ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

O que fazer em Washington DC – a capital deliciosa dos Estados Unidos

publicado em: 20/03/2018 atualizado em: 08/12/2018

Washington DC estava nos nossos planos já há algum tempo, mas ainda não havia surgido uma oportunidade de ir até lá. Mas este ano surgiu! Oba! Na verdade compramos passagens para Miami, mas de lá, voo low cost até WDC e assim, realizamos este desejo antigo. E valeu a pena Michela? Minha nossa, e como! A capital americana é linda, com atrações imperdíveis e vou aproveitar para te contar aqui o que fazer em Washington DC. Eu tenho certeza que também vais te encantar com o local. Gostamos tanto que ela entrou para a lista das cidades preferidas nos EUA. Acompanhe tudo, até as dicas gerais de brinde no final e viaje aqui comigo!

Mas antes, quero te convidar a assinar nossa newsletter e receber e-mails atualizados com todas as novidades e promoções do blog. Não quer mais receber? Simples, é só sair da lista a qualquer momento. Deixe seu e-mail no campo abaixo. Não compartilhamos seus dados com ninguém, pode ficar tranquilo.

O que fazer em Washington DC:

Antes de irmos aos pontos turísticos de Washington DC e outras dicas, deixa eu te situar no espaço, hahah. WDC (abreviatura) é a capital dos Estados Unidos. DC porque fica no Distrito de Colúmbia. Colúmbia, antigo apelido dos Estados Unidos em homenagem a Cristóvão Colombo, navegador descobridor da América. Bem, distrito é uma unidade administrativa do mesmo nível de um estado, porém, sem representantes do legislativo. Então, Distrito de Colúmbia seria o mesmo que o nosso Distrito Federal, onde está situada a nossa capital federal, Brasília.

O nome Washington foi dado em homenagem a George Washington, herói da independência estadunidense. DC foi acrescentado ao nome da cidade para não confundir com o estado americano de Washington, que fica no noroeste dos EUA. Agora vamos passear? Olha só, dividi por dia o roteiro com pontos turísticos de WDC, assim como fizemos, no entanto podes alterar o número de dias ou as atrações por dia. Fica a teu critério, ok?

Ah! E se quiser ganhar um dinheirinho na volta da tua viagem aos EUA, confira esse post sobre o Grabr, o aplicativo que possibilita que tu ganhe um bom dinheiro por conectar viajantes a pessoas que querem encomendas dos EUA!

Primeiro dia:

Capitólio:

Começamos os passeios pelo famoso Capitólio de Washington DC, ou Congresso Nacional Americano (United States Capitol em inglês). Famoso, porque quem ainda não viu um repórter da Globo dando notícia bem ali, na frente da primeira foto do post né? E já começamos por aqui porque é impossível falar em turismo em Washington EUA e não pensar neste ponto de interesse.

No site Visit the Capitol fizemos a reserva do tour guiado gratuito. É necessário chegar 40 minutos antes do tour na alta temporada e 30 na baixa para os procedimentos de segurança. É similar aos procedimentos dos aeroportos – tire casacos, bolsas e metais para passar pelo raio x. Não é permitido entrar com água, líquidos, nem comida.

Para chegar ao visitor center – local do tour guiado – caminhe pela lateral do edifício. A frente do Capitólio é voltada para o obelisco da cidade. Olhando para a frente do prédio, caminhe pela lateral direita até os fundos. Depois, siga as placas que indicam o visitor center. Leve o voucher impresso recebido por e-mail. Apresente na recepção. Eles fornecem os tickets e uma parte adesiva para colar na roupa. Esperamos o grupo e o guia e iniciamos o tour.

O mais impressionante, para mim, foi a sala do domo, com telas, pinturas, esculturas, a cúpula e seus detalhes riquíssimos. Dá para ficar um tempão apreciando aquela construção e suas minúcias.

pontos turísticos de washington dc

Olha só que cúpula mais linda. E são tantos detalhes nesta sala que dá para ficar horas apreciando.

House Gallery:

Terminado o tour pelo Capitólio, nos dirigimos à House Gallery – a sala de sessões do Congresso Nacional. Primeiro, apresentamos nossos passaportes e pegamos os tickets verdes que dão direito a esta visita. Depois nos dirigimos até o local para deixar todos os eletrônicos. Por isso, nada de fotos por aqui, hehe.

