ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Parque das Aves Foz do Iguaçu – vale a pena?

publicado em: 03/07/2018 atualizado em: 26/12/2018

Estivemos em Foz do Iguaçu, Paraná, semana passada e desta vez o Parque das Aves não me escaparia. Digo isso porque já fui a Foz outras duas vezes no passado e em nenhum momento consegui visitar esta atração. Mas ela sempre me chamava atenção. As placas, as propagandas, artigos, enfim, só faziam crescer em mim a curiosidade de ver com meus próprios olhos se valia a pena ou não separar algumas horas para visitar o parque. E tem mais um detalhe: adoro animais e acho os pássaros lindos demais. Então, desta vez nós fomos ao Parque das Aves Foz do Iguaçu. Vou te contar os detalhes aqui e te dizer se vale mesmo a pena pagar o ingresso e visitar a reserva.

Ah, olha só, antes, quero te mostrar aqui tudo o que escrevi sobre o que fazer em Foz do Iguaçu. Confere aí que está bem completo o post com muitas dicas e um roteiro de 2, 3, 4 ou mais dias.

Parque das Aves Foz do Iguaçu – como tudo começou

O Parque das Aves foi criado por um casal em 1994. Ela se chamava Anna e era alemã e ele Dennis Croukamp, um sul africano. Eles viviam na África e tinham um Papagaio-do-Congo. Amavam tanto o animalzinho que passaram a ter carinho e interesse especial por aves.

Um amigo da família fez uma proposta ao casal de se mudarem para Foz do Iguaçu e criarem um parque de crocodilos. Porém, o senhor Dennis disse que não gostava de crocodilos e que criaria um parque, mas de aves. Então vieram para cá e adquiriram 16 hectares de floresta subtropical entre o Rio Iguaçu e a rodovia que leva às Cataratas do Iguaçu.

Após as licenças necessárias, começaram a limpeza do terreno para tirar o lixo e a vegetação invasora. Em seu lugar foram plantadas centenas de árvores nativas. Anna, que era médica veterinária, planejou trilhas no meio da floresta que ligariam os recintos dos animais e a construção iniciou em 1993.

Os primeiros exemplares vieram de doações e empréstimos de zoológicos e também de aves confiscadas pelo Ibama, provenientes de tráfico ilegal.

O Parque das Aves foi inaugurado no dia 7 de outubro de 1994, 11 meses após o casal de estrangeiros, Dennis e Anna, terem desembarcado no Brasil.

Dois anos após a inauguração, Dennis faleceu, mas sua esposa prosseguiu com o sonho. A atração não para de crescer e hoje ele é o maior parque de aves da América Latina e se tornou um centro de conservação de aves da Mata Atlântica.

  • Transfer para o Parque das Aves + Cataratas por a partir de R$ 39,90. Caso estejas sem carro ou não queiras pagar estacionamento nas Cataratas, clique aqui e confira! (verifique o preço no momento da compra – ingressos para as atrações não incluídos).
parque das aves

Esta é a entrada já com muito verde.

As aves – origem

Mais de 50% das aves são provenientes do tráfico, comércio ilegal, ou apreendidas por maus tratos. Elas são encaminhadas ao parque para uma melhor qualidade de vida. Dificilmente estas aves poderão retornar ao seu habitat por não conseguirem mais se habituarem a viver por elas mesmas. Por isso, o parque as abriga e tenta dar uma vida digna enquanto viverem. Pouco mais de 40% nascem no parque. O Parque das Aves tem um programa de reprodução, principalmente de aves ameaçadas de extinção, para posterior soltura na natureza. Quando o parque percebe que há um projeto sério de reinserção de aves na natureza, participa do programa. O restante, são aves provenientes de permuta com outros parques ou zoológicos.

Hoje o parque possui mais de 1400 aves e mais de 150 espécies.

A visita e as atrações

A entrada do parque já é uma graça. Bem na frente há um laguinho com carpas coloridas e um portal onde se entra após atravessar uma pequena ponte de madeira.

Logo na entrada do Parque das Aves Foz do Iguaçu há um viveiro com flamingos africanos e chilenos e guarás de um vermelho intenso que é a coisa mais linda. Olha só na foto abaixo. Ah, por curiosidade, os flamingos vão adquirindo aquele tom rosado à medida que crescem e vão se alimentando de um crustáceo que possui essa pigmentação. Quando eles nascem, são cinzas. Óin, eu vi um filhote no outro refúgio de flamingos mais à frente.

ave guará parque das aves

Este vermelho maravilhoso é o Guará. Lindo né?

