ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Onde comer em Bonito: Restaurante Aipim, cozinha de raízes

publicado em: 26/07/2018 atualizado em: 26/07/2018

Me senti abraçada no Aipim do começo ao fim (não era para rimar, mas já que rimou… haha). Por conta do ambiente mega intimista, do nome (amo aipim, e é desse jeito mesmo que chamamos a mandioca em SC, então me senti em casa) e da chef mega simpática e apaixonada pelo que faz. E por tudo mais que vou contar mais abaixo sobre essa ótima opção de onde comer em Bonito!

Onde se hospedar em Bonito:

Fiz uma seleção de alguns hotéis em Bonito de acordo com alguns parâmetros. Nós ficamos no Lucca Hotel e recomendamos! Em breve sai review completo aqui no blog. Mas, caso queira outras opções:

– Hospedagem barata: o Hostel São Jorge, a Pousada São Jorge  e a Pousada Sucuri têm alguns dos preços mais baixos da cidade;

– Bom custo benefício: a Pousada Caranda, a Pousada Galeria Artes e a Pousada Gira Sol  têm ótimo custo benefício;

– Ótimas avaliações: o Bonito Ecotel  e a Pousada Remanso têm ótimas avaliações.

Se nenhuma dessas opções te agradar, aqui nesse link  vais encontrar dezenas de opções de hospedagem em Bonito, para todos os gostos e bolsos.

Roteiro personalizado e assessoria de viagem:

Sabia que agora o Mapa na Mão faz roteiro completamente personalizado de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas gerais e especiais? Pois é, nós podemos criar um especialmente para ti de qualquer lugar do mundo! Precisa também que te ajude a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso, nós te ajudamos sim. Ou se ainda precisa encontrar passagens aéreas e está sem tempo para isso, nós pesquisamos com o maior prazer. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: mapanamaoviagens@gmail.com. Vais perceber que viajar é mais fácil do que se pensa.

Onde comer em Bonito – Restaurante Aipim

O Aipim se define como cozinha de raízes. Isso significa que a chef Magda Moraes, natural de Campo Grande, serve ali a comida mais simples possível e local do Mato Grosso do Sul. A chef define o restaurante como “brasileiro, com sabor de fundo das panelas, pimentas de cheiro, frutas, melaços, sendo a grande maioria dos ingredientes produzidos localmente”.

O Restaurante Aipim é adepto do movimento do slow food, celebrando o alimento de qualidade e tendo como objetivo promover uma maior apreciação da comida, enaltecendo saberes e sabores nativos. A chef Magda é inclusive líder do movimento slow food em Bonito. Por esses motivos, os pratos levam bastante tempo para serem preparados (cerca de uma hora), sendo que isso está sinalizado no cardápio. Portanto, vá com tempo para degustar e entender o resultado em cada prato produzido com qualidade. 

O cardápio traz várias opções de pratos verdadeiramente regionais, preparados sob o olhar cuidadoso de quem sempre comeu esses pratos no seu dia-a-dia, a chef Magda. Há muitas opções vegetarianas! Acho legal destacar isso aqui porque minha mãe e irmã são vegetarianas (e inclusive falaram sobre viajar sendo vegetariano nesse post aqui), então acabo observando a oferta desse tipo de prato nos restaurantes.

Onde comer em Bonito

Começamos com o Tira Fome, um pãozinho de aipim feito no restaurante acompanhado de pesto de castanha de bocaiúva, tomates confitados e manteiga. Eu não sou tão fã assim de pão caseiro, então acredite em mim quando eu digo que estava ABSURDO de bom! Vieram dois pãezinhos mega macios e quentinhos. Jantaria fácil só os pães, hahaha. Amo tomates confitados, então sou suspeita para falar deles (mas estavam ótimos!), e sobre o pesto: também não sou fã de pesto, e amei esse! Tinha um sabor marcante e equilibrado. Muito saboroso!

Experimentamos também os chips de aipim. Crocantes e salgadinhos, perfeitos!

Pães de aipim com pesto, tomates assados e manteiga

 

Chips de aipim

De pratos principais, experimentamos o macarrão de comitiva, um espaguete frito com carne de sol e o risoto de banana-da-terra. Meu paladar estranhou um pouco o sabor da banana-da-terra, à qual não estamos acostumados aqui no Sul. Mesmo assim, o risoto estava super bem preparado e fez sucesso na mesa! O macarrão era mega simples, mas com bastante sabor, bem comfort food! Chef Magda nos contou do aspecto afetivo desse prato. Ela costumava comer bastante. E até a carne seca é produzida ali, no próprio restaurante.