Passamos pela segurança novamente – neste local revistaram as bolsas e retiveram meu plug e a bateria extra ali, porque eu tinha deixado só o celular no lugar anterior. Então, já no primeiro local, deixe todos – mas todos mesmo – os eletrônicos.

Entramos na House Gallery e apreciamos o ambiente, sem fotos, como eu já disse, heheheh. Sentamos nas cadeiras dispostas para o público e tentamos lembrar das imagens de sessões do legislativo americano que aparecem na TV.

Depois fomos a uma loja de souvenirs e seguimos as placas que indicavam – Tunel to Library Congress.

Library Congress:

É possível chegar ate à biblioteca do Congresso pelo corredor subterrâneo, ainda dentro do Capitólio. Mas também dá para acessá-la pelo lado de fora. Chegando na Library Congress, nos dirigimos até à recepção e pegamos um mapa. A cada hora há um tour guiado gratuito. Aguardamos o próximo e enquanto a hora não chegava, aproveitamos para dar uma espiada no Great Hall. Minha nossa, pense num lugar lindo! Eu já amei só este hall, de uma arquitetura incrível em estilo renascentista italiano.

Na hora marcada, começamos o tour conhecendo o Great Hall de novo, hehehe, a Bíblia impressa de Gutenberg, que foi o primeiro livro impresso na Europa com tipos móveis de metal, o Mosaico de Minerva, um mosaico feito de vidro, folha de ouro e mármore, a Sala Principal de Leitura vista através de um vidro e a Biblioteca Thomas Jefferson com mais de 6 mil livros de seu acervo pessoal. Vimos também detalhes da arquitetura e decoração do edifício. Com certeza esta biblioteca vale a pena incluir no passeio. Ela guarda a maior coleção de livros e outros materiais da América do Norte, sendo uma das maiores bibliotecas do mundo.

O Edifício Thomas Jefferson, que é o principal dos três edifícios da Library Congress e este que visitamos, foi a primeira edificação de WDC a já ser construída com eletricidade instalada.

washington pontos turísticos

A foto não transmite nem um décimo da beleza do Great Hall

Pennsylvania Avenue:

Ao sairmos da biblioteca mortos de fome, caminhamos até a Pennsylvania Avenue, onde há alguns restaurantes (mexicano, pizzas, saladas, chinês, asiático, confeitaria) em uma região muito simpática com prédios bem gracinha. Vale a caminhada por este lugar gostoso e ali aproveitar para almoçar. Gostoso turistar pelas ruas de Washington EUA, que foi para a lista de cidades tops do país por sua beleza e organização.

o que fazer em wdc

Que lugar gostoso este para caminhar e comer. Consegue ver o Starbucks? hehehe

Museus gratuitos em Washington DC:

Caso ainda dê tempo, escolha algum ou alguns museus da região dos museus que fica bem em frente ao Capitólio. A maioria dos museus funciona das 10h às 17h30min. Portanto, caso não dê tempo de visitar algum neste dia, podes encaixar em outros. A ótima notícia: todos são gratuitos! Para nooooossa alegria…

Nós entramos neste dia no Air and Space Museum. Este é o mais popular dentre os museus e conta com exposição de aeronaves espaciais e objetos da NASA. Ah, neste link do blog Viajonários, podes ver um resumo de todos os museus de Washington DC. Enjoy!

Saímos do Space já havia anoitecido e aproveitamos para tirar fotos noturnas e aproveitar a região do Capitólio iluminada, que é muito bonita.

Todos estes passeios do primeiro dia são na mesma região (veja os locais pinados no mapa abaixo) e dá perfeitamente para fazer à pé. Ou, se preferir, alugue uma bike para conhecer todo o local dos museus.

