maré baixa, se for o caso, para caminhar até a igrejinha. Os passeios de barco param em frente a ela para fotos.
  • Passeios: excursão à Praia dos Carneiros saindo de Porto de Galinhas com passeio de catamarã e day use no Bora Bora incluído, clique e confira. O valor deste passeio que linkei ali está bem interessante porque eles te pegam no hotel e te deixam no hotel. Lá no local também é possível contratar passeio de barco para as piscinas, o banco de areia e um local para aplicar argila. Mas pelo que vi, saia R$ 100 por pessoa só o passeio de barco.
  • O que levar: protetor solar, toalha, roupa de banho, água caso não compres lá.
  • Avaliação: 4,5 no meu guia (ai, que chique!).
igreja de são benedito
o que fazer em porto de galinhas

Nesta foto acima é ou não é a cara da riqueza?

Olinda – o que fazer em Porto de Galinhas

Nós tiramos parte de um dia para ir até Olinda. Como estávamos de carro, foi tranquilo. O trajeto leva pouco menos de 2 horas. Visitamos o centro histórico iniciando pela Igreja de Santa Cruz dos Milagres e a Praia dos Milagres. Deixamos o carro ali e fizemos o centro histórico à pé. Apesar do calor que fazia, achei muito legal. Fazia tempo que queira conhecer o centro histórico de Olinda. Então, fica aí como dica caso tenhas tempo para incrementar a lista de o que fazer em Porto de Galinhas.

  • Excursão: caso não estejas com carro, aqui é possível contratar uma excursão com guia por Recife e Olinda, saindo de Porto de Galinhas. E mesmo se estiveres de carro, talvez compense este passeio que te pega e te leva no hotel e vai com guia para te mostrar a cidade.
  • O que levar: as ladeiras são cansativas. Vá com roupa bem confortável e fresca e calçado igualmente bem confortável. Beba bastante água e coloque protetor solar.
  • Avaliação: 4 estrelas pelo guia Michelão.
olinda
olinda pernambuco

Maragogi – o que fazer em Porto de Galinhas

Ai, ai. Maragogi é chamada de Caribe brasileiro, sabia? E não é para menos. Que praias! Que delícia! Na Praia de Barra Grande, na maré baixa, podes caminhar pelo Caminho de Moisés, um banco enorme de areia que divide o mar. Podes também tomar um banho de mar delicioso na Praia do Mangue, a minha preferida. Pensa naquela água azul, quentinha, quase sem ondas? É o paraíso, minha gente.

Ah, na Praia do Mangue há um clube de praia que amei onde podes usar a estrutura consumindo no local. Há guarda sol, cadeira, jacuzzi, banheiro, ducha, restaurante. É o Mão Divina Beach Club. E bem em frente ao Mão Divina fica o pessoal da Porto do Sol Maragogi, onde podes contratar um passeio de lancha para as piscinas naturais com mergulho e uma expedição de bike aquática. Não, sério, tente fazer essa expedição que é massa demais! Este é o site deles e em “contato” há o WhatsApp. Converse antes para combinar o melhor horário e o melhor dia.

No Mão Divina almoçamos peixe inteiro e dadinho de polenta. Dá uma olhada no cardápio abaixo.

  • Distância de Porto de Galinhas: 85,7 km ou 1h30 de carro.
  • Excursão de Porto de Galinhas com guia.
  • Maré: para visitar as piscinas naturais e o caminho de Moisés é preciso maré baixa. Para um bom banho de mar, gostei mais quando a maré subiu no início da tarde, no dia em que fomos.
  • Passeios: lancha com mergulho e bike aquática com a Porto do Sol Maragogi. Excursão saindo de Porto de Galinhas aqui.
  • O que levar: protetor solar e roupa de banho e, se possível, toalha de banho.
  • Avaliação: das praias, 5 estrelas pelo meu guia.
mergulho em maragogi

