ASSESSORIA DE VIAGENS
Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Roteiro de 10 dias pela Itália

publicado em: 16/10/2016 atualizado em: 23/10/2018

Já tínhamos ido a Europa algumas vezes, mas a Itália ia ficando para depois. Até que para janeiro/fevereiro de 2014 surgiu uma promoção na TAP, que nos possibilitou fazer uma viagem para Portugal, com direito a stopover (e neste post explicamos o que é o stopover que te possibilita ir a mais de um lugar sem pagar nada a mais por isso) em Roma. Passagens compradas, até porque com promoção não se brinca, não é mesmo, hehehehe, surgiram as dúvidas:  e agora, ir para onde na Itália com tanto lugar bonito? Montamos nosso passeio que deixo neste post como uma sugestão de roteiro de 10 dias pela Itália.

Paradinha básica em Lisboa:

Bem, como a TAP é uma empresa aérea portuguesa, seus voos partindo do Brasil pousam em Portugal para conexão para outros países. Eis aí a oportunidade de conhecer mais de um lugar sem pagar nada a mais por isso (dê uma olhadinha no post que indiquei ali acima sobre o stopover para começar a usar esta ferramenta também e economizar nas suas viagens). Ao invés de uma simples conexão, resolvemos ficar 4 noites em Lisboa para conhecer também um pouco desta cidade que ainda não conhecíamos. Foi o suficiente para nos apaixonarmos e voltarmos lá novamente neste ano de 2016. Nesta viagem a Portugal, ficamos por Lisboa e tiramos um dia para ir até Sintra (neste post contamos um pouco deste dia).

E para economizar ainda mais, alugamos apartamento, o que sai muito mais em conta em Lisboa. Mas se quiseres escolher um hotel, clique aqui, escolha e reserve.

Quatro noites bem aproveitadas em Portugal, hora de pegar o voo rumo a Roma.

VAIS CURTIR LER TAMBÉM: 10 motivos para ir à Europa

Roteiro de 10 dias pela Itália

Roma:

Na Itália ficamos um total de 9 noites nesta viagem. Em Roma, nossa primeira parada, ficamos 3 noites neste hotel que indico, porque a hospedagem em Roma costuma ser bem salgadinha, e neste encontramos preços aceitáveis.

Tivemos o azar de pegar muita chuva em Roma, mas depois de conhecermos as atrações tradicionais de lá, como o Coliseu, o Fórum Romano, a Fontana di Trevi, o Vaticano e seu Museu, o Arco de Constantino e tomar bastante gelato, alugamos um carro no nosso último dia, até porque Roma é bem servida de transporte público e não precisa de carro para andar por ela, e no quarto dia na Itália, bem cedo, partimos rumo a Veneza.

Sobre Roma, indico este post da Diana do blog Contramapa com 10 lugares a visitar em Roma que vai te ajudar na montagem do teu roteiro por lá.

VAIS CURTIR LER TAMBÉM: Roteiro de 1 dia em Mônaco

Veneza:

De Roma a Veneza andamos 526 km de carro em aproximadamente 4 horas de viagem. A estrada é muito boa e os pedágios uma fortuna (exageros à parte, gastamos quase o valor do combustível de pedágio, mas a estrada é de primeiríssima qualidade, nem vamos reclamar tanto). Veneza era um sonho de infância e não podia ficar de fora da nossa primeira vez neste país em forma de botinha. Isto contribuiu para a definição do roteiro pela Itália. Em Veneza ficamos 2 noites, ou melhor, dormimos neste hotel em Mestre, que é vizinha de Veneza e com preços bem melhores, por ser na parte continental.

De Mestre pegamos ônibus urbano em uma parada próxima ao hotel para irmos até a estação do vaporetto (próximo à Piazzale Roma). O vaporetto nos levou até Veneza. E em Veneza caminhamos pelas ruas e calçadas, encantados com tanta beleza, tanta construção antiga e linda e pelos canais que são para mim de uma beleza indescritível. Sem dúvida, um dos lugares mais lindos por onde andei.

VAIS CURTIR LER TAMBÉM: Roteiro de 1 dia em Montserrat

Verona:

No nosso sexto dia na Itália, partimos cedo para Verona, que fica a 115 km de Veneza. Em Verona, dormimos 1 noite neste hotel. Como chegamos cedo por lá, fizemos o check-in e aproveitamos este mesmo dia para conhecermos o centro histórico de Verona, não deixando de fora a Casa de Julieta, a Arena de Verona e a Ponte de Castelvecchio.