 

museu do espaço em washington

Museu Nacional do Ar e Espaço

o que fazer em washington dc

Veja que marquei o Air Space Museum no pin roxo, mas em toda esta quadra verde ficam museus do Smithsonian Institute

Segundo dia – passeios por bairros de Washington DC:

Georgetown:

Tiramos este dia para caminhar por bairros gracinhas demais da capital. Primeiro fomos até Georgetown, um bairro com casas lindas, ruas arborizadas e ar de tranquilidade. Amei prestar atenção nos detalhes das portas das casas. Muitos filmes já rodaram ali. Caminhe sem pressa ou pretenção até à Georgetown Cupcake, umas das mais famosas cupcakerias dos EUA. Delicie-se com um maravilhoso cupcake enquanto aprecias o movimento lá fora. Às vezes há filas, mas vale a pena a espera não tão longa assim.

washington dc e seus bairro Georgetown

Fala pra mim, é ou não é um charme esta porta em Georgetown?

georgetown em washington dc

Caminhe por estas ruas, por estas quadras até chegar na Georgetown Cupcake

Depois caminhe até o Georgetown Waterfront Park, um parque na beira do rio com uma bela vista. Caso te apeteça, hehehe, vá também até a Georgetown University. Acabamos esquecendo de ir, mas, #ficaadica. Todos estes pontos estão ali no mapa acima e são próximos, percebe?

turismo em washington dc

A vista do rio no Waterfront Park é bem bonita

Dupont Circle:

Satisfeito com Georgetown? Caminhe até o outro bairro chamado Dupont Circle, um distrito histórico com belas construções e também onde fica a região das embaixadas ou Embassy Row, um local agradável para uma caminhada também despretenciosa.

bairros de washington dc

Mas aproveite a caminhada, pois estas ruas destes bairros são gostosas.

dupont circle pontos turísticos de washington dc

Aí de repente, aparecem estas construções pelo caminho… Bonito né?

Chinatown:

Hora de caminhar até a Chinatown, um bairro um pouco mais vibrante que os outros dois. Adorei a Chinatown de Washington EUA. Lindo demais o portal que fica no endereço 

onde fica washington dc

chinatown em washington dc

Fala sério! Este portal é a coisa mais linda!

Union Station:

Caso ainda dê tempo, caminhe até a Union Station – a maior estação de trem da cidade e uma das maiores dos Estados Unidos. Lá há vários restaurantes com preços interessantes. Do portal de Chinatown são 18 minutos de caminhada. Dá uma olhada no mapa abaixo.

o que fazer em washington dc union station

Terceiro dia:

Pentágono:

Dê uma passadinha no Pentágono para não dizer que não falou das flores. Veja a construção por fora, sem tirar fotografias que não são permitidas e vá até o memorial construído por conta do atentado ocorrido em 11/09/2001, onde morreram mais de 180 pessoas ali. Não é das construções mais bonitas, mas estás na capital dos Estados Unidos, bebê!

Pentágono conhecido, pegue o metrô na estação Pentagon até o Capitólio (Capitol) para a visita ao Jardim Botânico.

Jardim Botânico:

Agora é hora de ir até o Jardim Botânico que fica no lado direito de quem olha para a frente do Capitólio. O United States Botanic Garden se trata de um jardim externo e uma estufa com espécies de plantas de vários lugares do mundo. É um dos mais antigos da América do Norte, criado em 1820. É um passeio muito gostoso. Caminhe pelo jardim e vislumbre as plantas e flores do local. Adorei o setor das orquídeas. Amo rosas e do lado de fora há um local só delas. Porém, como era inverno, as roseiras estavam secas, uma pena.

A estufa é dividida pelos seguintes setores: Pátio do Jardim com plantas de importância econômica, Selva Tropical, Espécies Raras e em Perigo de Extinção, Mediterrâneo, Orquídeas, Exposição do Sul, Plantas Medicinais, Desertos do Mundo, Jardim Infantil, Hawai, Jardim Primitivo e Adaptação das plantas.

No lado de fora há o Jardim Nacional e o Parque Bartholdi. Acabamos não aproveitando o exterior do Jardim Botânico, mas me arrependo agora, hehehe. Pegue um mapa na entrada.