Depois chegamos à ilha dos papagaios, onde eles ficam passeando pelas árvores e galhos, outros gritando ou tentando conversar.

Mais à frente, outro refúgio de flamingos, desta vez com maior número de pássaros. Neste local há um espelho porque os flamingos gostam de viver em bando grande. O espelho faz parecer haver bem mais flamingos no local. Preste atenção que podes encontrar algumas fêmeas chocando e até filhotes.

Em seguida, avistamos mutuns soltos que chegam bem perto, parecendo se exibir para as câmeras. Depois entramos em um viveiro com alguns tipos diferente de aves. A propósito, eu achei muito legal essa experiência que a trilha proporciona de, em alguns momentos, entrar dentro dos viveiros e ficar bem perto das aves. Continuando na trilha, encontramos o viveiro com sucuris (neste não se entra, hehehe, ainda bem), em seguida o lago com jacarés e tartarugas. Um pouco mais à frente, o viveiro da jiboia.

Pelos caminho, viveiros com harpia, urubu-rei, periquitos, tucanos (amo!), arara azul (amo também!), borboletário, coruja, casuar (que é uma ave enorme e incrível!), papagaio-do-congo.

As rainhas do parque…

Entre o viveiro com araras azuis e o borboletário, fica o viveiro das araras. Para mim, a melhor atração no parque. É um viveiro enorme, onde entramos dentro e ficamos em contato com lindas araras. Há araras azuis, vermelhas, canindé. Lindas, voando, brigando, gritando, chegando bem perto para as fotos, dando rasantes. Eu ficaria horas ali rindo, observando, tirando fotos. É maravilhoso e elas são um espetáculo. Adorei!

E no final da trilha, o encontro com as araras. Aqui elas ficam soltas em galhos e a gente pode chegar bem perto para fotos. Eu sei que é tentador, eu cheguei a perguntar se podia, mas não pode, tá, colocar as mãos nelas. Então, aproveite para contemplá-las ali, à distância de um braço.

arara azul parque das aves

A arara azul – coisa mais linda!

Estrutura

Perto do local onde vivem os répteis, no meio do trajeto, há uma lanchonete com açaí, tapioca e outros lanches. Na saída, uma loja de souvenirs com lembrancinhas do local. Garanti meu imã de tucano para a minha coleção e uma arara de madeira para enfeitar meu vaso com orquídea. Trouxe um pedacinho comigo – e das duas aves que gosto tanto.

Outros animais

Além das aves, há também no local viveiros com sucuris e jiboias, lago com jacarés e tartarugas, peixes e borboletário.

Projetos de conservação

Achei muito interessante o trabalho desenvolvido pelo Parque das Aves Foz do Iguaçu. Além de proteger os animais ali existentes, cuidando principalmente das vítimas de maus tratos, ele reproduz espécies, sobretudo as ameaçadas de extinção para soltar na natureza. Mas também achei incrível quando descobri que são plantadas aproximadamente 1000 árvores nas terras do parque por ano. Hoje o território que abriga a atração é coberto de árvores – coloca lá no Google Maps versão satélite para ter uma ideia.

E há também projetos de educação dos visitantes, de alunos e professores das escolas de Foz do Iguaçu e cidades próximas. Estes projetos visam conscientizar sobre a importância de proteger e conservar a fauna e a flora, principalmente da mata atlântica. Também é frisado que não devemos comprar ou apoiar o tráfico ilegal de aves que é uma crueldade absurda.

Duração do passeio

Para apreciar bem as espécies de aves existentes, bem como tirar fotos e matar algumas curiosidades fazendo perguntas aos funcionários, levam-se aproximadamente 2 horas. Então, separando o tempo do deslocamento e mais 2 horas no parque, já será suficiente e bem aproveitado o passeio.

araras parque das aves

Aqui é o viveiro enorme onde a gente entra para ficar pertinho delas.

Parque das Aves preço e estacionamento

A boa notícia é que o estacionamento é gratuito.

A outra boa notícia é que o ingresso não é tão caro. Além disso, todo o trabalho feito no parque para conservação das espécies e proteção de nossas aves é financiado com a venda dos ingressos e dos produtos oferecidos dentro do parque.

Preços pagos na bilheteria do parque (em 2018):

  • 45 reais por pessoa;
  • 22 reais para estudantes e maiores de 60 anos;
  • 10 reais para moradores de Foz do Iguaçu e municípios lindeiros.