Aí acima foi o mergulho com cilindro nas piscinas naturais com a Porto do Sol Maragogi.

o que fazer em porto de galinhas

Pega a cor desta água da Praia dos Mangues!

bike aquática

Bike aquática, que passeio massa!

mão divina beach club

O Mão Divina Beach Club, um clube de praia que amei.

cardápio mão divina maragogi
menu mão divina maragogi

São Miguel dos Milagres

Escolhemos conhecer a Praia do Patacho e achei linda! Na verdade, ficamos na divisa entre as praias de Lages e a de Patacho, porque encontramos o clube de praia Sonhos do Patacho pelo caminho e gostamos muito. É um restaurante com cadeiras, guarda sóis, gazebos com rede, cadeiras e sombra. Ao lado do restaurante há também uma piscina. Para o almoço escolhemos o peixe frito por R$ 109,90 e serve duas pessoas. Deixei a foto do cardápio logo a seguir.

Tu vais pagar R$ 10 pelo day use com direito a usar toda a estrutura além do estacionamento.

O mar possui uma cor muito bonita, poucas ondas e água quente.

E perto de Patacho também há passeio de jangada para as piscinas naturais de São Miguel dos Milagres e também de jangada para as piscinas naturais da Praia do Toque. Mais opções, caso queiras incrementar o teu dia por esta região e também a tua lista de o que fazer em Porto de Galinhas.

Ah, um pouco adiante após o Sonhos do Patacho (pergunte para ter certeza de chegar lá), fica o famoso coqueiro torto onde famosas tiraram fotos, este da foto abaixo.

Veja mais dicas deste destino neste post sobre o que fazer em São Miguel dos Milagres do blog Em algum lugar do mundo.

  • Distância de Porto de Galinhas: 145 km ou 2h30.
  • O que levar: protetor solar, roupa de banho, vontade de cair naquele mar e ficar de molho.
  • Avaliação: 4,8 estrelas no meu guia.
praia do patacho
coqueiro praia do patacho
cardápio sonhos do patacho
menu sonho do patacho

Praias de Cabo de Santo Agostinho: Praia de Calhetas

Nós não fomos, mas se tu tiver mais dias pela região, aqui está mais uma opção de praia em Pernambuco. Há outras praias em Cabo de Santo Agostinho, mas uma bem famosa é a Praia de Calhetas. Ela possui tirolesa que chega no mar e restaurantes à beira mar.

Cabo de Santo Agostinho fica entre Recife e Porto de Galinhas. É possível ir de carro, mas saiba que há trajetos de terra.

Além da tirolesa e do mar, há também banho de argila, mirantes como o Mirante do Paraíso e o de Vila de Nazaré e ruínas de um convento nesta vila, a de Nazaré.

Onde comer em Porto de Galinhas

Nas praias há restaurantes, bares, vendedores ambulantes. No centrinho há muitos restaurantes, de todos os tipos. Há de escondidinho, gaúcho, italiano, de pescados, vários mesmo.

Mas eu vou recomendar um que amei demais. Eu amei desde o ambiente até os pratos, as sobremesas, os sucos naturais. É o Beijupirá, que fica na Rua Beijupirá, bem ao lado do Banco do Brasil. Agora, dá só uma olhada neste cardápio maravilhoso! E o legal é que há carnes, peixes, frutos do mar e opções vegetarianas. Eu sou vegetariana e amei o bolinho de soja temperado e molho de pitanga, ahhhh esse molho, arroz de macaxeira e legumes salteados com azeite virgem e ervas. O marido foi de filé de peixe com molho de pitanga.

De sobremesa, experimentamos a macaxeira (aipim ou mandioca, o que preferir) com açúcar e canela e doce de leite, uia, delícia! Ah, de entrada fomos de queijo coalho feitinho na hora, na mesa. Muito gostoso.