Atração gratuita e funciona das 10h às 17h.

passeios em washington dc jardim botânico

As orquídeas não são lindas! E tem um setor só para elas no Jardim Botânico de Washington DC

Lago Tidal Basin:

Do Jardim Botânico, caminhe pela região dos museus e entre em mais algum, caso sintas vontade. Mas caso queiras aproveitar bem os museus do complexo, sugiro um dia só para isso ou parte de um dia, pois há várias opções como o Castelo, o African American Civil War Memorial and Museum, o African American History and Culture Museum, o American Art Museum, o American Indian Museum, a National Gallery of Art, o Natural History Museum, o United States Holocaust Memorial Museum, ou Museu e Memorial do Holocausto, entre outros. Todos gratuitos. Nós entramos no Memorial do Holocausto nesta caminhada.

turismo em washington dc

Parece longa a caminhada, mas vá aproveitando ao máximo, olhando os museus e logo chega o lago

E caminhe até o Lago Tidal Basin. Percorra toda a orla do lago para passar por monumentos como o Monumento de Washington, que é o gigante obelisco, Thomas Jefferson Memorial, Lincoln Memorial, Martin Luter King Jr Memorial, Franklin Delano Roosevelt Memorial, World War II Memorial, entre outros. É um lago bonito que garante uma deliciosa caminhada e um belo pôr do sol. Caminhamos pelo lago, inclusive, à noite.

onde fica washington dc

Lá ao fundo, o Memorial Thomas Jefferson

Ainda dá tempo? Dê uma caminhada de 24 minutos até a Casa Branca para fotos do seu exterior. Estás na terra do presidente dos EUA, então, a Casa Branca não pode ficar de fora, né? Em frente há uma bonita praça. E tente incluir ela tanto de dia quanto de noite no roteiro de o que fazer em Washington DC, pois os monumentos também ficam bonitos à noite. Pode ser nos dias do roteiro próximos ao Capitólio ou à região dos museus que ficam perto da Casa Branca.

casa branca em washington dc

casa branca em washington dc estados unidos

Separe um momento para ver a Casa Branca de dia e de noite

Quarto dia:

Alexandria:

Vamos passar o dia de hoje em Alexandria. Old Town Alexandria é a cidade natal de George Washington. Vários de seus prédios foram construídos nos séculos XVIII e XIX. Seu porto é ponto importante para a economia local, pois sempre foi movimentado, desde o período colonial. Ah que cidadezinha mais linda! Como é possível ir facilmente de metrô a partir de WDC, esta é uma boa opção de bate-e-volta. E este passeio foi tão especial que mereceu um post só para ele. Leia aqui o guia completo de Alexandria EUA.

E aqui deixo a minha sugestão: caminhe sem pressa prestando atenção em cada detalhe e aproveitando o ar tranquilo da pequena cidade.

Entre em alguma loja, em algum restaurante, café, enfim, sem pressa mesmo para sentir a atmosfera da pequena cidade. E olha só, até Ross For Less tem lá. Não conhece esta loja? Então não deixe de ler aqui onde comprar barato nos Estados Unidos e economizar.

old town alexandria bate e volta de washington

Gracinha esta rua de pedras né? Pena que chovia muito neste dia.

Quinto dia:

National Zoo:

O National Zoo pertence ao mesmo grupo da maioria dos museus de Washington DC, o Instituto Smithsonian. Por isso o nome completo do zoo é Smithsonian National Zoological Park.

Ele fica no bairro Woodley Park. O zoo é gratuito e vais encontrar gorilas, macacos, orangotangos, tigres, elefantes, urso panda, urso pardo, leões marinhos, pequenos mamíferos, répteis e outros animais. Achei interessante a voluntária nos contar que o National Zoo possui uma parceria com o Brasil no combate ao risco de extinção dos micos leões dourados, uma vez que ali são feitas reproduções e os bichinhos são soltos oportunamente na natureza no Brasil.

Woodley Park e Catedral Nacional de Washington:

Saia do Zoo e caminhe pelo bairro onde encontrarás casas bem americanas em um local agradável. Há locais arborizados, ruas em subida, outras descidas, um bairro bem interessante para caminhar e ver o cotidiano dos moradores. Vimos crianças voltando da escola, pais voltando do trabalho, do mercado, enfim, um bairro residencial mesmo. Depois de passear por algumas ruas, vá até a Catedral Nacional de Washington para apreciar toda a imponência da enorme construção e entre, caso queiras, mas é necessário pagar uma taxa de 12 dólares por pessoa. Não entramos. A igreja é tão grande que não coube a lateral na foto, heheheeh. Então, só tirei da frente, olha aí.

estrada para a catedral nacional de washington

catedral nacional de washington passeios na capital dos estados unidos

Não é imponente? Não coube nem na foto a lateral.