Clique e veja mais opções de hospedagem. É só escolher e reservar, caso não queiras dormir onde ficamos.

Firenze (Florença):

Sétimo dia, hora de partir cedo rumo a Florença, que fica a 234 km de Verona. Em Florença dormimos 2 noites neste hotel. Conhecemos o centro histórico e para mim, quatro atrações imperdíveis são o Duomo de Florença, que é a Catedral de Santa Maria del Fiore, a Ponte Vecchio (juro, esta ponte não existe de tão linda!) e o seu rio, os museus ao ar livre e caminhar pelas ruas charmosas com seus bistrôs, lojinhas e construções lindíssimas.

Aqui deixo mais opções de hospedagem em Firenze. Clique, escolha e reserve.

Luca e Pisa:

Como Luca e Pisa ficam a aproximadamente 1 hora de Florença, fizemos um bate-e-volta somente para conhecer. Em Pisa, fomos apenas na torre – aquela que foi o erro de engenharia que mais deu certo na história, eu acho, eheheh, senão, o que seria daquela cidade? E Luca é uma cidadezinha medieval que é um escândalo de tão graciosa (não deixe de ir). Caso opte por dormir em Pisa, clique aqui e veja opções de hotéis.

o-que-fazer-em-italia-pisa

VAIS CURTIR LER TAMBÉM: 5 lugares imperdíveis em Paris

San Gimignano:

No nono dia na Itália, saímos de Firenze para Siena, mas no caminho, uma paradinha estratégica em San Gimignano. Já contei que tenho uma certa queda por cidades históricas e medievais? Bom, talvez seja por isso que San Gimignano teve de entrar na roda também nesta viagem, apesar do tempo exíguo. E não é que acertamos na escolha? San Gimignano é linda demais! Não me arrependo de ter ido, embora ela estivesse um pouco vazia pelo frio que fazia.

De Florença a San Gimignano são aproximadamente 60 km. Caso queira dormir em San Gimignano, clique aqui e reserve.

Siena:

De San Gimignano viajamos para Siena que é pertinho, 52 km. Siena foi nosso último ponto de parada, onde dormimos 1 noite. Aproveitamos para conhecer Siena no restante daquele dia, pois no dia seguinte acordamos bem cedo para viajarmos até Roma, que está a aproximadamente 220 km de Siena, para pegarmos nosso voo de volta ao Brasil no final do dia, com conexão em Lisboa.

Clique aqui para escolher e reservar seu hotel em Siena.

VAIS CURTIR LER TAMBÉM: O que fazer em Carcassonne

E esse foi nosso roteiro de 10 dias pela Itália que eu recomendo (apesar de que foi corrido e até sugiro mais tempo por lá) pois Roma é linda demais e com muitas atrações para conhecer, Veneza é um sonho em forma de cidade e a Toscana é uma poesia, não uma região. A Itália, de fato, nos surpreendeu e temos muita vontade de voltar.

Se tens pretensão de ir para lá, mas ficas em dúvida na hora de montar seu roteiro, este aqui fica como uma sugestão, pois imagino que deva ter muito lugar maravilhoso neste país.

Seguro Viagem:

Para viagens à Europa, é obrigatório fazer um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros, de acordo com o Tratado de Schengen, isto para garantir que terás cobertura em caso de doença ou acidente. Portanto, não esqueças de fazer o teu antes da viagem. Leia aqui como fazer um seguro viagem e faça a tua cotação aqui. Neste último link, a empresa faz cotações em várias seguradoras e podes escolher a cobertura que mais te agrada, além, claro, do preço que cabe no teu bolso. E por experiência própria, há opções com preços bem interessantes. Cote, escolha e faça o seguro para viajar com tranquilidade e não correr o risco de ser barrado na entrada ao continente e, o mais importante, viajar com a certeza de que caso ocorra qualquer zebra, não ficarás desamparado lá longe.

Segurança na Itália:

Em momento algum passamos por situação de medo. A Itália é um país seguro e tranquilo, principalmente nesta região abordada no post, ou seja, do centro para o norte. Claro que em todo lugar do mundo sugiro que cuides dos teus pertences pessoais como bolsas, mochilas, celulares, mas andamos por todos os locais sem receio.