Então, não deixe de conhecer e apreciar um dos pratos maravilhosos do Beijupirá, combinado?

restaurante beijupira
beijupira

Tábua das marés

É importante ao fazer a lista de o que fazer em Porto de Galinhas, verificar também a tábua de marés para escolher a época da viagem. Isto porque as piscinas naturais ficam bonitas e é possível visitá-las durante a maré baixa. Escolha os horários de maré abaixo de 0.5 e faça os passeios de 2 horas antes a 2 horas depois do horário da maré mais baixa.

Verifique aqui a tábua das marés.

Quando ir

Verificada a tábua das marés, pense também no clima. Os meses mais chuvosos são os de junho e julho. Já os de verão são bem quentes. Nós fomos em novembro e já pegamos um bom calor. Se tu não gostas tanto assim de calorão, pense nos meses de abril e maio ou agosto e setembro.

A visibilidade do mar é melhor nos meses de outubro a março. Ah, e fique atento a feriadões e festas de final de ano. A cidade fica lotadaaaaaa. Se isto não é problema para ti, beleza. Mas se queres fugir da super lotação, evite estes períodos.

Quantos dias ficar

Para conhecer os itens da lista de o que fazer em Porto de Galinhas somente da região mesmo, o ideal são 3 ou 4 dias. Agora, para conhecer Maragogi, Praia dos Carneiros e outros lugares próximos, pense em ficar de 7 a 10 dias e aproveite, aproveite, aproveite.

Como chegar

  • Nós viemos pelo Aeroporto Internacional de Maceió – Zumbi dos Palmares. De lá, pegamos nosso carro alugado e partimos rumo à pousada em Porto de Galinhas.
  • Outro aeroporto com voos bem viáveis na região é o Aeroporto Internacional de Recife/Guararapes. Então, vale uma pesquisa detalhada em ambos para verificar as melhores tarifas.

Transfer ou carro

Nós já alugamos antes de sair de casa um carro. Tu podes alugar um aqui. Foi muito confortável pousar e já pegar nosso carro para fazer muitos passeios, inclusive para Olinda. E isto porque há muitos lugares próximos e bem legais para se conhecer, então, um carro traz muito conforto e praticidade.

Agora, se preferes um transfer, combine antes com o pessoal da Sol e Mar Tour que irá te pegar no aeroporto.

Agências que indico

Eu espero que tenhas gostado das minhas dicas. Espero que te ajude muito na hora de montar o roteiro de o que fazer em Porto de Galinhas. Tens mais dicas ou dúvidas? Deixa aí abaixo nos comentários. Vou amar!

Abraço!

Viaje por conta própria e economize muito

Planejar a própria viagem é uma forma de ter liberdade e economizar. Além disso, usando os links abaixo, sem custo adicional algum, vais ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando. Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e ajuda a manter nosso trabalho de pé!

Hotel ou apartamento: Booking – compare preços e qualidade. Podes ainda fazer reserva com opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in.

Aluguel de carro: Rentcars – os melhores preços em diversas locadoras. Pague em real, sem o IOF. Carros mais baratos alugando com antecedência. Podes parcelar em 12 vezes no cartão ou pagar no boleto com 5% de desconto.

Seguro Viagem: Real – nosso link exclusivo já dá 10% de desconto. Seguros Promoutilize o nosso cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. Cote nas duas e escolha o melhor. Por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências.

Aéreo: Passagens Promo 

Outras informações para reservar tudo sozinho: monte a tua viagem sozinho 

Michela
Curtidas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 16 anos e estou no terceiro ano do ensino médio. Gosto muito de ler, desenhar, pesquisar e, é claro, viajar. Quando viajo, procuro sempre conhecer a história do local. Ser fascinada por esse aspecto explica o meu grande sonho: visitar o Egito e conhecer um pouco mais dessa civilização antiga.

Eu sou a Ester. Tenho 28 anos e sou médica. Moro em Florianópolis, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.