Macarrão frito com chips de aipim

 

onde comer em Bonito

Risoto de banana da terra

 

Depois a chef nos contou que um dos carros chefes da casa é o pacu na folha de bananeira, que deve ser pedido um dia antes porque leva um dia para ser feito! Como decidimos ir naquele dia, não houve tempo hábil para preparar o prato, uma pena. Quero voltar para provar!

Ambiente do Restaurante Aipim

Um dos ambientes de Restaurante Aipim

 

De sobremesas, experimentamos o doce de mamão verde cozido no melado com um toque de gengibre e creme de leite e a “nhá-benta”, que é um doce de leite com merengue de cachaça em cima, acompanhado de ganache chocolate meio amargo.

Nhá benta

Explicando: doces de frutas são mega comuns na região. Apesar de eu não ser fã de doces de frutas, acho super legal pelo menos experimentar.

Restaurante Aipim Bonito

Doce de mamão verde

O doce de mamão verde tem uma consistência gostosa e o prato tinha muito sabor de melado. Ideal para quem é apaixonado por melado! E o nhá-benta… que  delícia! De novo, eu me surpreendendo com o meu paladar (na verdade eu tenho mesmo essa teoria de que não existe ingrediente ruim – quando se trata de um bom cozinheiro, tudo fica gostoso!): eu não curto chocolate meio amargo e adorei a combinação do chocolate com o doce de leite e o merengue. Ficava perfeito na boca! E tanto o doce de leite quanto o merengue estavam deliciosos, mesmo sozinhos.

Padoca do Restaurante Aipim

Amei conhecer essa opção de onde comer em Bonito. O Aipim tem um ambiente delicioso dentro de uma casa simples, onde cada cômodo foi decorado de uma forma especial, trazendo muita privacidade a cada mesa e uma simplicidade que se traduz em conforto. Há ainda uma área externa muito gostosa (da qual infelizmente não usufruímos porque a noite estava muito gelada).

O atendimento foi ótimo do início ao fim. Ainda há no local alguns produtos para serem vendidos, todos fazendo parte da “padoca do Aipim”, de ingredientes a louças.

Produtos da padoca do Aipim

Recomendo muito uma visita ao Aipim como forma de entender a culinária sul mato-grossense! Se trata de uma ótima opção de onde comer em Bonito. Mais abaixo coloquei o cardápio para se ter noção dos preços do Restaurante Aipim.

Ambiente externo do Restaurante Aipim

Ambiente externo do Restaurante Aipim

 

Cardápio-e-preços-do-restaurante-Aipim

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que já conheces esta opção de onde comer em Bonito, está com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e quer ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a tua viagem! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento: reserve a tua hospedagem por este link aqui no Booking.

Aluguel de carro: reserve aqui. O site irá buscar os melhores preços dentre diversas locadoras.

Seguro Viagem: faça o teu pela Real Seguros aqui ou pela Seguros Promo aqui – neste, utilize o cupom de desconto MAPANAMAO5, exclusivo para nossos leitores, e ganhe 5% de desconto. Saiba tudo sobre seguro neste link aquiPreços ótimos de acordo com nossas pesquisas. Agora, viajas mais de uma vez por ano para o exterior? Então este plano é mais convidativo.

Chip para celular: adquira o teu chip neste link e chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link aqui do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Maravilha né? E leia aqui tudo sobre o Chip Easysim4U, inclusive porque ele vale a pena.

Passeios e atrações pelo mundo afora: pesquise, compre e evite filas clicando aqui ou aqui se preferir pesquisar pela Tiqets. E atrações no Brasil com ótimos preços, inclusive em Foz do Iguaçu com preços melhores que nas bilheteriasÉ só clicar aqui e aproveitar!

Câmbio (compra de moeda): neste link aqui, podes encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira e ainda fazer uma proposta para a agência de câmbio. Confira!

Acompanhe o Mapa na Mão:

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Espero que tenha curtido saber sobre essa dica de onde comer em Bonito!

 

Podes salvar este texto no teu Pinterest sobre onde comer em Bonito para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

comida em bonito

Buscando Curtidas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.