Sobrou tempo? Volte para fazer algo que ainda não deu ou aproveitar melhor aquela atração que emocionou. E me conta nos comentários se fizeste algo diferente do nosso roteiro e se realmente vale a pena para ajudarmos nossos amigos viajantes a escolher o que fazer em Washington DC, ok?

Sabia que em pouco mais de três horas de viagem se chega em Nova Iorque? Então, dá para programar uma viagem para lá tranquilamente em conjunto com Washington. Aproveita este Nova Iorque Guia para Planejar a sua Viagem do blog Mulher Casada Viaja. Está super completo e vai te ajudar na organização.

E caso queiras esticar a estada em NY, que tal este roteiro de 4 dias em Nova York do blog Travel tips Brasil?

Onde nos hospedamos em WDC:

Washington DC é uma cidade cara, principalmente no quesito hotéis. Por isso fiz um artigo mostrando onde nos hospedamos, que foi um local com ótimo custo x benefício. Contei tudo aqui neste post onde se hospedar em Washington DC sem deixar um rim por lá. Mas não falei somente do nosso hotel. Também dei sugestão de um outro hotel também com bom preço. Queres reservar? Clique nos links abaixo e confira preços e reserve:

Red Lion Hotel Rosslyn Iwo Jima – sem café da manhã.

Americana Hotel – onde nos hospedamos, com café da manhã.

Outras opções de hotéis em Washington EUA:

Agora, se preferes ficar em outro hotel, fizemos uma seleção ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, podes escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais te agrada. Escolha o hotel clicando nele e finalize a reserva. E use esta mesma pesquisa para qualquer outra cidade da tua viagem. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo. Clique no quadrinho abaixo para verificar e boa estada!

Veja hotéis em Washington DC aqui



Booking.com

onde se hospedar em washington dc

Quarto espaçoso e camas confortáveis

Seguro viagem:

O seguro viagem é imprescindível para qualquer imprevisto, ainda mais em uma viagem internacional. Já pensou ficar doente ou sofrer um acidente em outro país sem sistema gratuito de saúde? E se perder o voo ou a bagagem? O seguro poderá resolver. Portanto, não esqueças de fazer o teu antes da viagem. Leia aqui sobre seguro viagem como fazer, o porquê de fazer, etc.

E o valor não é tão alto. Vou deixar dois links abaixo para dares uma olhada. Ambas as empresas fazem cotações em várias seguradoras e podes escolher a cobertura que mais te agrada, além, claro, do preço que cabe no teu bolso. E por experiência própria, há opções com preços bem interessantes. Cote, escolha e faça o seguro para viajar com tranquilidade e não correr o risco de ser barrado na entrada ao continente e, o mais importante, viajar com a certeza de que caso ocorra qualquer zebra, não ficarás desamparado lá longe.

Ah, olha só, no Seguros Promo, caso seja mais interessante o seguro escolhido, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto.

Pesquise aqui com a Real Seguros    Aqui com a Seguros Promo

Chip de internet ilimitada:

Nós utilizamos este chip da Easysim4U em Washington EUA, na nossa viagem e funcionou muito bem. Queres saber todos os detalhes? Leia aqui o que escrevi sobre chip de internet ilimitada para usar fora do Brasil, e decida se vale ou não a pena.

Roteiro personalizado e assessoria de viagem:

Queres facilidade e um roteiro personalizado de o que fazer em Washington DC ou para qualquer lugar do mundo? Sabia que o Mapa na Mão faz roteiro completamente personalizado? 100% de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas especiais? Também podemos te ajudar a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso e sem custo algum, além de passagens aéreas. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: contato@mapanamao.com ou mapanamaoviagens@gmail.com. Também podes entrar em contato através de nosso Whatsapp: 48 99816-8535. Saiba mais detalhes clicando no quadro abaixo, e viaje sem passar trabalho:

Assessoria de viagem

Segurança em Washington DC:

WDC é um local muito seguro. Em momento algum passamos por situação de medo. Claro que em todo lugar do mundo sugiro que cuides dos teus pertences pessoais como bolsas, mochilas, celulares, mas andamos por toda a cidade à pé e de metrô sem receio, inclusive à noite. Uma coisa que me chamou atenção e vou mencionar aqui porque também pode se tratar de segurança, é o respeito dos motoristas com relação aos pedestres. Respeite a sinalização e veja como é bom caminhar por um lugar assim.