Leve RG, Carteira de Estudante Oficial e comprovante de residência para usufruir dos descontos.

Parque das Aves ingresso para outras atrações

Localização do Parque das Aves Foz do Iguaçu

Av. das Cataratas, Km 17,1 – Foz do Iguaçu – Paraná.

Parque da Aves horário de funcionamento

Diariamente, incluindo finais de semana e feriados, das 8h30 às 17h.

Há paisagistas que cuidam de cada detalhe. A mata é linda demais!

O que levar e como se vestir para visitar o Parque das Aves Foz do Iguaçu

Como o passeio é feito por trilhas em meio à mata, mas trilhas tranquilas, bem cuidadas, visite a atração com roupas e calçados confortáveis. No post de o que fazer em Foz do Iguaçu falei de clima, do que levar, etc. Ali podes conferir mais detalhes e informações. Mas é interessante conhecer Foz, no geral, assim mesmo, com roupas e calçados confortáveis. Eu dou preferência ao bom e velho tênis, hehehe.

Mas afinal, vale o investimento?

Eu sei que o lugar ideal para os animais é na natureza. Sei também que o Parque das Aves não caça estes animais para expô-los ali. Muito pelo contrário. O parque desempenha um lindo trabalho de recuperação de aves machucadas e vítimas de maus tratos dando a elas uma melhor qualidade de vida. O parque também reproduz aves para soltar na natureza, em especial as com risco de extinção. Trata-se de um local de conservação, preservação e conscientização, pois é esclarecida aos visitantes e, principalmente a estudantes, a importância de se proteger as aves e a natureza em geral.

Além disso, o ambiente onde as aves estão inseridas é belíssimo e muito bem cuidado. O parque procura também recuperar a Mata Atlântica e isso é incrível, um trabalho lindo.

E fora todo este serviço prestado à sociedade e ao meio ambiente, o passeio é muito bonito, agradável e divertido. As trilhas são muito bem pensadas, no meio de uma natureza exuberante e os pássaros, bem só indo lá mesmo para conferir do que estou falando.

Meu parecer final, hehehehe, vale muito a pena o investimento. Além disso, saber que indo até lá a gente contribui com o projeto é muito gratificante. Te convido a conhecer o Parque da Aves. E depois, me conta nos comentário o que achaste.

Site: site

Facebook: facebook

tucano parque das aves

Fala sério, é ou não é lindo?

Aqui podes conferir todos os ingressos para passeios em Foz do Iguaçu.

Onde se hospedar em Foz do Iguaçu

Em nossa viagem nos hospedamos no Vivaz Cataratas Hotel Resort. Este hotel é bem localizado e possui um ótimo custo x benefício. Podes verificar preço e reservá-lo aqui.

Se preferes ficar em outro hotel em Foz, fizemos uma seleção (é só clicar aqui) ordenada pelas principais escolhas do site. Porém, logo no início, antes dos hotéis, podes escolher outros filtros como preço mais baixo primeiro, distância do centro da cidade, estrelas, e outros. Na coluna laranja à esquerda, preencha os campos com a data da entrada e da saída, o número de quartos, de adultos e crianças e clique em pesquisar. Só depois escolha o filtro que mais te agrada. Escolha o hotel clicando nele e finalize a reserva. E use esta mesma pesquisa para qualquer outra cidade da tua viagem. Qualquer dúvida, é só mandar nos comentários lá embaixo.

Mas estás com preguiça ou sem tempo para pesquisar hotéis para a tua próxima viagem? Nós podemos ajudar! Procuramos para ti, sem custo algum, e enviamos opções de hospedagem de acordo com o teu perfil e gosto. Manda um e-mail para nós: contato@mapanamao.com.br ou mapanamaoviagens@gmail.com. Ou se preferir, um direct lá no nosso Instagram.

Como se locomover em Foz do Iguaçu

Caso não vás com o teu próprio carro, sugiro alugar um para conseguir aproveitar bem toda a região. Mesmo para passear na cidade de Foz do Iguaçu, é legal estar de carro. O transporte público de lá, infelizmente, como é comum no Brasil, não é dos melhores. É preferível não precisar depender.