Tomada:

Pino duplo redondo:

IMG_5056

Clima na Itália no inverno:

Fomos no inverno. A Itália é um país frio no inverno. Quanto mais para o norte, mais gelado. Senti mais frio em Veneza e Verona. Mas nada que impeça os passeios, porém vá bem agasalhado. Na dúvida do que vestir ou levar, leia aqui e fique tranquilo. Como buscamos sempre economizar, viajamos geralmente no inverno. Claro que há momentos em que alguns passeios ficam prejudicados e o dia é mais curto. Porém, há a vantagem de se caminhar sem o calor dos verões quentes. Também tem a vantagem de ser baixa temporada. Logo, não se pega pontos turísticos abarrotados, nem preços assustadores. Mas procure usar calçados que protejam os pés do frio e da umidade, pois é comum chover no inverno por lá.

Moeda:

Euro. Leve euro em espécie, sempre lembrando que cartões de crédito internacionais são amplamente aceitos no local, mas vais pagar IOF na fatura.

Língua:

Italiano, mas dá para se virar bem com o inglês.

Não fique por fora das novidades e promoções do Mapa na Mão, seu blog de viagens:

  • Entra lá no Facebook, curta nossa página e convide amigos para curtir também: Mapa na Mão
  • Inscreva-se em nosso canal do YouTube: Mapa na Mão
  • Siga nosso Instagram: @mapanamao
  • E inscreva-se no nosso blog ali ao lado onde está escrito: ASSINE NOSSO BLOG

Monte as tuas viagens aqui:

Agora que você já tem uma sugestão de roteiro de 10 dias pela Itália, quer ir e não gastar muito? Nós podemos ajudar disponibilizando os links abaixo que vão ser úteis nesta tarefa:

Hotel ou apartamento: reserve a tua hospedagem por este link aqui no Booking.

Aluguel de carro: reserve aqui. O site irá buscar os melhores preços dentre diversas locadoras.

Seguro Viagem: faça o teu aqui e saiba tudo sobre seguro neste link aquiPreço ótimo de acordo com nossas pesquisas.

Chip para celular: adquira o teu chip neste link e chegue tranquilo com o celular funcionando no teu destino, já no desembarque. E leia aqui todos os detalhes deste chip, inclusive porque ele vale a pena.

Câmbio (compra de moeda): neste link aqui, podes encontrar a melhor cotação para a compra de moeda estrangeira e ainda fazer uma proposta para a agência de câmbio. Confira!

Fez algum roteiro inesquecível pela Itália? Conte nos comentários para eu babar e sonhar…

Olha só que legal este guia com roteiros por Roma e muitas outras dicas!

Você pode salvar este texto no seu Pinterest para futuras consultas, pinando a foto abaixo:

roteiro de 10 dias pela Itália

SalvarSalvar

Buscando Curtidas...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Monte sua viagem

Ou nós montamos para você

Michela
Michela
Voltar

Eu sou o Dilamar, Bacharel em Direito, viajante nas horas vagas e não vagas. Sou admirador de viagens rodoviárias, principalmente aquelas bem longas e focadas em regiões montanhosas. E também sou ciclista amador e apaixonado por motos.

Eu sou a Letícia, tenho 14 anos e sou estudante. Gosto muito de pintar quadros, escrever poemas, ler e, principalmente, viajar. Para mim, o mundo é o meu quintal.

Eu sou a Ester. Tenho 26 anos e sou estudante de medicina. Moro em Floripa, sou apaixonada por Paris e frequentadora assídua de São Paulo, mas com os pés sempre em Criciúma, minha cidade natal. Amo sair do lugar, seja por poucos metros ou por muitos quilômetros, e de todas as formas possíveis. Das mais confortáveis viagens de trem às mais insanas viagens de carro. Conhecer o desconhecido me fascina! Viajar é minha maior paixão, mas devo arriscar dizer que sou quase tão apaixonada por montar os roteiros antes de viajar quanto pela viagem em si!

Olá, eu sou a Michela, Bacharela em Direito, pós graduada em Direito Constitucional, colecionadora de ímãs e de viagens. Conheci mais de 20 países, aliás, muito mais do que um dia imaginei conseguir, e vários recantos escondidos bem aqui pertinho de mim. Se canso? Jamais. Isso só aguça ainda mais meu desejo de percorrer este mundão. O que mais amo? Deus, minha família e viajar, claro.