Moeda:

Dólar. Leve um tanto em espécie e cartão de crédito internacional, amplamente aceito por lá. Não esqueça de avisar a operadora que estarás utilizando o cartão no exterior pelo número de dias da viagem, para não ser ele bloqueado por segurança. Lembre que vais pagar IOF na fatura depois, caso use cartões de crédito. Aqui neste link podes verificar a cotação da moeda aí na tua cidade e ainda fazer uma proposta com valor menor. Costumo comprar ali, neste link, pois sempre consigo melhores valores que direto na casa de câmbio. Mas lembre de avisar à casa que fizeste a proposta no Melhor Câmbio para que o valor seja mantido e para receberes cupons de desconto de outros produtos via e-mail.

Tomada:

Pino duplo chato:

O que fazer em Washington DC no inverno:

Tudo o que fizemos no nosso roteiro aí de cima, hehehe, só que passando frio. Fomos no inverno e faz bastante frio em Washington EUA. Pegamos de 0 a 4 graus, mas dias com sensação térmica negativa. Nada que impeça os passeios, mas vá bem agasalhado. Na dúvida do que levar, leia aqui o que vestir no frio intenso e fique tranquilo.

Como buscamos sempre economizar, viajamos geralmente no inverno. Claro que há momentos em que alguns passeios ficam prejudicados e o dia é mais curto. Porém, há a vantagem de se caminhar sem o calor dos verões quentes. Também tem a vantagem de ser baixa temporada. Logo, não se pega pontos turísticos abarrotados, nem preços assustadores. Mas procure usar calçados que protejam os pés do frio e da umidade, pois é comum chover no inverno por lá. Também podes pegar neve. E não esqueça hidratante corporal, facial e para os lábios, pois a calefação resseca tudo.

museus de washington dc

Este é o Instituto Smithsonian, ou Castelo. Neste edifício, que lembra um castelo, fica o Centro de Informações Smithsonian, na região dos museus. Lindo né?

Quando ir:

Eu não sou assim muito a favor de dizer “olha, vai em tal época para tal lugar”, tirando, claro, lugares com clima inóspito em algumas estações do ano. Isto porque há gosto para tudo nesta vida, não é mesmo? Tem gente que não gosta do frio, então, evite ir para Washington EUA no inverno que sim, é uma cidade gelada. Mas o verão sem praia também pode não ser agradável, principalmente porque se anda bastante.

Nós fomos no inverno, como te contei no item acima. Passamos frio, mas não deixou de ser uma viagem legal. Caso tenhas disponibilidade financeira e de férias, penso que o melhor clima é na primavera ou no outono, quando ainda não está nem tão quente, nem tão frio. Mas quer um conselho, hahahah? Vá. Anote estas dicas de Washington DC e vá de qualquer jeito e em qualquer momento, naquele que for melhor para ti.

O que levar na mala:

Caso tu sejas menina, escrevi aqui sobre malas para viagem – a bagagem feminina perfeita. O legal é que deixei um check list tanto para o inverno, quanto para o verão. Leia ali, imprima a lista, que vai ajudar na hora de arrumar as malas.

Como neste tipo de viagem a gente caminha bastante, leve roupas e sapatos confortáveis.

No verão:

  • Calças leves e confortáveis;
  • Calçados muito confortáveis como tênis, sapatilhas ou até mesmo sandálias boas para caminhada;
  • Blusas ou camisetas leves e de manga curta;
  • Casaquinho leve, pois podem ter dias mais frescos ou mesmo para usar à noite;
  • Bermudas;
  • Vestidos, caso te agrade;
  • Protetor solar.

No inverno:

  • Calças confortáveis;
  • Blusas de manga longa finas e de lã para colocar por cima;
  • Casacos grossos;
  • Luvas, meias calças de lã ou ceroulas longas para pôr embaixo da caça, gorro, toca ou chapéu e cachecol;
  • Tênis ou botas, de preferência impermeáveis e quentes;
  • Hidratante labial e corporal.