Clicando no quadrinho abaixo, podes verificar carros para locação. O site fará cotação em várias locadoras. Assim, costuma haver preços bem interessantes. Selecione o carro, o preço, a empresa que mais te agrada e analise. Além do mais, este site é brasileiro, com atendimento para qualquer dúvida ou problema:

Verifique o teu carro aqui

Roteiro personalizado e assessoria de viagem

Queres facilidade e um roteiro personalizado de o que fazer em Foz do Iguaçu, ou para qualquer lugar do mundo? Sabia que o Mapa na Mão faz roteiro completamente personalizado? 100% de acordo com o teu gosto, com sugestão de lugares para comer, de como se locomover e com dicas especiais? Também podemos te ajudar a encontrar hospedagem que caiba no teu gosto e bolso e sem custo algum, além de passagens aéreas. Deixa um comentário abaixo ou nos envie um e-mail: contato@mapanamao.com ou mapanamaoviagens@gmail.com. Também podes entrar em contato através de nosso Whatsapp: 48 99933-1849. Saiba mais detalhes clicando no quadro abaixo, e viaje sem passar trabalho:

Assessoria de viagem

Para não perder nenhuma novidade do Mapa na Mão, quero te convidar a assinar nossa newsletter e receber e-mails atualizados com todas as novidades e promoções do blog. Não quer mais receber? Simples, é só sair da lista a qualquer momento. Deixe seu e-mail no campo abaixo. Não compartilhamos seus dados com ninguém, pode ficar tranquilo.

Monte as tuas viagens aqui

Agora que já sabes como é o Parque da Aves Foz do Iguaçu, estás com viagem marcada ou planejada para qualquer lugar e queres ajudar a manter o Mapa na Mão funcionando? É só usar os nossos links para a tua viagem! NÃO PAGARÁS NADA A MAIS POR ISSO e nós ganhamos uma pequena taxa, ajudando a manter nosso trabalho de pé! 

Hotel ou apartamento: reserve a tua hospedagem por este link aqui no Booking.

Aluguel de carro: reserve aqui. O site irá buscar os melhores preços dentre diversas locadoras.

Seguro Viagem: faça o teu pela Real Seguros aqui ou pela Seguros Promo aqui – neste, utilize o cupom de desconto MAPANAMAO5, exclusivo para nossos leitores, e ganhe 5% de desconto. Saiba tudo sobre seguro neste link aquiPreços ótimos de acordo com nossas pesquisas. Agora, viajas mais de uma vez por ano para o exterior? Então este plano é mais convidativo.

Chip para celular: adquira o teu chip neste link e chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino. Comprando por este link aqui do Mapa na Mão, é só incluir o código de cupom RBBVGRATIS e não vais pagar frete! Maravilha né? E leia aqui tudo sobre o Chip Easysim4U, inclusive porque ele vale a pena.

Passeios e atrações pelo mundo afora: pesquise, compre e evite filas clicando aqui ou aqui se preferir pesquisar pela Tiqets. E atrações no Brasil com ótimos preços? É só clicar aqui e aproveitar!

Câmbio (compra de moeda): neste link aqui, podes encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira e ainda fazer uma proposta para a agência de câmbio. Confira!

Encontrei esta placa no meio da trilha que traduz tudo.

Acompanhe o Mapa na Mão:

E não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Espero que tenhas curtido comigo este parque querido que cuida de nossas lindas aves, o Parque das Aves! E agora o que te desejo? Que tenhas uma ótima e divertida viagem! Ah, tens alguma sugestão ou algo a falar sobre o parque? Deixa nos comentários. Vou amar saber…

Podes salvar este texto no teu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

foz do Iguaçu parque das aves

Curtida

4 respostas para “Parque das Aves Foz do Iguaçu – vale a pena?”

  1. […] É lindo demais! Este passeio vale muito a pena. Agora, se queres saber mais detalhes sobre o Parque das Aves, clique ali e leia tudo o que escrevi sobre a atração. Tente não deixar de fora. Eu gostei, […]

  2. André Fabiano disse:

    Olá, fiquei surpreso ao ser tratado com hostilidade pela funcionária da bilheteria do parque das aves, ao exigir o meu contra cheque para ceder a meia entrada. Ignorando completamente a cédula do meu Conselho. O passeio pelo parque não foi satisfatório devido ao mau cheiro do local, somado ao fato de pouquíssimas aves nas gaiolas… esperava muito mais desse parque. Não recomendo. Pelo preço do ingresso não vale a pena.

    • Mapa na mão disse:

      Que pena esta tua experiência, André. No dia em que fomos, não percebi cheiro ruim não e como não procuramos por meia entrada, também não tivemos este problema. Fico triste por ti, mas eu gostei muito, até porque amo aves. Uma pena mesmo. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.