Washington DC pontos turísticos – tickets:

Várias, na verdade, todas as atrações que coloquei neste roteiro nosso são gratuitas. Mas há passeios bem legais pagos, como o tour de bike e o ônibus hop-on hop-off  (aqueles que passam pelos pontos turísticos e podes descer e subir onde quiseres). Se já puderes comprar os tickets aqui, antes de viajar, é interessante para evitar filas, evitar perder alguma atração por lotação e também para já programar o orçamento da viagem, evitando gastos não previstos.

Nós temos dois links de empresas que vende tickets para atrações em Berlim. Clique abaixo e confira:

Tiqets    Get Your Guide

Quantos dias ficar em Washington DC:

Já vimos que há opções variadas de o que conhecer em Washington EUA. Ficamos 5 dias na capital dos Estados Unidos, e penso que seja o ideal para aproveitar bem a cidade. Caso não tenhas disponibilidade de tempo, pense em separar ao menos 4 dias para ficar em WDC.

Como se locomover em Washington DC:

Muitas atrações conhecemos à pé para economizar. Assim, separamos o roteiro por região e ficou mais fácil. Mas para chegarmos até os locais, utilizamos metrô e ônibus. Neste post consegues mais detalhes de como se locomover de transporte público por lá.

Enfim…

Espero que tenhas gostado deste roteiro com sugestões de o que fazer em Washington DC e te desejo momentos felizes assim como eu passei com minha família na capital americana.

Não perca os outros posts desta viagem. Quero te mostrar como economizar em WDC e outras cositas. Então, te inscreve no blog para não perder nenhuma novidade.

Veja só, este roteiro fizemos em 5 dias de viagem com calma, mas dá para fazer em menos, caso demores menos tempo em cada lugar. Agora, se tens mais dias para curtir a cidade, também podes desfrutar deste roteiro com dicas de o que fazer em Washington DC visitando tudo sem pressa, aproveitando cada detalhe. Então, como podes ver, é um roteiro bem adaptável às condições da tua viagem. E o que eu te desejo? Uma linda e maravilhosa viagem por esta região que me surpreendeu.

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que já sabes o que fazer em Washington DC, está com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e quer ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a sua viagem! Você NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento:
Reserve aqui pelo Booking

Aluguel de carro:
Busque aqui com a Rentcars
O site irá buscar os melhores preços em diversas locadoras, o que é muito legal.

Seguro Viagem:
Pesquise aqui com a Real Seguros Aqui com a Seguros Promo
Olha só, com a Seguros Promo, utilize o cupom MAPANAMAO5 e ganhe 5% de desconto. É legal cotar nas duas empresas para escolher o melhor. Ah, e por experiência própria, os valores destes dois sites geralmente são melhores que de agências, isso porque eles cotam em várias seguradoras. Ficou com alguma dúvida? Clique e leia aqui tudo sobre seguro viagem.

Chip para celular:
Adquira o teu chip aqui
Chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link ali do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Queres saber se vale a pena ou não sair do Brasil com chip? Leia aqui tudo sobre o chip internacional da Easysim4U.

Passeios e atrações pelo mundo afora:
GYG - várias atrações no mundo Tiqets - várias atrações no mundo Touron pelo Brasil
Compre antes da viagem para evitar filas e surpresas no orçamento.

Câmbio (compra de moeda):
Verifique a cotação aqui
Faça uma proposta para a agência de câmbio da tua cidade. Além de comprar moeda com valores melhores, no final da negociação vais receber um email com cupons de desconto para alguns produtos.

Passagens aéreas:
Várias cias aéreas no Passagens Promo

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

washington dc estados unidos

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Buscando Curtidas...

3 respostas para “O que fazer em Washington DC – a capital deliciosa dos Estados Unidos”

  1. Ana Zacchello - Viajonários disse:

    Olá Michela!
    O post está incrível, recheado de dicas ótimas!
    Super obrigada por citar o Viajonários!
    Beijos 🙂

  2. […] como amamos outras partes dos Estados Unidos também, sugiro este post super completo de o que fazer em Washington DC e este sobre compras em Orlando, as lojas que realmente valem a […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.